Melhores Sites De Apostas

Prognóstico: Badou Jack vs James DeGale, pela unificação do cinturão

Foto: Michael Reaves/Getty Images

Luta vale unificação do cinturão dos super-médios

Neste sábado, o Barklays Center vai receber uma das lutas mais aguardadas deste começo de ano. A cidade de New York terá, no Brooklyn, Badou Jack e James Degale, que sobem ao ringue pela unificação dos títulos WBC e IBF nos super-médios - e as cifras envolvidas são bem interessantes. 

O confronto tem tudo para ser acirrado, basta vez o histórico dos dois. DeGale tem 23 vitórias e uma derrota, sendo que 14 triunfos foram por nocaute, enquanto Badou Jack tem um currículo parecido, vencendo 20, com oito nocautes, um revés e dois empates. Mas fica tranquilo, porque aqui eu não vou deixar você nas cordas - e a senha é: DeGale. O inglês é favorito para levar esta e ele garante 32% de lucro, enquanto o rival paga R$ 3,35 por cada real, de acordo com projeções do Bumbet.

A razão para isso é a dificuldade que cada um tem encontrado contra os mesmos adversários, e aí que DeGale leva vantagem. Foram quatro lutadores que cruzaram o caminho dos dois recentemente. O mês de abril foi uma prova disso, com cada um encontrando um oponente antigo do outro. No evento principal, Jack manteve seu título, mas o feito veio graças a um empate com Lucian bate, apesar de muitos especialistas terem apontado o sueco como melhor no duelo. No mesmo dia, DeGale bateu o desafiante Rogelio "Porky" Medina, com um desempenho abaixo da média, mas sem muita dificuldade. Voltando no tempo, o inglês também sofreu para superar Bute, mas ao contrário do rival, faturou a luta por decisão unânime, enquanto jack também levou a melhor sobre Medina.

Outra diferença entre eles aconteceu em 2013 e 2014. No primeiro ano, o sueco mais uma vez foi segurado por um adversário e não passou de um empate com Marco Antonio Peribám. Já no ano seguinte, o mexicano não foi páreo para DeGale e foi nocauteado ainda no terceiro round.

Porém, nem só de vantagem vive o inglês. Ele também saiu derrotado em uma disputa - para George Groves -, apesar de ter lutado até o fim e caindo apenas nos pontos, embora muitos pensarem que DeGale merecia uma decisão próxima. O oponente encontrou Jack também (na primeira defesa de cinturão do sueco), e desta vez não teve chance, sendo superado da mesma forma.

A diferença é que DeGale só perdeu para alguém que Badou ganhou em 2011 – o que já faz muito tempo. Além disso, o lutador já evoluiu consideravelmente, tendo vencido todos os seus combates desde então, enquanto Jack sofreu mais recentemente, como em sua última apresentação.

No entanto, apesar do favoritismo de James, você viu que ninguém costuma entregar resultado de bandeja, então pode se preparar para investir que o combate terá mais de 10 assaltos, pois isso paga R$ 1,22 por cada real. Se a margem não for alcançada, o retorno é de R$ 4,00, mas é muito pouco provável.

Entre os lutadores, se ocorrer um nocaute, saiba que DeGale tem o melhor aproveitamento nos três primeiros rounds, o que paga R$ 23,00. Se passar desta faixa pode aguardar pela decisão dos juízes, que é inclusive o mais esperado, dando R$ 1,61 em cada real. Já Jack leva a melhor entre o quarto e o sexto round e dá R$ 23,00 por isso - mas se vencer, também deve ser por pontos, rendendo R$ 5,00.

DeGale com sucesso desde os tempos de amador

DeGale representou a Grã-Bretanha nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 e ganhou medalha de ouro. Nas quartas de final ele derrotou o ex-campeão olímpico de Atenas, Bakhtiyar Artayev, e na semi-final bateu o rival irlandês Darren Sutherland. No final, DeGale venceu o cubano Emilio Correa. No mesmo ele ano, decidiu se tornar profissional.

Sua estreia não foi das melhores, mas ele superou Vepkhia Tchilaia em decisão por pontos por 40-36. Mesmo assim ele conseguiu colecionar resultados até a disputa de título – que veio em 2015, quando ganhou do americano Andre Dirrell por decisão unânime e venceu o IBF. Isto o tornou o primeiro boxeador britânico a ter conquistado uma medalha de ouro olímpica e um título mundial profissional.

Badou Jack teve inicio impressionante

Se o seu rival se destacou no amador, Jack deixou para fazer seu nome no profissional.  Ele lutou e ganhou suas seis primeiras lutas, sendo que quatro por nocaute. Além disso, se manteve invicto por 17 combates. Seu título da WBC veio em abril de 2015, ao bater Anthony Dirrell, por decisão dos juízes.

Comments