Melhores Sites De Apostas

Ward ou Kovalev: quem ficará com o cinturão dos super-médios?

Foto: Michael Reaves/Getty Images

O final de semana terá uma noitada e tanto para os amantes do boxe. Às 21h (de Brasília) de sábado será realizada a luta que vale o cinturão dos super-médios entre o norte-americano Andre Ward, detentor do título, e o russo Sergey Kovalev, um desafiante que está capacitado a fazer uma difícil luta na T-Mobile Arena, em Las Vegas, a capital mundial dos combates.

As cotações de ambos para a vitória estão equilibradas no site da Bumbet. O triunfo de Ward e a manutenção de seu cinturão oferece R$ 1,69 a cada R$ 1,00 apostado, enquanto a vitória do desafiante russo rende um pouco mais. Se Kovalev ganhar, o apostador terá um retorno de R$ 2,15 a cada R$ 1,00.

Ward tem muitas virtudes para quem pretender apostar em sua vitória. Considerado pelos especialistas como um dos melhores lutadores na soma de todos os pesos, ele é chamado nos Estados Unidos de “Filho de Deus” justamente pela técnica esmerada que poucos boxeadores na atualidade têm. Ward está com 32 anos e consegue impor bem tanto sua experiência quanto o vigor físico lapidado em décadas de intenso treinamento.

Ward e Kovalev têm a mesma altura – 1,83 metro – e a mesma envergadura. O cartel de ambos é também comparável e de altíssimo nível. O americano carrega 30 vitórias sem jamais perder. O russo tem a mesma quantidade de triunfos, mas com um único empate. Será, portanto, um duelo de invictos em Las Vegas.

A expectativa por uma luta decidida por pontos ou apenas nos assaltos finais é bem demonstrada nos números da Bumbet. A cotação para uma luta finalizada em mais de 11,5 assaltos é de R$ 1,55, não tão abaixo do que se espera para um duelo mais curto do que este volume, que pagaria R$ 2,30 para esta disputa pelo cinturão.

Há um dado em especial no cartel de Ward que indica sim uma decisão por pontos. Das suas últimas sete lutas, ele ganhou cinco por pontos e duas por nocaute técnico apenas nas instâncias mais decisivas dos duelos. Do inglês Paul Smith, em junho do ano passado, ele venceu por nocaute técnico no nono assalto. Contra o americano Chad Dawson, em 2012, o também nocaute técnico surgiu no nono assalto de uma luta programada para 12.

Olhando sua carreira, é preciso voltar para 2009 para encontrar uma luta curta, de apenas três assaltos. Todas as outras de lá até aqui duraram pelo menos nove.

Famoso pela mão pesada que o deixa com o preciso apelido de “Animal”, o russo Kovalev tem um espetacular índice de nocautes em 84% dos confrontos que disputou.

Esses duelos tendem a ser também mais curtos e diretos. Olhando para suas dez últimas lutas, o russo venceu duas no segundo assalto,  duas no terceiro, uma no quarto, duas no sétimo e outra no oitavo assalto, com duas decisões por pontos.

Kovalev tem 33 anos e está na ativa desde quando era um garoto de 11 anos. Mantém a tradição dos boxeadores russos de pegada fulminante, mas de certa lentidão ao se mover no ringue. Nada, porém, que o impeça de ser um dos mais temidos boxeadores do momento entre os super-médios.

Além do cartel e da idade, outra coincidência une Ward e Kovalev. Ambos têm resultados de destaque em outras competições do boxe mundial que não o profissionalismo. Ward foi campeão olímpico em Atenas-2004. Em 2007, Kovalev também obteve ouro, mas em competição de menor relevância, embora muita importância aos russos, os Jogos Mundiais do Exército, na Índia.

Será também a primeira luta de Ward em Las Vegas, prova de seu prestígio atual frente ao público americano.

Ele vai buscar a vitória a todo custo para selar este seu novo e importante vínculo com o mundo do boxe, e resta apenas saber se ele terá cacife para suportar duas importantes questões.

A primeira e já citada é a força brutal do desafiante Kovalev, que tem mãos que estão entre as mais pesadas do mundo.

A segunda questão que Ward vai precisar responder é se ele terá capacidade de nocautear o russo que já deu todos os sinais de aguentar os ataques de adversários ainda mais potentes que Ward. É de se imaginar que a vitória do americano, se vier, venha por pontos, como tantas outras. Se a história se repetir desta vez em Las Vegas, o triunfo de Ward por decisão dos jurados pagaria R$ 2,05 a cada R$ 1,00.

A mesma aposta aplicada em Kovalev renderia muito mais: simplesmente R$ 5,50. O empate entre os dois lutadores de cartel tão bons seria um dos lucros mais especiais do calendário, rendendo R$ 21,00 de retorno a cada R$ 1,00.

Comments