Melhores Sites De Apostas

Rosberg vence GP da Europa e abre vantagem para Hamilton

Na briga interna na Mercedes, piloto alemão lidera o Mundial de F1 com 141 pontos, contra 117 do atual campeão da categoria; Vettel e Sergio Pérez completaram o pódio

A primeiro prova de Fórmula 1 no Azerbaijão foi cercada de expectativa e promessa de muitas emoções. Mas o GP da Europa, disputado nas ruas de construções medievais de Baku, teve desfecho parecido com as provas de Mônaco, com poucas disputas por posição e com o pole position, Nico Rosberg (Mercedes), subindo no degrau mais alto do pódio. Completando os três primeiros colocados, Sebastian Vettel (Ferrari) e Sergio Pérez (Force India), respectivamente.

O brasileiro Felipe Massa (Williams) terminou em décimo lugar, última posição na zona de pontuação, depois de ter largado em quinto. A frustração de Massa se justifica por mais uma estratégia equivocada da equipe inglesa, que optou por dois pits stops, diferente de seu companheiro, Valtteri Bottas, que parou apenas uma vez e cruzou a linha de chegada em oitavo. Já o outro brasileiro na categoria, Felipe Nasr (Sauber) por pouco não pontuou. Mas o décimo segundo lugar foi um bom resultado para um carro que tem se notabilizado por ser um dos mais lentos do grid.

Com a vitória em Baku, Rosberg abriu 24 pontos de vantagem para Lewis Hamilton, que terminou a prova em quinto, na classificação do Mundial de Pilotos. O segundo lugar foi bom para Vettel, que agora soma 96 pontos na classificação, não se distanciar muito da dupla da Mercedes (Rosberg, com 141, e Hamilton, com 117). Já o companheiro do tetracampeão na Ferrari, Kimi Raikkonen, que completou a prova em quarto, ocupa a mesma posição na tábua de classificação da temporada, com 81 pontos. Felipe Massa caiu para nono, com 38 pontos, depois de ser ultrapassado por Pérez, agora, com um ponto a mais, em oitavo.

A corrida

Nico Rosberg largou de forma segura e manteve a liderança, seguido por Ricciardo (RBR), Vettel e Raikkonen. Diferente do habitual, Massa não iniciou bem a prova, perdendo a quinta posição para Pérez, depois de fritar os pneus antes da primeira curva. Felipe Nasr conseguiu ganhar duas posições, pulando de 15º para 13º. Em sua corrida de recuperação, Hamilton, que saiu em décimo, depois de um treino de classificação decepcionante, conseguiu superar Daniil Kvyat (STR), e fechou a terceira volta em 9º lugar.

Já na quinta volta, uma importante troca de posições na prova. Aproveitando-se da maior potência da unidade motriz da Ferrari, Sebastian Vettel superou Daniel Ricciardo no fim da reta dos boxes e, assim, assumiu a 2ª colocação. Naquele momento, Nico Rosberg liderava o GP da Europa com oito segundos de vantagem.

Apostando na estratégia de uma parada,  Lewis Hamilton assumiu o quinto lugar, já na décima volta. Na sequência, o tricampeão mundial ultrapassou Valtteri Bottas. Valendo-se da mesma tática, Rosberg ampliou, para 15 segundos, a diferença sobre Vettel, que foi para os boxes mais cedo, em função da troca antecipada da dupla da Red Bull.

Na vigésima primeira volta, Sebastian Vettel parou pela segunda vez, voltando em terceiro lugar. Com isso, ele perdeu a vice-liderança para Kimi Raikkonen, mas conseguiu retornar à pista na frente de Ricciardo, que sofria com o rápidos desgaste dos pneus. Com isso, o australiano acabou sendo ultrapassado, em sequência, por Pérez e Hamilton.

Na metade da prova, Nico Rosberg mantinha com facilidade a liderança, seguido pelos pilotos da Ferrari, mas com Vettel de novo em segundo. Já Hamilton não conseguiu manter o bom rendimento do início da prova, devido a problemas na configuração do volante do carro. A sete voltas do fim, o valente Fernando Alonso (McLaren) abandonou a prova com problemas no ainda decepcionante motor Honda.

Na última volta, Rosberg levava o carro à vitória com extrema tranquilidade e enorme vantagem para Vettel. Ainda assim, houve um momento de emoção com a ultrapassagem de Sergio Pérez sobre Raikkonen, que valeu ao mexicano um lugar no pódio.

A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 acontece no dia 3 julho, no Grande Prêmio da Áustria, no circuito de Spielberg.

Classificação:
  • 1º - Rosberg/Mercedes: 116 pts.
  • 2º - Hamilton/Mercedes: 107 pts.
  • 3º - Vettel/Ferrari: 78 pts.
  • 4º - Ricciardo/Red Bull: 72 pts.
  • 5º - Raikkonen/Ferrari: 69 pts.
  • 6º - Verstappen/Red Bull: 50 pts.
  • 7º - Bottas/Williams: 44 pts.
  • 8º - Massa/Williams: 37 pts.
  • 9º - Pérez/Force India: 24 pts.
  • 10º - Kvyat/Toro Rosso: 22 pts.
  • 11º - Grosjean/Haas:            22 pts.
  • 12º - Alonso/McLaren: 18 pts.
  • 13º - Hulkenberg/Force India: 18 pts.
  • 14º - Sainz Jr./Toro Rosso: 18 pts.
  • 15º - Magnussen/Renault: 6 pts.
  • 16º - Button/McLaren: 5 pts.
  • 17º - Vandoorne/McLaren: 1 pt.

Comments