Melhores Sites De Apostas

Rosberg vence GP do Japão e paga 190%

Rosberg

E Nico Rosberg acelera cada vez mais rumo ao título! O alemão levou a melhor sobre os concorrentes mais uma vez e venceu o GP do Japão válido pela 17ª etapa da temporada. O piloto da Mercedes venceu com tranquilidade após largar na pole position e garantiu R$ 1,90 para cada real em quem investiu no seu triunfo. Quem apontou o pódio também faturou R$ 1,25.

Seu resultado foi ainda mais comemorado, pois seu principal rival, Lewis Hamilton largou muito mal, caiu de segundo para oitavo, e só conseguiu chegar na terceira posição, garantindo R$ 1,25 por ter cruzado a linha entre os três primeiros. Completando o pódio apareceu Max Verstappen, da RBR, que chegou em segundo e deu R$ 2,00.  Mas a corrida também foi marcada por um fato raro: não teve nenhum abandono. Com isso, quem investiu que todos os carros completariam a corrida levou inacreditáveis R$ 13,00.

A vitória de Rosberg praticamente não foi ameaçada. Com um carro muito superior e sem seu companheiro de equipe por perto, o alemão manteve sempre uma vantagem maior do que quatro segundos. Foi a 23ª vitória do piloto, que agora aparece na 12ª posição na história de vencedores da categoria. Lá atrás, Hamilton corria atrás para consertar seu erro e seu esforço também foi recompensado para as estatísticas da Fórmula 1. Sua terceira posição rendeu seu centésimo pódio na carreira. Ele agora é o terceiro a alcançar este número - segue empatado com Alain Prost e atrás apenas de Michael Schumacher, que tem 155.

Se Verstappen teve um desempenho feliz, o mesmo não pôde ser dito a respeito do outro representante da RBR. Daniel Ricciardo não conseguiu repetir a boa apresentação da última corrida e chegou apenas em sexto. Por ter chegado na zona de pontuação, o piloto garantiu R$ 1,14 para cada real.

Na frente do australiano chegou a dupla da Ferrari, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. Os dois pagaram R$ 1,20 e R$ 1,16, respectivamente, por terem cruzado dentro do top 10. O alemão ainda foi o responsável pela volta mais rápida, que rendeu inacreditáveis R$ 9,00 por cada R$ 1,00 investido. Outra scuderia que teve destaque foi a Force India, que colocou Sergio Pérez e Nico Hulkenberg em sétimo e oitavo. As posições dos dois resultaram em R$ 1,25 e R$ 1,33.

O dia foi muito importante também para Felipe Massa, que conseguiu voltar a pontuar, o que garantiu R$ 1,90. O Brasileiro largou na 12ª posição, mas com uma boa estratégia de pit stop conseguiu ganhar três posições na prova e completou em nono. Seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, fechou a zona de pontuação e deu R$ 1,50.

A decepção do Japão ficou com a McLaren. Fernando Alonso também não conseguiu repetir o desempenho do último GP e sofreu com o carro até cruzar a linha de chegada em 16º. Seu parceiro, Jenson Button, amargou a 18ª posição. O Outro brasileiro, Felipe Nasr, chegou logo depois. O Campeonato da Fórmula 1 volta só daqui a duas semanas, dia 23/10, com o GP dos EUA.

Disputa pelo campeonato

A contagem regressiva para o título está chegando ao final e agora restam apenas quatro etapas para o término da temporada. Para a disputa do campeonato o duelo ficou restrito aos representantes da Mercedes. Rosberg é o líder com 313 pontos e garante R$ 1,20 se garantir esta primeira posição até o final. Hamilton está com 280 e oferece R$ 3,15 se conseguir tirar a vantagem de 33 pontos. Seria uma virada espetacular, levando em consideração que só restam 100 em disputa. A vantagem do alemão é tão confortável que ele não precisa nem vencer mais nenhuma corrida para levar o caneco. Com o resultado deste fim de semana, Daniel Ricciardo não tem mais condições de conquistar o troféu. O australiano tem apenas 212 e oito vitórias a menos que o líder.

Nos construtores, a Mercedes conquistou o título de forma antecipada, com 593 pontos. Amplamente favorita desde o começo da competição, ela só rendeu R$ 0,01 de lucro para cada R$ 10,00. A disputa por equipes sempre foi pela briga do segundo posto, principalmente entre a Red Bull, que está com 385 e a Ferrari, que tem 335. Ainda em aberto, caso a Red Bull fique com a segunda posição, o investidor fatura R$ 1,27 para cada real. Já se a Ferrari alcançar este lugar, pagará R$ 4,45/R$1,00.

 

Comments