Melhores Sites De Apostas

Flamengo vence América e sonha com título

Depois de começar o Campeonato Brasileiro derrapando, o Flamengo deu à sua fanática torcida novos sinais de encontrar uma formação que permite até sonhar com seu sétimo título na competição.

No jogo que fechou a 16ª rodada de um total de 38, o rubro-negro carioca venceu por 2x1 o América-MG. A partida foi em Cariacica, no Espírito Santo.

O triunfo do Flamengo fez a alegria dos apostadores que cravaram vitória rubro-negra. Segundo as estatísticas do Oddsshark.com/br, o resultado oferecia 2,30 reais de retorno a cada 1 real apostado.

O favoritismo do Flamengo era tamanho que as demais possibilidades estavam bem distantes da cotação rubro-negra: R$4,20 para o empate e R$ 9,60 para a vitória do América, uma das maiores zebras da rodada, ainda de acordo com o levantamento do Oddsshark.com/br.

A grande justificativa da disparidade é fácil de entender e está na tabela do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Flamengo, com a vitória, agora ocupa a sexta posição, com 27 pontos, o modesto América é o 20º e último colocado, com apenas oito.

Os quatro primeiros no Campeonato Brasileiro e que estariam classificados para a disputa da Libertadores da América de 2017 são, pela ordem, Palmeiras, Corinthians, Grêmio e Santos. O Flamengo acompanha esta briga de perto. Está só dois pontos atrás do alvinegro praiano.

Força no final

A vitória do Flamengo no Espírito Santo foi conquistada graças a um time disciplinado que soube a hora exata de fechar a partida e controlar o resultado.

O primeiro tempo teve predominância da marcação do time mineiro, que percebeu na noite desta segunda uma boa chance de empatar e somar mais um pontinho na desesperada briga para fugir do cada vez mais provável rebaixamento.

Mas o segundo tempo colocou a ordem de forças e de orçamentos também no placar. Os dois gols do Flamengo saíram em curto espaço de tempo, aos 10 e aos 14 minutos. O primeiro, do atacante peruano Paolo Guerrero, ex-Corinthians. O segundo, de Alan Patrick. O gol de honra do América foi marcado por Juninho, aos 31 minutos, mas a reação jamais se concretizou para a alegria da torcida rubro-negra, que saiu do estádio em festa.

O fator Guerrero

Questionado nesta temporada pelas fracas atuações e por uma forma física que deixava muito a desejar, o peruano Guerrero está revertendo o mau desempenho anterior à Copa América Centenário, finalizada há um mês nos Estados Unidos. Ele está rendendo nas últimas rodadas como nunca rendeu com a camisa do Flamengo.

Nesta segunda, contra o América, ele foi o grande destaque da partida. Desde o começo, brigou por espaços com os zagueiros e deu muito trabalho aos marcadores que em certos lances apelaram à rispidez na tentativa de pará-lo. Em vão.
 
Guerrero foi tão dominante que chegou a cavar um pênalti, sofreu outro e ameaçou sempre o gol. Tanto persistiu que foi premiado com a abertura do placar.

A boa forma de Guerrero vem em momento oportuno para o Flamengo, que contará com o entrosamento do atacante com o recém-chegado meio-campista Diego, ex-Santos e Seleção, no momento em que mais vai precisar, nas rodadas decisivas de um Campeonato Brasileiro que promete bastante disputa até os minutos finais.

A única ressalva que ficou da partida do Espírito Santo foi a atuação do lateral-esquerdo Chiquinho, o mais limitado flamenguista em campo.

Jogando no lugar de Jorge - fora por estar com o joelho machucado -, Chiquinho demonstrou nervosismo e pouca opção ofensiva. Recebia os passes e recuava a bola. Foi vaiado pela torcida do Flamengo, que se acostumou a ver na posição craques como Júnior, Leonardo e Felipe. Chiquinho logo saiu para a entrada de Rafael Vaz.

Os titulares levados a campo em Cariacica pelo surpreendente técnico Zé Ricardo, que a cada dia faz a torcida esquecer mais Muricy Ramalho, foram: Muralha; Pará, Réver, Juan e Chiquinho (Rafael Vaz); Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick (Adryan); Fernandinho (Gabriel) e Guerrero.

O América-MG jogou com João Ricardo; Pablo, Alison, Roger e Bruno Teles (Danilo); Leandro Guerreiro, Juninho, Osman e Alan Mineiro (Claudinei); Gilson e Victor Rangel (Michael). O técnico é Enderson Moreira, que balança no cargo a cada vez que perde.

A próxima rodada, a 17ª, neste final de semana, guarda jogos difíceis para os dois times. O Flamengo viaja a Curitiba para enfrentar o Coritiba no Estádio Couto Pereira às 16 horas de domingo.

Como se não bastasse a dramática posição na tabela, o América recebe também no domingo, mas às 18h30, no Estádio Independência, o Grêmio, terceiro colocado e já extremamente favorito no confronto.

Comments