Melhores Sites De Apostas

Jogos da Copa do Brasil têm odds curiosos... Veja o prognóstico

Prognósticos da Copa do Brasil

A Copa do Brasil conhecerá seus quatro semifinalistas nesta quarta-feira. Como nenhum clube tem a vantagem superior a um gol, todas as disputas estão abertas e uma classificação pode render alto. Prova disso é que o retorno mínimo para os duelos é de 60%. Para dar ainda mais dramaticidade aos confrontos, todas as oito equipes desta fase já conquistaram o torneio pelo menos uma vez.

Internacional vs Santos

De todos os jogos, o que tem retorno financeiro garantido mais alto é entre Internacional e Santos. Para o confronto no Beira Rio, o time gaúcho dá R$ 2,20 por cada real, enquanto os visitantes pagam R$ 3,10. O empate rende ainda mais, R$ 3,50. Porém, como perdeu a partida de ida por 2 a 1, só a vitória interessa para o Colorado. E caso sofra gols, a equipe da casa ainda precisará vencer por dois de diferença para avançar no tempo normal, o que garante R$ 4,40. Após um período bem conturbado, o Internacional conseguiu colecionar três vitórias nas suas últimas quatro apresentações e ganhou fôlego para esta disputa. Mesmo assim, a missão não será fácil. O Santos não perde há seis partidas e no confronto deste ano no Rio Grande do Sul, o alvinegro vendeu caro a sua derrota por 2 a 1 - placar que levaria o duelo para os pênaltis. Se isso acontecer, o lucro é de R$ 8,00 em cada real.

Palmeiras vs Grêmio

Em outro embate entre os dois estados, o Palmeiras precisa reverter o placar de 2 a 1 sofrido na partida de ida contra o Grêmio. Apesar de colecionar uma série invicta de 14 jogos no Brasileirão, o alviverde vive uma situação inversa e inusitada na Copa: duas derrotas seguidas. Se enfim vencer, o investidor leva R$ 1,91 por cada real. Já o triunfo gremista paga R$ 4,00. O empate, que é suficiente para o visitante avançar, rende R$ 3,40. Nos últimos dois anos, as equipes se encontraram cinco vezes, com duas vitórias para cada lado e um empate, com uma média de 3,20 gols por partida. Se a rede for balançada três ou mais vezes novamente, o retorno é de R$ 1,95.

Juventude vs Atlético-MG

Mais um gaúcho que entra em campo é o Juventude - e é a principal surpresa desta fase. Apesar de já ter levantado o caneco em 1999, o time é o único fora da elite nacional. Recentemente promovido para a Série-B, o clube tenta marcar o ano e continuar na Copa do Brasil. Para isso, precisa derrotar o Atlético-MG, o que dá R$ 5,00 em cada real investido. Como perdeu fora por 1 a 0, precisa repetir o placar para levar a disputa para os pênaltis. Se isso acontecer, os investidores ganham R$ 13,00. Já se quiser evitar este drama extra, só uma vitória por dois ou mais gols de diferença, o que também rende cifras interessantes, de R$ 10,50. Os mineiros que perderam no fim de semana para o Botafogo por 3 a 2 viram suas chances de ganhar o Campeonato Brasileiro reduzirem e devem focar na Copa do Brasil. Para alcançarem a semifinal, só precisam de um simples empate, o que paga R$ 3,80. Seu triunfo oferece R$ 1,67.

Cruzeiro vs Corinthians

Também nesta quarta-feira, Cruzeiro e Corinthians se enfrentam no Mineirão. O time da casa, que não ganha do adversário há sete confrontos, precisa da vitória para devolver os 2 a 1 e avançar. Este resultado dá R$ 1,80 por cada real, mas salta para R$ 3,00 se for por dois gols de diferença e elimina qualquer chance de desclassificação. Mas para isso terá que repetir o feito que não acontece há mais de quatro anos. O último triunfo do Cruzeiro por essa margem em cima do adversário foi em 17 de outubro de 2012, quando venceu por 2 a 0. Depois disso, venceu apenas mais uma vez até perder cinco e empatar dois dos encontros seguintes. Os paulistas chegam mais tranquilos, após engatarem duas vitórias seguidas e por terem a vantagem do primeiro jogo nas mãos. Se vencerem mais uma vez, os jogadores ganham R$ 4,33, já se empatarem rendem R$ 3,60. Quem preferir pode investir na dupla chance, com a combinação de triunfo e empate, que dá R$ 2,25 pela classificação.

Os mineiros ainda convivem com o risco de rebaixamento no Brasileiro, mas a sequência de quatro jogos sem derrotas trouxe mais alívio a Belo Horizonte. E a defesa é uma das principais responsáveis por este momento. Ela não foi vazada nenhuma vez neste período. Dito isto, o ataque preocupa, pois passou em branco nas últimas duas exibições da Raposa.

 

Comments