Melhores Sites De Apostas

Luta principal do UFC Fight Night 94 paga mínimo de 60%

Neste sábado (17/09), acontece o UFC Fight Night 94, em Hidalgo, no Texas (EUA). E só a luta principal já traz um retorno mínimo de 60% de lucro, segundo estatísticas do Oddsshark.com/br. O duelo entre Dustin Poirier e Michael Johnson ainda chega com mais destaque pelo fato dos lutadores serem de academias rivais na Flórida.

Vindo de quatro vitórias seguidas, Poirier paga R$ 1,61 por cada em real por manter a sequência. Já Michael Johnson tenta se recuperar de duas derrotas por pontos e dá R$ 2,37 por cada real. Quem investir que a decisão ficará por conta dos juízes novamente, fatura R$ 1,58.

Pelo peso médio, Uriah Hall (JAM) enfrenta Derek Brunson. (EUA). O americano vem da melhor fase na carreira. Saõ quatro vitórias seguidas, sendo que as três últimas por nocautes no primeiro round, contra Lorenz Larkin, Ed Herman, Sam Alvey e mais recente Roan Carneiro. Sua última derrota foi em janeiro de 2014. O Jamaicano por sua vez perdeu por pontos em sua última exibição. Mesmo assim, a trajetória recente de Hall é interessante. Ele venceu três por nocaute e perdeu duas, ambas por decisão dos juízes. Uma nova vitória paga R$ 2,50, enquanto Brunson dá R$ 1,57 em cada real se mantiver a sequência.

Quem chega com grande favoritismo nas lutas principais é Evan Dunham. O americano derrotou seus últimos três adversários e paga R$ 1,30 por cada real em caso de novo triunfo. Seu adversário da noite será Rick Glenn. Também dos Estados Unidos, o atleta é ex-campeão peso-pena do WSOF e foi contratado para substituir de Trujillo, em duelo pelos leves. Glenn se tornou campeão na organização anterior em junho de 2014 quando superou Georgi Karakhanyan, porém foi derrotado logo na sua primeira defesa, sendo finalizado por Lance Palmer no terceiro round.

Após a perda do cinturão, o americano lutou em mais três combates e saiu vitorioso em todos. Sua última vitória aconteceu em junho quando derrotou Ramiro Hernandez por pontos. Caso estreie no UFC com vitória, o investidor terá muitos motivos para comemorar, pois fatura R$ 3,50. O investimento que a luta não chegará ao terceiro round rende R$ 2,40.

No mesmo dia, Albert Morales enfrenta Alejandro Perez. O primeiro teve passagens por Bellator, WSOF, e, atualmente, lutava no RFA - e em sua última vitória atropelou o brasileiro Mário Israel com um nocaute em apenas 20 segundos. Mais experiente no UFC, Pérez foi campeão da primeira edição do TUF América Latina e vem de duas vitórias seguidas, contra Scott Jorgensen e Ian Entwistle. Quem vencer paga R$ 1,90 por cada real investido.

Duelos garantem mínimo de 80%

O octógono de Hidalgo também reserva dois combates que pagam no mínimo 80% de lucro para os investidores. Um deles envolve o brasileiro Roan Carneiro, que paga R$ 1,80 por cada real caso de vitória sobre Kenny Robertson. O adversário por sua vez garante R$ 2,00 pelo mesmo objetivo. A luta dos meio-médios envolve dois atletas que precisam se recuperar de derrotas. O brasileiro que havia ganho Mark Muñoz, caiu diante de Derek Brunson ainda no primeiro round. Já o americano foi derrotado por pontos para Ben Saunders, interrompendo uma sequência de três lutas vencidas.

Os mesmos retornos financeiros são aplicados entre Chris Wade e Islam Makhachev O americano que é tratado como um atleta bem promissor, engatou quatro vitórias seguidas na sua chegada ao UFC, mas acabou sendo derrotado por pontos para Khabilov em maio deste ano. Se levar a melhor dessa vez, o investidor fatura o dobro do valor aplicado. Recebendo R$ 2,00. Assim como seu adversário, o russo Makhachev também vem de um revés, porém por nocaute no primeiro round para o brasileiro Adriano Martins.

O lutador ainda se envolveu em uma polêmica recentemente. Ele estava escalado para o UFC on FOX 19, mas acabou sendo flagrado no exame antidoping. Porém, seu advogado argumentou que a substância encontrada teria sido prescrita por um médio para recuperação de uma cirurgia no coração. Com isso, a USADA decidiu retirar a suspensão provisória e liberar o atleta.

Odds do Card Preliminar

Nas lutas preliminares, três combates garantem no mínimo 50% de lucro. Já Erick e Augusto Montano podem render até 400% caso saiam com a vitória.

  • Gabriel Benitez (2.50) x (1.57) Sam Sicilia
  • Augusto Montano (4.00) x (1.25) Belal Muhammad
  • Joey Gomez (1.58) x (2.40) Jose Quinonez
  • Randy Brown (1.25) x (4.00) Erick Montano
  • Maximo Blanco (2.50) x (1.57) Chas Skelly
  • Antônio Carlos Junior (1.20) x(1.75) Leonardo Guimarães

Comments