Melhores Sites De Apostas

Pelas Eliminatórias, vitória paraguaia contra a Argentina rende 1183%; Venezuela é mandante mais lucrativa: 851%

Messi Argentina

Nesta terça-feira (11), as dez seleções que disputam as Eliminatórias Sul-Americanas enfrentam-se pela décima rodada, que marca o início do returno. Mesmo na metade do caminho rumo à Copa do Mundo de 2018, alguns times precisam reagir logo. É o caso do Chile, bicampeão da Copa América e que, hoje, tem apenas 25% de chances de classificação para o Mundial. Situação diferente vive o Brasil, que se recuperou brilhantemente e possui grandes possibilidades (80%) de lutar pelo hexa na Rússia.

Começamos o raio-x da rodada com os jogos que começam mais tarde. Às 21h30 (horário de Brasília), em Mérida, a lanterninha, Venezuela, recebe a Seleção Brasileira, vice-líder com 100% de aproveitamento desde que Tite assumiu o comando técnico. Entre os mandantes, é a equipe que tem a maior cotação: R$ 8,51 sobre cada real. Apesar de o valor encher os olhos, é preciso muita confiança em um time que, nos últimos cinco compromissos, vem de três derrotas e dois empates.

Na crista da onda, a equipe Canarinho está em grande fase, atuando com consistência e dando show no ataque. A “Neymardependência” da Era Dunga é coisa do passado. Tanto que a ausência do craque do Barcelona, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, não preocupa tanto, já que o plantel tem dado conta do recado. Feito o prólogo, está claro que o caminho certo é apostar no Brasil, que proporcionaria o rendimento de 37% nos aportes, enquanto que o empate vale R$ 4,87/R$ 1.

Mas vamos aos placares pré-determinados, favoráveis aos pentacampeões, que aumentariam o faturamento substancialmente. Um placar sólido, como o 2 a 0, paga o mesmo que o placar mínimo: R$ 7,00/R$ 1. Já uma goleada por 3 a 0 faz os ganhos saltarem para R$ 11,00/R$ 1. A mesma diferença de gols, mas na forma de um 4 a 1, traz a valorização dos sonhos: 1900%.

Às 20h30 (horário de Brasília), a Argentina preparou o “salão de festas”, em Córdoba, para recepcionar o Paraguai. Sob nova direção, com o comando de “El Patón” Bauza, os alvicelestes vêm de dois empates contra selecionados que ocupam a parte de baixo da tabela, Venezuela e Peru, no que resultou em uma queda do segundo para o quinto lugar na classificação, posição que garante o acesso à repescagem.

Apesar dos recentes tropeços, o Oddsshark.com/br crava a vitória argentina com a margem de resgate de 27%. É bem verdade que os paraguaios vão mal das pernas, com duas derrotas consecutivas. Mas como o futebol é imprevisível, a sorte pode sorrir para o time Guarani. É tudo o que os investidores querem, pois este palpite renderia a lucratividade de 1183%, a maior da rodada. E por que não imaginar que ambos levarão apenas um ponto? Vale a pena, pois dá para embolsar R$ 5,61/R$ 1.

Em Santiago, o Chile precisa, urgentemente, se recuperar diante do Peru, em partida marcada às 20h30 pelo horário de Brasília. A cinco pontos do quarto colocado, a Colômbia, última posição que garante vaga direta para a próxima Copa, a “La Roja”, no entanto, tem o aval do Oddsshark.com/br para conquistar os três pontos, resultado que possibilita aos investidores o retorno de 39%. Na condição de zebra, os peruanos podem aumentar o calvário chileno e levar os apostadores ao delírio, com a pomposa bagatela de R$ 8,01 por cada real. Se der coluna do meio, o faturamento é de R$ 4,91/R$ 1.

Duelo mais equilibrado da décima rodada envolve a seleção colombiana, que faz ótima campanha, e o líder das Eliminatórias, Uruguai, às 17h30 (horário de Brasília), em Barranquilla. O palpite mais seguro é confiar no triunfo dos donos da casa (lucro de R$ 2,12/R$ 1), que pode levar o Brasil à liderança – caso vença a Venezuela. O principal desfalque da Colômbia é justamente o astro da companhia, James Rodriguez, que está lesionado.

Já os uruguaios, com o superataque formado por Suárez e Cavani, estão em fase iluminada, quando perderam apenas um compromisso dos últimos cinco confrontos. O triunfo, que manteria a Celeste Olímpica na ponta da tábua de classificação, vai pagar R$ 3,71/R$ 1. Já o placar igual está cotado em R$ 3,25/R$ 1.

Fechando os prognósticos para os jogos de hoje nas Eliminatórias, o Equador vai até La Paz enfrentar a Bolívia, que tem sempre na altitude seu principal “reforço”. No entanto, os equatorianos estão acostumados a atuar acima do nível do mar. Mesmo na condição de visitantes, os comandados de Gustavo Quintero, que coincidentemente é boliviano, são os favoritos, quando o palpite vitorioso proporciona o resgate de 98% em cima dos investimentos.

Para tentar sair da penúltima posição, a seleção conhecida como “La Verde” não pode pensar em outra hipótese senão os três pontos, que garantiriam o rendimento de 381%. Mas fique ligado, pois o empate traz o ótimo retorno de 352%.

Comments