Melhores Sites De Apostas

River contraria prévia, empata e gera lucro de 304%

Foto: ASSOCIATED PRESS/Ap Images

Um dos mais extensos do mundo, o Campeonato Argentino de 30 clubes terminou na noite desta segunda (7) sua nona rodada com destinos diferentes entre seus principais protagonistas.

Em país de tamanha pressão em cima dos seus clubes grandes, o resultado do hoje principal clube argentino, o River Plate, chegou a surpreender.

Jogando no Palácio Ducó, o Estádio do Huracán porque o Monumental de Núñez estava recebendo o Guns N’ Roses, o River deixou a vitória escapar e não passou do empate por 1x1 com o líder Estudiantes de La Plata.

O gol dos “milionários”, como são conhecidos os torcedores e jogadores do River, foi marcado pelo atacante Lucas Alario, de pênalti. O do Estudiantes foi de Auzqui, de cabeça.

Com o resultado, o Estudiantes aumentou sua invencibilidade para 20 partidas, uma das mais longas em atividade no futebol sul-americano.

O empate em jogo tão parelho rendeu um lucro de R$ 3,04 a cada R$ 1,00. O River era favorito (R$ 2,19), com o triunfo do Estudiantes gerando um lucro ainda maior (R$ 3,36) que o empate.

O ponto conquistado em Buenos Aires deixou o Estudiantes sossegado na tabela, somando agora 23 pontos em 27 possíveis, com impressionantes 7 vitórias e 2 empates. O técnico do clube é o ex-zagueiro Nelson Vivas, de passagem por Boca, River, Inter de Milão, Arsenal e pelo próprio Estudiantes.

O clube que agora abre batalha frente ao líder Estudiantes é o Boca Juniors, que venceu no domingo o Gimnasia y Esgrima por 3x0 fora de casa. A diferença entre ambos, porém, é de sossegados cinco pontos em favor do Estudiantes.

O triunfo retornava o valor de favorito, em que pese o Boca jogar como visitante e ganhar fora de casa pela primeira vez em oito meses e meio.

Os gols do Boca foram marcados pelo contestado Darío Benedetto (dois) e pelo badalado Cristian Pavón, talvez hoje o melhor jogador em atividade no futebol argentino.

O expressivo triunfo dos “xeneizes”, como são chamados os torcedores do Boca pela sua ligação com os imigrantes italianos vindos de Gênova, pagou R$ 2,19 a cada R$ 1,00. Vinham depois o empate (R$ 2,96) e a vitória do Gimnasia y Esgrima (R$ 3,49).

O terceiro colocado hoje no Campeonato Argentino é outro time bastante conhecido no Brasil: o San Lorenzo do papa Francisco e da semifinal da Sul-Americana contra a Chapecoense.

O “Ciclón” - ciclone, apelido do San Lorenzo na Argentina - jogou em casa e venceu o seu principal rival local, o Huracán. A partida terminou 2x0 para delírio das 50.000 pessoas que lotaram o Nuevo Gasómetro, um dos estádios mais charmosos de Buenos Aires.

Os gols da vitória saíram um em cada tempo. E como sempre costuma acontecer na Argentina, o clássico foi repleto de confusão.

A primeira delas foi a marcação de um pênalti inexistente defendido pelo goleiro do Huracán no começo do segundo tempo. Pouco depois, Patrício Torranzo pisou em Fernando Belluschi e foi expulso. O Huracán protestou demais por avaliar que o pisão foi sem querer, o que condiz com a boa conduta de Torranzo em sua carreira.

O outro clube que completa o “G4” do Argentino é o Newell’s Old Boys que perdeu para o Racing por 2x1 no Cilindro de Avellaneda e se distanciou do líder Estudiantes. Newell’s, Boca e San Lorenzo têm a mesma quantidade de pontos, 18.

A vitória do Racing foi comandada por aquele que é hoje um exemplo de liderança e efetividade, o atacante Gustavo Bou, sempre na mira de clubes brasileiros interessados em seu futebol.

A vitória do Racing rendeu aos apostadores R$ 1,68 a cada R$ 1,00 investido. Se o Newell’s ganhasse, o lucro seria de 517%, prova da efetividade e da força do Racing em seu estádio. O empate estava cotado em R$ 3,43.

Esta foi a 9ª rodada completa do Campeonato Argentino:
  • Aldosivi (2,85) 0x0 Defensa y Justicia (2,56). Empate: 2,93
  • Gimnasia y Esgrima (3,49) 0x3 Boca Juniors (2,19). Empate: 2,96
  • Banfield (1,95) 1x1 Atlético Rafaela (3,99). Empate: 3,13
  • Rosario Central (2,32) 0x0 Independiente (3,18). Empate: 2,94
  • San Lorenzo (1,63) 2x0 Huracán (5,51). Empate: 3,49
  • Talleres (1,96) 1x0 Patronato (4,09). Empate: 3,05
  • Tigre (2,09) 2x1 Belgrano (3,62). Empate: 3,04
  • Colón (1,92) 1x0 Arsenal (4,11). Empate: 3,12
  • Quilmes (2,47) 1x0 Godoy Cruz (2,91). Empate: 2,98
  • Racing (1,68) 2x1 Newell’s Old Boys (5,17). Empate: 3,43
  • River Plate (2,19) 1x1 Estudiantes de La Plata (3,36). Empate: 3,04
  • San Martín (1,91) 2x0 Vélez Sarsfield (4,06). Empate: 3,19
  • Sarmiento (3,79) 1x2 Lanús (2,08). Empate: 2,95
  • Temperley (2,42) 0x0 Olimpo (3,15). Empate: 2,83
     

Comments