Melhores Sites De Apostas

Sem Guerrero, ainda vale apostar no Peru contra a Nova Zelândia? Veja como investir na Repescagem para o Mundial

É vencer e carimbar o passaporte para a Rússia! Quatro seleções disputam duas vagas para a próxima Copa do Mundo em confrontos que prometem fortes emoções

Aos poucos, os 32 países que aparecerão no álbum de figurinhas da Copa do Mundo da Rússia vão sendo definidos. 21 nações já são conhecidas, agora restam quatro vagas vindas da Repescagem europeia, três vindas da África e mais dois duelos intercontinentais que prometem demais! Quinto colocado na América do Sul, o Peru dá a volta ao mundo para encarar a Nova Zelândia - campeã da Oceania. Já Honduras, 4º da CONCACAF, batalha contra a Austrália, 3º na Ásia, por um lugar ao sol russo.

Para quem não se lembra, vale o lembrete: o confronto será em jogos de ida e volta em seus respectivos países com a presença do famigerado ‘gol qualificado’. O pontapé inicial será dado nesta sexta-feira (10) com os hondurenhos recebendo os Soccerroos no Estadio Olimpico de San Pedro Sula às 20h. Pouco mais tarde, às 1h15 do sábado (11), os peruanos enfrentam os All Whites no Westpac Stadium, na capital neozelandesa. 

Como era de se esperar, os times das Américas aparecem como favoritos nos confrontos: a vitória de Honduras está pagando R$2 por real e o triunfo sul-americano, mesmo sem o atacante Guerrero, rende R$1,75 por real no Bodog. Será que vale o investimento? Veja a prévia dos dois duelos.

Nova Zelândia x Peru

Após décadas de decepções, polêmicas e incompetência, o Peru está a duas partidas de retornar a Copa do Mundo - competição que não disputa desde 1982. Para carimbar o passaporte para a Rússia, La Blanquirroja precisar passar pela Nova Zelândia. Se a pressão pela classificação já era gigantesca, até pela distância de 112 posições no ranking da FIFA, a polêmica envolvendo o atacante Guerrero coloca um toque de pisco a mais nesse drink com vodka russa.

Odds em 06 de outubro, segundo o Bodog
  • 11/11 - 01:15 -  (R$5,00) Nova Zelândia x Peru (R$1,80); empate (R$3,50)

Como não podia faltar, claro que existe um escândalo envolvendo os peruanos. Como todos devem saber, o atacante Paolo Gerrero, maior artilheiro da história do país, foi pego no exame antidoping quando defendia seu país no mês passado e está suspenso preventivamente pela FIFA por 30 dias. A notícia caiu como uma bomba em Lima, pois a equipe perde sua maior referência ofensiva, a primeira opção nas bolas paradas e, acima de tudo, a maior liderança em campo.

Do outro lado, não espere um adversário passivo e defensivo. Apesar das três derrotas, a Nova Zelândia mostrou algum potencial na Copa das Confederações há alguns meses. O jovem técnico Anthony Hudson é bastante promissor e poderá contar com seus dois melhores jogadores que jogam na Premier League: Chris Wood do Burnley e Winston Reid do West Ham. Espere um time bastante equilibrado e explorando a pressão vivida pelos peruanos.

Acredite nos sul-americanos

Claro que a ausência de Guerrero será sentida, mas vale lembrar que o Peru só chegou a esse ponto pela capacidade do técnico Ricardo Gareca. Ele já jogou contra a Bolívia sem Guerrero recheando o meio-campo e deve repetir isso na Nova Zelândia. Acredite no comandante argentino! Além da vitória simples a R$1,75, outra boa opção é o triunfo peruano sem levar gols a R$2,75 / R$1 no Bodog. O palpite é 1 a 0 para o Peru pagando R$6 por real.

Honduras x Austrália

A trajetória de Honduras para chegar nessa repescagem é simplesmente memorável. Para os que não se lembram, o time começou o hexagonal final da CONCACAF muito mal e foi uma das decepções da Copa Ouro no meio do ano. Quando tudo parecia perdido, os hondurenhos arquitetaram uma série de quatro jogos de invencibilidade e roubaram a vaga dos EUA com uma vitória heroica por 3 a 2 contra o México. Agora o desafio é contra os australianos.

Odds em 06 de outubro, segundo o Bodog
  • 10/11 - 20:00 -  (R$2,00) Honduras x Austrália (R$4,20); empate (R$3,20)

Do lado australiano, também não faltou emoção. Após ficar em terceiro no seu grupo, os Soccerroos tiveram que passar por uma repescagem ainda dentro do seu continente contra a Síria. A vaga veio, mas a duras penas: com um gol derradeiro no segundo tempo da prorrogação. Certamente não vai faltar motivação contra o país da América Central.

Falando das equipes, há desfalques sentidos dos dois lados. Do lado de Honduras, o técnico Jorge Luis Pinto não poderá contar com o capitão Maynor Figueroa - que está suspenso. Do lado amarelo, o maior questionamento fica por conta do capitão e ‘alma’ desse time: o experiente Tim Cahill. O atacante briga com uma lesão no tornozelo e a presença dele em campo ainda é incerta.

Honduras vai para cima!

Não tenho dúvidas que os hondurenhos farão a famosa ‘blitz’ para buscar o resultado logo de cara - impulsionados pelo fanático torcedor. Eles devem vencer a primeira batalha, mas também devem dar alguns espaços aos australianos. Além da vitória simples a R$2,00, outra boa opção é o triunfo de Honduras com ambos marcam a R$5,50 / R$1 e só ambos marcam a R$2,10 no Bodog. A cravada é 2 a 1 para os hondurenhos pagando R$9 a cada real.

Comments