Melhores Sites De Apostas

UFC FIGHT NIGHT  90: EDDIE ALVAREZ ATROPELA RAFAEL DOS ANJOS

O americano Eddie Alvarez surpreendeu os fãs do UFC - especialmente os brasileiros. Na noite desta quinta (7), em Las Vegas, ele demonstrou toda sua força ao nocautear, logo no primeiro assalto, o niteroiense Rafael dos Anjos e tomar seu cinturão dos pesos leves no principal combate do UFC Fight Night 90.
 
O duelo começou equilibrado, mas Alvez acertou um violento cruzado certeiro no queixo de Rafael. O brasileiro tentou resistir, mas foi nocauteado ainda no primeiro assalto. O resultado frustrou quem esperava que Rafael confirmasse o favoritismo anunciado na véspera pelo seu treinador.

Alvarez, de 32 anos, além da façanha de nocautear Rafael, entrou para a história com o resultado de Las Vegas. Ele se tornou o primeiro lutador a somar os títulos do Bellator e do UFC. 

“Acho que o juiz fez certo. Eu não estava completamente desmaiado - estava vendo as coisas, mas não vou mentir, estava meio grogue. Não vou reclamar do juiz, não. O Eddie fez um bom trabalho. Eu estava numa forma física muito boa. Mas luta é isso. Tomei um soco por cima da guarda e ele aproveitou o momento", descreveu Rafael. "Luta é isso, um dia ganha, outro dia perde. Vou voltar mais forte. Sou novo e tenho muita coisa para melhorar. Conto com a torcida de todos."

O card principal do UFC Fight Night 90 teve outras três lutas. Pelos pesados, Derrick Lewis superou Roy Nelson por decisão dividida dos juízes. Nos médios, por decisão unânime, Alan Jouban derrotou Belal Muhammad. Nos leves, o irlandês Joseph Duffy finalizou Mitch Clarke com um mata-leão logo no primeiro assalto.
 

BRASIL VENCE CINCO DE SETE LUTAS

Embora a expectativa da vitória de Rafael dos Anjos não se confirmasse, o Brasil saiu no lucro no card preliminar. Foram cinco vitórias nas sete participações do país.

O paraibano Alberto Miná não deu chances para o veterano Mike Pyle, definindo o combate logo no segundo assalto. São agora 13 vitórias em 13 lutas. Já o manauara Dileno Lopes perdeu pata Anthony Birchak por decisão dividida em duelo válido pelos galos.

O também peso-galo Pedro Munhoz finalizou Russel Doane na guilhotina logo no primeiro assalto. Na mesma categoria, Felipe Sertanejo ganhou de Jerrod Sanders com um arm-lock no segundo assalto. Gilbert Durinho, nos pesos-leves, voltou a finalizar - desta vez, o polonês Lukasz Sajewski.

Nos galos, o mexicano Marco Beltran finalizou Reginaldo Vieira. A última vitória brasileira da lista veio de Vicente Luque, que encaixou um triângulo de mão invertido e fez Álvaro Herrera bater. O combate valeu pelos meio-médios.

CLAUDIA BUSCA REVANCHE NO UFC

Ainda em Las Vegas, na noite desta sexta-feira ocorre o aguardado duelo entre a brasileira Claudia Gadelha e a polonesa Joanna Jedrzejczyk, valendo o cinturão dos pesos-palhas (52 kg). Claudia pode ser a primeira brasileira a obter o cinturão do evento.

De acordo com as estatísticas do oddsshark.com/br, Joanna tem margem de probabilidade para vencer de 1.79. Ou seja, a cada 1 dólar apostado, leva só 79 cents de lucro com seu triunfo.

A vitória de Gadelha oferece lucro maior: 2.07.

Gadelha e Joanna se enfrentaram em dezembro de 2014, com vitória da polonesa por decisão dividida. Provocadora e muitas vezes ríspida, a polonesa já demonstrou que vai levar o jogo psicológico às últimas consequências, repetindo a tática adotada no primeiro confronto entre as duas.

A noite contará com participação brasileira em outros quatro combates. Thiago Tavares (2.75, segundo o OddsShark) enfrenta Doo Ho Choi pelos pesos-penas, e Joaquim Silva (1.80) encara o americano Andrew Holbrook.

Fernando Bruno contra Gray Maynard, pelos penas, Matheus Nicolau contra John Moraga pelos moscas, e Cézar Ferreira x Anthony Smith, pelos médios, fecham o card da noite desta sexta em Las Vegas.
 

Comments