Melhores Sites De Apostas

Prognósticos da NFL se confirmam nos playoffs

Foto: Jonathan Ferrey/Getty Images

Três dos quatro palpites foram cravados na primeira etapa eliminatória

Quem acompanhou nossa matéria na quinta-feira não se arrependeu e cravou no mínimo três dos quatro dos jogos deste fim de semana da NFL.  Logo de cara, abrindo o sábado, o Houston Texans passou com autoridade para cima do Oakland Raiders e rendeu R$ 1,45 por cada real, de acordo com dados do Bet365.

Apesar da boa campanha do Oakland Raiders, o time sofreu com a inexperiência de Connor Cook, como adiantamos que poderia acontecer. O jovem não conseguiu manter o nível dos quaterbacks anteriores e foi facilmente dominado pelo adversário. Do outro lado, os Texans mantinham seu padrão e foram para o intervalo com um placar de 20 a 7.

Sem ser ameaçada, a equipe da casa começou a gastar o relógio e foi administrando a vantagem até o final, quando os dois times ainda anotaram mais um touchdown e fecharam o duelo em 27 a 14. Foi uma péssima volta aos playoffs para os Raiders, depois de 15 anos de ausência, mas excelente para você que investiu em uma diferença de 10 pontos, pois rendeu excelentes R$ 3,00 em cada real.

Seahawks passeia em campo

Quem assistiu o final da temporada regular do Detroit Lions tinha a certeza que a franquia não iria longe, e não deu outra. A equipe foi massacrada pelo Seattle Seahawks e se despediu da temporada. O resultado era barbada, dando R$ 1,23 por R$ 1,00, mas a diferença no placar, que terminou 26 a 6, rendeu fantásticos R$ 4,70.

E olha que a franquia de Seattle nem precisou ter uma grande atuação... apenas usou seu jogo terrestre e contou com uma defesa consistente. Esta receita resultou em 29 minutos sem sofrer nenhum ponto e apenas dois field goals em todo o confronto.

Na frente, o nome foi Thomas Rawls. Tido como o sucessor de Marshawn Lynch, o running back do Seahawks quebrou o recorde de jardas em um jogo de playoffs, que era exatamente de Lynch, na final da NFC de 2014. A marca que era de 156 jardas foi superada pelas 161 de Rawls e encheu a torcida de expectativa para o resto da competição. Outra figura importante foi Paul Richardson, que fez uma recepção incrível e abriu o placar em um momento que o duelo ainda poderia se complicar.

Primeiro quarto mágico carimba vaga dos Steelers

Não foi preciso esperar muito tempo para confirmar que o Pittsburgh Steelers iria de fato atropelar o Miami Dolphins. Com oito minutos de bola voando já estava 14 a 0, com dois touchdowns de Antonio Brown, que correu tranquilamente até a endzone nas duas ocasiões. Os visitantes até ameaçaram uma reação no final do primeiro quarto, com um field goal, mas mesmo assim a diferença ainda era extremamente confortável. Em seguida, os Steelers mantiveram o ritmo e anotaram mais um touchdown logo no segundo quarto, enquanto os Dolphins só conseguiram reagir com field goal.

Com tamanha superioridade de um dos lados, o martelo foi batido no terceiro quarto, quando a equipe da casa fez 30 a 6 e não deu mais chances de qualquer surpresa. Os visitantes ainda descontaram, mas era tarde para evitar o R$ 1,15 de retorno pela vitória e os R$ 2,84 pela diferença de 18 pontos no placar. Outro lucro interessante foi no investimento que o duelo teria mais de 40 pontos, que deu 42% em cima do valor aplicado.

Packers viram e quebram rodada perfeita

Fechando a rodada, o Green Bay Packers recebeu o New York Giants e tentava quebrar a saga de ser eliminado nos últimos dois encontros com o adversário em playoffs. Quando tudo começou, a previsão de que os Giants levariam a melhor ganhou forma quando os visitantes anotaram dois field goals e abriram 6 a 0 no placar. Além da vantagem, a defesa estava parando o adversário, porém, aí entrou em ação Aaron Rodgers. O quarterback foi sem dúvida o responsável pela virada e o triunfo que pagou R$ 1,43 por cada real. O jogador acertou dois passes sensacionais para colocar os Packers na frente, com 14 a 6 na ida para o intervalo.

Na volta, os visitantes até reagiram, com uma grande jogada e encostando, mas a reação não durou nem três minutos. O time da casa abriu novamente 11 de vantagem e daí em diante foi um show para a torcida. Os Packers anotaram mais 17 pontos e fecharam em 38 a 13, rendendo R$ 5,60 pelo saldo. A revanche veio em grande estilo e impediu um prognóstico com 100% de aproveitamento na rodada.

Comments