Melhores Sites De Apostas

Novo número 1, Nadal tenta coroar sua recuperação com o título de Cincinnati

Espanhol está nas quartas de final do Masters 1000 e encontra adversários acessíveis no caminho rumo à taça

Rafael Nadal deu mais um exemplo de superação ao vencer lesões e críticas e virar, nesta semana, o novo número 1 do mundo do tênis. Lenda viva das raquetes, o espanhol de 30 anos sabe perfeitamente que só os bons resultados vão mantê-lo no topo. E quem gosta do esporte tem uma opção imperdível nos próximos dias com a reta final do Masters 1000 de Cincinnati, último torneio antes do US Open, evento que encerra a temporada 2017 do Grand Slam.

Um mito e vários obstáculos

O jogo que abre a fase de quartas de final nesta sexta-feira será justamente o de Rafael Nadal. O espanhol fará, às 14h (de Brasília), um duelo contra o compatriota Albert Ramos. A comoção deve dominar o encontro em virtude dos terríveis atentados terroristas sofridos ontem em Barcelona.

Ramos não deve oferecer resistência a Nadal. Ele é o 24º do mundo e até tem um ou outro recurso para incomodar Rafa, mas há um verdadeiro bloqueio psicológico dos espanhóis quando enfrentam Nadal. Isso é filme repetido desde os tempos em que Carlos Moyá, Juan Carlos Ferrero, Fernando Verdasco e Feliciano López sofriam mais com a própria cabeça que com o jogo de Rafa. E esta nova geração segue sem saber o que fazer para derrubar tal barreira.

Todos os demais participantes que seguem no Masters 1000 de Cincinnati também podem encontrar dificuldades mentais que favoreçam o caminho de Nadal ao título.

E este caminho está mais do que aberto, a começar por hoje. A vitória de Nadal sobre Ramos praticamente devolve o valor apostado. De acordo com o Bet365, o triunfo de Rafa rende apenas R$ 1,07 a cada R$ 1,00 investido, enquanto a possibilidade de vitória de Albert Ramos tem valores quase irreais: R$ 8,24/R$ 1,00!

A força da nova geração

O jogo seguinte ao de Nadal já deixa bem claro como o espanhol é um veterano em um circuito que já apresenta o inevitável passar do tempo. Revelação do tênis há pelos menos cinco anos, o búlgaro Grigor Dmitrov mede forças às 15h30 (de Brasília) contra a zebra japonesa Yuichi Sugita, de apenas 19. É a primeira experiência de Sugita neste nível de competição, então o mais lógico é que Dmitrov, de resultados sólidos até mesmo contra Federer e Djokovic, não tenha problemas em avançar para a semifinal.

Outro confronto de um tenista consolidado contra um azarão será o caso do duelo norte-americano entre o desconhecido Jared Donaldson e o grandalhão John Isner. Medindo quase 2,10 metros, Isner tem o saque mais violento do circuito, mantendo uma frequência de serviço sempre acima dos 200 km/h. Tal arma é ainda mais poderosa na quadra dura - o cimento favorece sempre os golpes violentos por conta da rapidez do jogo e da falta de tempo de reação que o adversário encontra.

A sexta-feira das quartas de final de Cincinnati termina com um duelo que no começo da competição parecia improvável. Às 20h (de Brasília), o austríaco Dominic Thiem encara o espanhol David Ferrer, uma versão mais humana de Rafael Nadal. Depois de ser dado como aposentado e lidar com muitas desconfianças sobre o seu limitado jogo, Ferrer mostrou que segue o brigador de sempre. Suas armas para vencer Thiem, porém, são praticamente inexistentes, e só uma surpresa gigante vai impedir que o austríaco de tênis eficiente e vistoso não avance para a semifinal.

Se der a lógica, o Masters 1000 de Cincinnati teria as seguintes semifinais logo amanhã: Nadal x Thiem, duelo de grande equilíbrio, mas com favoritismo evidente de Nadal por conta de sua intenção de fechar o torneio com o título; e Isner x Dmitrov, outra partida muito parelha e com a chance real de Isner, empurrado pela torcida, chegar à decisão.

Se esta final ocorrer, será o sonho dos organizadores, que teriam em quadra um jogador da casa contra uma lenda viva do tênis - e justamente na semana em que assume de volta o número 1 do mundo.

Quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati

Sexta-feira, 18 de agosto

Odds em 18 de agosto, segundo o Bet365

  • 14:00 – (R$ 1,07) Rafael Nadal x Albert Ramos (R$ 8,24) – Palpite: Nadal
  • 15:30 - (R$ 1,28) Grigor Dmitrov x Yuri Sugita (R$ 3,61) - Palpite: Dmitrov
  • 17:00 – (R$ 3,33) Jared Donaldson x John Isner (R$ 1,31) – Palpite: Isner
  • 20:00 - (R$ 1,50) Dominic Thiem x David Ferrer (R$ 2,51) – Palpite: Thiem

Comments