Melhores Sites De Apostas

Algoz de Ronda Rousey lidera card recheado de brasileiros em Chicago

A ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC e responsável por destronar Ronda Rousey, Holly Holm, voltará ao octógono neste sábado (23), quando medirá forças com a russa radicada no Peru Valentina Shevchenko. Válido pelo UFC on Fox 20, o combate lidera o card que será disputado na cidade de Illinois, em Chicago (EUA), e será a chance da americana se recuperar do revés sofrido no começo do ano para Miesha Tate, quando perdeu o título do Ultimate. A noite de lutas também conta com enorme participação de brasileiros no show.

Ex-campeã mundial de boxe, Holm possui um cartel com dez vitórias e apenas uma derrota – exatamente para Miesha, em março. Treinando na Jackson MMA juntamente com nomes como Jon Jones e Yoel Romero, a loira é consideravelmente favorita diante de Shevchenko. De acordo com estatísticas do site ‘OddsShark.com/br’, a cada dólar investido na americana, é possível levar para casa apenas 1,26. Em compensação, se a ousadia tomar conta do jogador e ele decidir investir na russa, essa proporção fica em 3.69.

Assim como Holly Holm, Shevchenko também vem de resultado negativo. Ela perdeu para a brasileira Amanda Nunes em março deste ano por decisão unânime dos juízes - posteriormente, a baiana viria a ser campeã do UFC ao nocautear Miesha Tate no início deste mês. Adepta do boxe e do muay thai, a russa deve mudar um pouco suas características diante da americana. Isso porque Holm é exímia lutadora da Nobre Arte e tem como seu carro-chefe a trocação em pé.

Será a quarta luta de Holm pelo Ultimate. A russa tem menos experiência dentro do octógono e vai para o seu terceiro combate pelo maior torneio de MMA do mundo. Outra vantagem que a americana carrega consigo é a diferença de altura. Com 1,72m, ‘The Preacher's Daughter’ é sete centímetros mais alta que sua oponente e também possui leve superioridade no alcance. Quem vencer poderá dar um passo grande para poder disputar o título que hoje pertence a Amanda Nunes – isso, claro, se Ronda Rousey não decidir retornar e furar a fila do cinturão.

Barboza faz o co-main event buscando a cinta

A segunda luta mais aguardada da noite interessa bastante aos fãs brasileiros. Atual número cinco do ranking dos leves (70 kg), Edson Barboza terá pela frente Gilbert Melendez, ex-campeão do Strikeforce. Uma vitória pode colocar o atleta de Nova Friburgo muito bem no cenário pela briga pelo cinturão que hoje pertence a Eddie Alvarez.

Um dos lutadores com o estilo mais bonito de luta em pé, Barboza já proporcionou nocautes espetaculares dentro do Ultimate. O brasileiro vem de vitória diante do ex-campeão Anthony Pettis onde mostrou também que sabe jogar com o regulamento debaixo do braço ao anular o americano por três rounds em abril deste ano. Contra Melendez, novamente ele terá que utilizar a estratégia certa para passar por cima de um wrestler de primeira qualidade como o norte-americano.

Um fator que pode pesar a favor de Barboza é o tempo que Melendez está longe dos octógonos. Flagrado no exame antidoping depois de sua derrota para Eddie Alvarez no UFC 188, o americano está há mais de um ano sem lutar por conta da punição imposta pela USADA (agência norte-americana antidopagem). Com três derrotas e apenas uma vitória no Ultimate, Gilbert está bastante pressionado.

Por todos estes motivos, Barboza é considerado favorito com índice de 1.45, enquanto que Melendez aparece com 2.58. Ou seja, o lucro será de 1,58 para 1 dólar depositado na vitória do norte-americano.

Mais brasileiros invadem o card de Chicago

Além de Barboza, outros cinco brasileiros estarão no UFC Chicago. Alex ‘Caubói’ dará sequência a sua insana caminhada no Ultimate e pega o americano James Moontasri. O brasileiro que entrou no torneio no início do ano passado e já fez cinco combates vem de derrota para Donald Cerrone em fevereiro deste ano. Entretanto, ele aceitou a luta de última hora e dessa vez terá tempo de verdade para se preparar para entrar no octógono e isso dá o favoritismo ao bom lutador mineiro.

O peso-pesado Luis Henrique ‘KLB’ também estará em ação diante de Dmitry Smoliakov. Vindo de derrota para Francis Ngannou em sua estreia no Ultimate, o brasileiro de 22 anos está pressionado para conquistar um bom resultado e se livrar de uma possível demissão. Fazendo sua primeira luta pelo UFC, o russo ainda não sabe o que é perder após oito apresentações como profissional de MMA.

O UFC on Fox 20 ainda conta com Godofredo Pepey, finalista do TUF Brasil 1, encarando Darren Elkins e o duelo entre brasucas Leonardo ‘Macarrão’ x Michel Prazeres.

Comments