Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Equipe Odds Shark sai da 8ª rodada do Brasileirão 2020 com 60% de aproveitamento

Foto: Buda Mendes/Getty Images

Inter e Grêmio derrapam no fim de semana e protagonizam maiores zebras; Flamengo, Atlético-MG e São Paulo confirmam boa fase

A equipe Odds Shark não sabe fazer feio. Foi uma rodada com palpites certos em seis dos dez jogos da 8ª rodada do Brasileirão 2020. Acertar resultados, acima da média, em uma das ligas mais disputadas e equilibradas do mundo é coisa de profissional. Portanto, nosso rendimento está longe de ser fruto do acaso. Na sequência, confira um resumo da nossa “atuação” com os odds do Bodog.

Os Melhores Sites de Apostas

6 x 10: Odds Shark na rodada 8 do Brasileirão 2020

Vamos começar pelos acertos? Não. Deixemos a parte boa para o fim. Vamos analisar os resultados fora da curva que apenas videntes adivinhariam. O líder Internacional, pelo visto, não entrou em acordo com a sorte. O Bahia vinha de duas derrotas – sendo a última por 5 a 3, em casa, contra o Flamengo – e mais dois empates.

Em pleno Beira-Rio, quem apostaria num tropeço diante do Tricolor de Aço? Talvez o torcedor do “Baêa” e quem buscava uma cota a fundo perdido. E quem foi no empate se deu bem. Aliás, placar igual que os visitantes buscaram aos 51 do segundo tempo. Zebraça que pagou 4 para 1, de acordo com o Bodog. Paciência. Quem também mandou mal foi o Grêmio. Ok, partida fora de casa contra o Atlético-GO. Mas o Dragão era (e continua sendo) o antepenúltimo colocado. Do Tricolor Imortal espera-se sempre mais. Empate que nos custou caro, mas acontece.

O Corinthians também era uma esperança, depois de bater o Goiás e por enfrentar, em pleno Itaquerão, um Botafogo que se mostrava muito inconsistente. No entanto, o Timão voltou a atuar muito mal e arrancou um pontinho salvador no apagar das luzes. Por fim, o Ceará, que vinha muito bem, acabou perdendo, no Castelão, para um Santos que tinha somado apenas um ponto nos últimos nove. Outra zebra.

Hora de falar da parte boa. Valeu, Gabigol! O artilheiro nos salvou, pois nosso palpite era pela terceira vitória seguida do Flamengo. Pior para o Fortaleza, que ficou em desvantagem aos 41 do segundo tempo e não conseguiu buscar o empate – placar final: 2 a 1. Outro rubro-negro que tinha a nossa confiança era o Sport. Afinal, depois de bater o Grêmio, em Porto Alegre, a expectativa era grande para mais três pontos – contra o cambaleante Goiás. Dito e feito: 2 a 1.

Outro movimento interessante foi confiar no São Paulo, mesmo depois de ter sido goleado pelo Atlético-MG (3 a 0) na rodada 7. Como o Tricolor do Morumbi foi prejudicado pelo VAR, isso certamente trouxe um abalo de confiança e contribuiu para o marcador dilatado no Mineirão. Como o time de Diniz apresentava inconteste evolução e atuaria, em casa, valeu nosso palpite no vice-líder do Brasileiro, que bateu o Flu por 3 a 1 e proporcionou lucro de 1,90 para 1, segundo o Bodog.

Outras equipes que bancamos e fizeram bonito contra os paranaenses da Série A, pelo placar mínimo, foram Galo e Vasco. Os mineiros jogaram o suficiente para bater o Coritiba, no Couto Pereira, enquanto o Gigante da Colina, com São Januário sempre como fator diferencial, superou o apático Athletico-PR. Detalhe: atleticanos e vascaínos estão muito bem no G-4.

 

31/08/2020

Nossa “bola de cristal” só não funcionou, por pouco, no clássico São Paulo e Corinthians e no polêmico Santos x Flamengo

Confiou nos palpites da equipe Odds Shark na sexta rodada do Brasileirão 2020? Se foi seu caso, certamente, a satisfação se expressa em um sorriso de uma orelha à outra. Afinal de contas, nosso time, que não é parado nem pelo VAR, por pouco não gabaritou: foram seis palpites certeiros nas oito partidas do fim de semana na primeira divisão. A seguir, confira como escrevemos esse roteiro de sucesso com a inspiração dos odds do Bodog.

Os Melhores Sites de Apostas

Show do Odds Shark na rodada 6 do Brasileirão 2020

Só para dar um resumo, os únicos duelos em que a gente não colocou din-din na conta foram a vitória do São Paulo sobre o Corinthians e o triunfo do Flamengo pra cima do Santos. E por muito pouco. Nosso palpite era o empate, no Morumbi, mas o Brenner deu os três pontos ao Tricolos já nos acréscimos do segundo tempo. Na Vila Belmiro, o VAR estragou o jogo com decisões pra lá de contestáveis. Também sugerimos o placar igual, mas o Gabigol resolveu a parada.

Mas vamos falar de coisa boa, ou seja: lucros nas alturas. Foram dois em especial, pois bancamos dois marcadores exatos que se confirmaram. Se faltou sorte no dérbi paulista, o Bahia, com um gol aos 49 do segundo tempo contra o Palmeiras, foi determinante para o nosso faturamento de 5.85 para 1, pois sugerimos o desfecho em 1 a 1. A outra “mitada” foi assinada por dois redatores, que bancaram a vitória do Coritiba pra cima do Sport Recife. Um dele foi além e determinou: Coxa 1 a 0. Lucro de 6.00 para 1! Não perca as contas.

Agora sim com a ajuda do VAR, que apareceu muito além da conta no triunfo do Internacional sobre o Botafogo, veio a aposta com lucro em dobro, mas não foi legal. É preciso uma mudança radical nos critérios do árbitro de vídeo, pois o impacto nos resultados têm sido enormes e prejudicial aos prognósticos. Outra tacada de mestre foi confiar na recuperação do Fluminense, que bateu o então invicto Vasco no clássico realizado no Maracanã. Como bem adiantou nosso redator, as três vitórias seguidas foram fundamentais para o palpite no Fluzão contra o Gigante da Colina. Faturamento de 1,58 para 1.

Agora, vamos falar sobre a dupla da capital cearense que nos trouxe ainda mais felicidade. A nossa confiança mostrou-se frutífera, pois era evidente a recuperação do Fortaleza, que despachou o RB Bragantino (lucro de 2.10), assim com o pujante Ceará, que alcançou o terceiro triunfo consecutivo na temporada ao derrotar, fora de casa, o Atlético-GO (rendimento de 2.40 para 1). Sempre bom lembrar que usamos os odds do Bodog.

Vamos às contas? A parte que dá prazer aqui. Tomemos como base o investimento mínimo de R$ 1 por jogo. Portanto, você teria tirado da conta R$ 8. Total do lucro bruto: R$ 19,93. Logo, além de recuperar o investimento, você ficaria com mais R$ 11,93. Agora, imagine se, em vez de R$ 1, tivesse sido R$ 5 ou R$ 10 por partida.

Precisa dizer mais? São quatro anos de um serviço consolidado com a chancela Odds Shark. Para que quebrar a cabeça? Confie nos nossos redatores e corra para o abraço ao fim de cada rodada no Brasileirão 2020.