Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Netflix Vs Coronavírus: Saiba quais as chances da Netflix entrar em colapso durante a quarentena

Logo Netflix
Foto: Divulgação

O Coronavírus parou o mundo todo, menos os sites de apostas. Mesmo com interrupções em vários campeonatos de esporte, como a Libertadores e Champions League, ainda é possível fazer dinheiro com apostas – e sem sair de casa e se expor ao vírus. O Bodog criou uma nova variedade de apostas sobre diversos temas relacionados à quarentena, como qual companhia aérea vai falir primeiro ou até se sites de pornografia vão estar entre os mais acessados. Uma aposta que promete é: a Netflix vai ter uma grande interrupção global nos próximos 30 dias [até 23 de março]? À primeira vista, o momento parece perfeito para a Netflix, com todo mundo dentro de casa. No entanto, o excesso de dados exigidos pode colocar a rede em xeque. E ai, acha que a Netflix vai entrar em colapso? Confira os odds!

Spoiler: a Netflix não deve paralisar

Os odds mostram que um colapso da Netflix é altamente improvável: o SIM para a interrupção é avaliado em incríveis 21.00. Ou seja, se você apostar R$ 1, vai receber de volta R$ 21 se a Netflix colapsar. Enquanto isso, os odds para NÃO estão a cotados a míseros 1.01. Para apostar, cadastre-se no Bodog, clique em “Todos os esportes” e acesse a página de Entretenimento.

Risco de pane na rede é baixo

Antes de entender porque a Netflix não deve ser interrompido, é importante definir o que significa essa interrupção. Segundo o Bodog, para o Sim ser vencedor, a Netflix tem que ficar sem acesso por todo o mundo. Apostas feitas no dia que saírem as notícias serão anuladas. A aposta foi criada no fim de fevereiro, ou seja, o prazo de 30 dias se encerra no dia 23 de março. Até o momento, a Netflix não foi interrompida e nem deu sinais de que vá ser nos próximos dias. Esse é o principal motivo pelo valor da aposta ser tão alto.

O que é mais provável para os próximos dias é que os serviços de streaming ganhem ainda mais dinheiro, tendência que pode ser observada pela quantidade de buscas por Netflix no Google, que dobrou no último mês. Cabe notar que atualmente a concorrência da Netflix é bem maior, seja por outros serviços como o Amazon Prime Video e o Disney+, seja pela pirataria. Essa competição deve dividir a demanda, evitando sobrecargas. Outro ponto interessante nessa disputa é a ampliação de serviços oferecidos, como a Netflix Party, que permite sincronização da reprodução de vídeos em grupos de pessoas, cada uma em sua casa.

Europa quer restringir Netflix

Por mais que a Netflix pareça segura nos próximos dias, existe a crença de que toda a rede de internet pode ter problemas. De fato, em países mais atingidos pela doença, como a China e a Itália, a utilização da rede aumentou em 25%, o que pode trazer lentidão e sobrecarga de servidores.

Face a isso, há movimentos que pretendem restringir os serviços de streaming para proteger as redes. O maior exemplo disso é um pedido da Comissão Europeia para que a Netflix e as outras empresas reduzam a qualidade da imagem em horários de pico e que usuários configurem qualidade mais baixa e utilizem sempre wifi.