Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

De qual desses países os EUA suspenderão voos primeiro: Japão, Austrália ou Nova Zelândia? Apostas abertas

Washington
Foto: AP Photo/Jacquelyn Martin

Com o agravamento da crise do novo coronavírus, Donald Trump já havia proibido a chegada de voos da Europa

Com o aumento dos casos do novo coronavírus em escala global, a maioria das autoridades tem optado por medidas de restrição ao convívio social e menor circulação de pessoas nas ruas. Além disso, a grande preocupação acaba sendo a chegada de possíveis portadores do vírus da Covid-19 através dos aeroportos. No caso do EUA, maior economia do mundo, o presidente Donald Trump decidiu elevar o rigor nas restrições de acesso ao país com a proibição de voos com procedência de 26 nações europeias.

Who's Next: Japão, Austrália ou Nova Zelândia?

A lista da Europa faz parte da zona conhecida como Schengen e compreende as seguintes nações: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, Suécia e Suíça.

Com a suspensão da esmagadora maioria das grandes competições esportivas, o mercado de apostas está recorrendo à criatividade para oferecer opções aos investidores. Por que não apelar para um exercício de futurologia e ganhar uma renda extra acertando qual será o próximo destino a terem as portas fechadas por Trump? Os odds que vêm a seguir são do Bodog.

Situação da Covid-19 em números

Até o fechamento deste artigo, o número de casos de pessoas infectados com o novo coronavírus no mundo era de 230.087. Como o mercado de apostas traz o desafio relacionado a Japão, Austrália e Nova Zelândia, como potenciais destinos a terem voos suspensos para os Estados Unidos, é importante observar como cada um tem sido afetado pela doença.

País-sede da próxima Olimpíada, na cidade de Tóquio, os japoneses são elogiados pelo rigor no controle da Covid-19 com inúmeras medidas de restrição de aglomerações e higienização dos transportes públicos. Até o início da tarde desta quinta-feira (19), foram registrados nove novos casos, num total de 923.

Partindo para a Oceania, a Austrália conta com número menor de infectados (709), porém, a escalada de contaminações é muito maior em relação aos nipônicos, pois houve o registro de mais 113 infectados nas últimas horas. Por fim, a vizinha Nova Zelândia apresenta a situação menos agravante, com um total de 28 pessoas acometidas pela doença, sendo oito deles os mais recentes.

Odds para o próximo país impedido de voar para os EUA

De acordo com o Bodog, o Japão aparece como nação mais cotada, com odds de R$ 1,28 por cada real. Na sequência, vem a Austrália, cuja aposta traria o resgate de R$ 4,50 por R$ 1. Por fim, a Nova Zelândia surge como barbada do trio, com retorno de R$ 10,50/R$ 1.

Na mesma linha, foram disponibilizados números sobre qual das seguintes companhias aéreas decretará falência primeiro por conta da grave crise do coronavírus, que fez a oferta de voos e a taxa de ocupação das aeronaves caírem exponencialmente:

  • American Airlines: R$ 2,75/R$ 1
  • Delta: R$ 3,50/R$ 1
  • United Airlines: R$ 3,50/R$ 1
  • Southwest: R$ 6,00/R$ 1

Palpites com odds do Bodog

Apesar de o Japão aparecer com cotação de favorito, a escalada da doença na Austrália sugere que a Terra do Canguru será a primeira dentre as três citadas a ter voos impedidos de pousar nos EUA – retorno de R$ 4,50 por cada real.