Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Star Wars: Rey é filha de Luke Skywalker? Façam suas apostas!

Está todo mundo contando os dias para a estreia de Star Wars: The Last Jedi. Traduzido no Brasil para Star Wars: Os Últimos Jedi, o oitavo filme da franquia tem estreia anunciada para dezembro de 2017. A expectativa por parte dos fãs é monstruosa! Desde o lançamento de O Despertar da Força, temos algumas perguntas que não querem calar. Em especial: afinal de contas, qual é a origem da Rey? Quem são os pais dela?

Logo em sua primeira aparição, Rey manifesta grande habilidade com a Força. Em The Force Awakens, ela usa um mind trick para confundir um stormtrooper, demonstra impressionante perícia ao manejar o sabre de luz e não apenas consegue se livrar da tortura de Kylo Ren, como acaba invadindo a mente dele. Feito impressionante para uma coletora de sucata sem treinamento! (Até onde se sabe...)

Com base nisso, muitas teorias surgiram internet afora. A primeira de todas — aquela que praticamente todo mundo pensou logo depois de sair do cinema — é de que Rey seria filha de Luke Skywalker. Nada mal para uma especulação, levando em conta a novela mexicana que é o universo de George Lucas.

Sabendo disso, o Bodog lançou a aposta: “Será Luke identificado como pai de Rey?” Acertar a resposta a essa pergunta pode valer algum dinheiro. Caso você acredite que estamos diante de ninguém menos do que Rey Skywalker, a aposta em “sim” paga R$ 3,50 para cada R$ 1 investido. Se, por outro lado, acreditar que a nova trilogia da Disney nos reserva um mistério diferente, a aposta em “não” paga R$ 1,25 para os mesmos R$ 1.

Luke será identificado como pai de Rey em Tha Last Jedi?

Odds em 10 de agosto, segundo o Bodog

  • Sim: R$ 3,50
  • Não: R$ 1,25

Quem podem ser os pais de Rey

Diversos argumentos são usados para defender a tese de que Luke seja pai de Rey, como o fato de ela ter visões ao tocar o lightsaber dele, ou a frase no teaser do Episódio VII: “A Força é poderosa na minha família. Meu pai tinha, eu tenho, minha irmã tem e você também tem esse poder.” Outra possibilidade levantada pelos fãs é de Rey ser filha de Han Solo e Leia Organa. Afinal, a moça é uma excelente pilota, se dá bem com a Millenium Falcon e com equipamentos tecnológicos em geral, se dá bem com Chewbacca, completa as frases de Solo...

Porém, essas duas hipóteses são refutadas pelo comportamento de Leia. A general não se preocupa em resgatar Rey da Primeira Ordem e em nenhum momento demonstra algo que se aproxime do afeto que tem pelo filho, Kylo Ren. Também não manifesta qualquer sentimento digno de uma tia, principalmente levando em conta o quanto ela gosta do irmão.

Levando em conta o figurino e o sotaque britânico, teorias também apontam para a possibilidade de Rey ser neta de Obi-Wan Kenobi ou Palpatine. Ela também poderia não ser filha de ninguém importante, seguindo uma linha de pensamento muito parecida com a de J. R. R. Tolkien no livro O Hobbit: de que até mesmo uma pessoa comum pode ter sua importância em eventos grandiosos.

De todas as opções, a pior que os fãs conseguiram criar diz que ela foi gerada pela Força, assim como Anakin Skywalker.

Não. Por favor, não. Sem mais midi-chlorians.

A melhor teoria para a origem de Rey

Deixando toda essa bobagem de lado, vamos falar do que interessa. O pessoal do site Force Material publicou a melhor teoria para a origem de Rey até agora. Se você gosta de ler em inglês, o artigo está aqui e eu recomendo. Caso prefira ler em português, vou resumir:

Já assistiu a Os Meninos do Brasil? Esse filme de 1979 conta um episódio fictício na vida do Doutor Mengele, um médico que existiu de verdade e ficou famoso por fazer experimentos cruéis usando cobaias judias na Alemanha Nazista. No filme, Mengele vive na América do Sul, onde coloca em prática seu plano de clonar o DNA de Hitler, a fim de trazer seu líder de volta à vida.

Porém, duplicar o código genético não seria suficiente para o plano funcionar. É necessário reproduzir também o ambiente de desenvolvimento da criança, com todas as experiências vividas. Assim, o doutor produz 94 clones e envia cada criança para um lugar do mundo, tomando providências para que cada uma delas seja criada por uma família semelhante à do Fürer: fria, autoritária, com o pai sendo servidor público, vinte e três anos mais velho do que a mãe.

Enredo interessante, não? Acontece que J. J. Abrams — diretor, co-produtor e co-roteirista de O Despertar da Força e produtor executivo de Os Últimos Jedi — disse, em entrevista para a Time, que os vilões da nova trilogia de Star Wars são baseados nos nazistas. Mais especificamente, na ideia de que um grupo poderia ter fugido para a Argentina e de lá continuado seus projetos. Nessa analogia, Darth Vader seria colocado lado a lado com Hitler na posição de mártir.

Se J. J. Abrams tinha Os Meninos do Brasil em mente ao formular seu roteiro, a resposta está implícita: Rey é clone de Darth Vader. Criada para se tornar o próximo comandante supremo, tudo em sua vida foi feito para emular a infância miserável de Anakin Skywalker. Isso explicaria a semelhança entre Tatooine e Jakku, sua vivência junto a máquinas e equipamentos, além da servidão diante de um senhorio.

Na verdade, aqui tudo se encaixa. Inclusive as visões que ela teve ao tocar o sabre de luz de Luke — que, anteriormente, pertenceu a Anakin — e ao fato de Luke dizer “a Força é poderosa na minha família” em vez de “nossa família”, mesmo Rey tendo uma ligação tão óbvia com os Skywalker.

É claro que isso coloca nosso querido herói Luke em uma situação complicada. Além de ter abandonado Rey em Jakku, ele ainda irá treiná-la nas artes Jedi, assim como Obi-Wan fez com Anakin. Está seguindo o plano. Seria de propósito? Isso combina com a possibilidade de Luke ter se tornado um Jedi Cinza — o tipo que caminha no limiar entre o lado negro e o lado luminoso da força, sem se deixar levar por nenhum dos dois.

Quer dizer que Rey não é filha de Luke?

Não necessariamente. Se fosse tudo tão simples, o Bodog não teria lançado essa aposta. Mas aqui eu estou dando o meu palpite: Rey não é filha de Luke Skywalker. Essa resposta paga R$ 1,25 para cada R$ 1 investido. Ou seja, se você apostar R$ 10 e acertar, receberá de volta o seu dinheiro e mais R$ 2,50.

Cadastre-se no Bodog para apostar em Star Wars

Outras opções de apostas em Star Wars: The Last Jedi

Nesse mesmo site, você também pode apostar na bilheteria do filme e se ele será indicado ao Oscar. Confira abaixo os valores pagos para cada possibilidade:

vai bater recorde de faturamento no primeiro final de semana?
  • Sim: R$ 1,25
  • Não: R$ 3,50
Vai arrecadar mais de 1 bilhão de dólares?
  • Sim: R$ 1,25
  • Não: R$ 3,50
Será indicado ao Oscar de Melhor Filme?
  • Sim: R$ 3,00
  • Não: R$ 1,33

Comments