Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Quem leva o título da Fórmula 1 2016?

Foto: Mark Thompson/Getty Images

Hamilton precisa vencer e torcer por um quarto lugar de Rosberg

Mais uma temporada da Fórmula 1 chega ao seu final e dessa vez com uma certa dose de emoção. Com 12 pontos separando Nico Rosberg e Lewis Hamilton, os dois entram na pista brigando pelo título da temporada. O Alemão precisa apenas de um terceiro lugar para levar o caneco, posição que garante R$ 1,25 por cada real. De acordo com projeções do Bumbet, esta considerável vantagem o coloca como grande favorito para a taça, dando R$ 1,22 contra R$ 4,50 do seu rival. Para ser campeão, Hamilton tem que vencer e torcer para seu companheiro chegar no máximo em quarto. O inglês também pode comemorar se ficar entre a segunda e a quarta colocação, mas para isso vai precisar que o adversário complete a prova de cinco a seis lugares abaixo.

Como tem o título nas mãos, Rosberg pode ser campeão até sem completar a prova: basta que seu concorrente também abandone. Um choque entre candidatos ao campeonato não seria uma novidade na Fórmula 1. Já ocorreu em quatro ocasiões, como Senna e Prost em 1989 e 1990, e com Schumacher contra Hill (1996) e Villeneuve (1997). O caso já aconteceu inclusive entre os dois, no GP da Espanha nesta temporada. Com isso, um investimento de que Hamilton abandone na primeira volta garante R$ 15,00 em cada real. O fim de corrida para Rosberg da mesma forma rende R$ 17,00. Além desta vez, o alemão só ficou fora do pódio em mais quatro ocasiões. Em todas seu rival venceu a prova, o que tomaria seu troféu.

Para faturar o GP de Abu Dhabi, Lewis Hamilton é o grande favorito, dando R$ 1,57 por cada real. Logo atrás vem Nico Rosberg, pagando R$ 3,26.  Outros dois pilotos que já ganharam nesta temporada, Daniel Ricciardo e Max Verstappen, ambos da Red Bull, rendem excelentes R$ 13,00 por um novo triunfo nesta corrida. Dos que ainda procuram este resultado, Sebastian Vettel, da Ferrari, é o que aparece na frente, garantindo R$ 17,00. Caso algum outro surpreenda, o investidor receberá, no mínimo R$ 34,00.

Vettel, por sinal, é o maior vencedor do circuito, com três triunfos. Depois aparece Hamilton, com dois. Kimi Raikkonen, em 2012 e Rosberg, no ano passado, foram os outros ganhadores. Se depender do histórico de Abu Dhabi, o inglês pode ficar ainda mais pessimista. Das sete edições, em apenas 2011 e 2014, ele conseguiu resultados que dariam a taça nesta temporada, sendo que em apenas um tinha o mesmo carro que o concorrente.

Na disputa pelo pódio, além dos pilotos da Mercedes, grandes favoritos dando até 25% de lucro, aparece Daniel Ricciardo e Max Verstappen como mais cotados, rendendo R$ 1,90 pelo lugar. Em seguida aparecem Vettel (2.75), Kimi Raikonen (5.50), Sergio Perez (29.00) e Nico Hulkenberg (29.00). Qualquer outro nome faz o jogador faturar mais de R$ 41,00.

Na sua despedida da modalidade, o brasileiro Felipe Massa paga R$ 1,60 para cada real investido se chegar na zona de pontuação. Os seis primeiros colocados da temporada mais uma vez aparecem entre os mais bem avaliados, pagando entre 10% e 16% de lucro caso cheguem no top 10. Além destes, Perez e Hulkenberg (1.36), Bottas (1.44) e Alonso (1.66) são outros que estão bem cotados para chegarem nas 10 primeiras posições. Já a melhor volta oferece valores superiores a R$ 2,65 em cada R$ 1,00, cifras pagas por Lewis Hamilton.

Sobrando diante das rivais, a Mercedes garante R$ 1,08 por cada real por vitória neste domingo. A Red Bull persegue seu terceiro triunfo na temporada e dá R$ 7,00. Estas foram as únicas a vencerem um Grande Prêmio nesta temporada. A Ferrari corre por fora e dá R$ 13,00 pela primeira conquista. Caso alguma outra equipe vença, o retorno financeiro é superior a R$ 126,00 por cada real.

Além da disputa lá na frente, outras opções trazem ganhos bem interessantes. A entrada do safety car, por exemplo, paga R$ 1,87. Já o retorno mínimo para quem investir no primeiro a abandonar a etapa é de R$ 15,00 em cada R$ 1,00, pagos pelas saídas de Esteban Gutierrez, Felipe Nasr e Joylon Palmer. Pelas construtoras, a Haas rende 7,50 se um piloto seu deixar a etapa primeiro. Na sequência estão Renault e Toro Rosso, oferecendo R$ 8,00. Se a prova não tiver nenhuma desistência, fato raro, mas que já aconteceu nesta temporada, o lucro é de R$ 15,00 em cima de cada real investido.

Comments