Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Balanço da decisão da Copa 2018 entre França e Croácia, com Leandro Duarte

Desde as oitavas de final, todos os palpites nos franceses se confirmaram, o que não causou surpresa com a confirmação do bicampeonato mundial dos Bleus

A França é a grande campeã da Copa do Mundo de 2018, após vencer a Croácia por 4 a 2, na decisão realizada, ontem (15), em Moscou, sobre a Croácia. Modéstia à parte, eu acertei todos os palpites nos franceses desde as oitavas de final. Foi a seleção mais regular da Copa do Mundo e que teve a melhor estratégia: poupar energia na hora certa. Foi justamente o que a Croácia não pôde fazer. E assim, os Bleus confirmaram a vitória no segundo tempo com certa facilidade. A seguir, confira um resumo do que foi a final com as cotas pagas pelo Bet365 .

FINAL DA COPA DO MUNDO: FRANÇA 4 X 2 CROÁCIA

Que primeiro tempo foi esse? Quando muitos pensavam que a Croácia iria se poupar em função das últimas prorrogações, o engano causou espanto. O jogo foi intenso do início ao fim. Nos primeiros dez minutos, os croatas intensificaram as ações ofensivas pelos cantos, sempre articuladas com Ivan Rakitic, que contava com várias ótimas opções na área para o cabeceio.

Um dos grandes destaques da França no Mundial da Rússia, a defesa era implacável em afastar os perigos na retaguarda. Até os 15 minutos, o selecionado dos Bálcãs ocupou o campo adversário. O primeiro gol esteve perto. Em boa trama, Rakitic passou de cabeça para Perisic, que avançou pela esquerda e cruzou. Umtiti salvou ao tirar a bola do alcance de Rebic.

E naquelas situações que só acontecem no futebol, os franceses conseguiram falta próxima à intermediária de ataque aos 17 minutos. Antoine Griezmann jogou na área, mas Mandzukic usou seu faro de gol contra a própria pátria. A arbitragem deu o tento para o atacante da Juventus. Foi um balde de água fria, mas nada que desanimasse a sempre batalhadora Croácia.

E a recompensa levou dez minutos para ser entregue. Modric cruzou na área, e Vrsaljko escorou para o meio. Vilão de momento, Mandzukic brigou no alto com Pogba. Por fim, Vida pegou a sobra e escorou para Perisisc, que driblou Kanté e soltou uma bomba com o pé direito que morreu nas redes de Lloris com pequeno desvio de Varane. Um golaço que incendiou a grande decisão.

Aos 33 minutos, eis que acontece o lance mais polêmico da final. Após escanteio, Matuidi ficou com a bola e chutou, mas houve desvio de Perisic com um tapa. Após quase três minutos de conferência com o VAR, o árbitro Néstor Pitana, que chegou a voltar para analisar o lance mais uma vez, confirmou a penalidade. Griezmann foi para a cobrança e colocou os franceses novamente em vantagem. Os croatas partiram com tudo de novo, mas os primeiros 45 minutos foram dos Bleus.

FRANÇA DECIDE ANTES DO 20 MINUTOS DA ETAPA FINAL E GARANTE O BI

O cansaço dos croatas em função das três prorrogações seguidas pesou. Mesmo com o começo do segundo tempo na frente, os contra-ataques da França mataram o jogo. Aos 13 minutos, Pogba acionou Mbappé, que foi à linha de fundo e cruzou. Griezmann, com muita classe, amaciou a bola, deu uma embaixada e rolou para Pogba. No primeiro chute, o volante do Manchester United bateu de pé direito em cima da zaga, mas, no rebote, surpreendeu Subasic para fazer 3 a 1.

O gol desmantelou a Croácia, que foi em busca de diminuir o placar de forma desesperada. Mas Mbappé foi mortal. Hernández fez bela jogada pela esquerda e rolou para o camisa 10, que recebeu na entrada da área e bateu firme. Belo gol e 4 a 1. Os croatas ainda ensaiaram uma reação após falha imperdoável de Lloris, que tentou driblar Mandzukic, mas foi desarmado pelo atacante, que diminuiu para 4 a 2.

Mas apesar do relógio ainda permitir o milagre, faltaram pernas para os guerreiros da Croácia, que foram gigantes, lutaram, correram, mas foram dominados pelos franceses, que estiveram mais perto do quinto gol. Após o apito final, a festa tomou o campo do Lujniki. Foi merecido desde o início. Um caminho mais árduo e três favoritos deixados para trás desde as oitavas de final: Argentina, Uruguai e Bélgica.

BÉLGICA FICA COM TERCEIRO LUGAR

No sábado (14), aconteceu a disputa pelo terceiro lugar da Copa entre ingleses e belgas. Mais interessados na vitória e mais soltos em campo, os Diabos Vermelhos se impuseram sobre o English Team e justamente ganhou por 2 a 0, gols de Meunier e Hazard.

FINAL DA COPA DO MUNDO 2018 E DISPUTA DO 3º LUGAR

Sábado, 14 de julho (3º lugar)
  • (R$ 2,25) Bélgica 2 x 0 Inglaterra
Odds em 08 de julho, segundo o Bet365
Domingo, 15 de julho (final)
  •  (R$ 1,95) França 4 x 2 Croácia

as melhores casas de apostas