Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Costa Rica na Copa do Mundo

A primeira participação da Costa Rica na Copa do Mundo da FIFA foi em 1990, depois de não ter sido feliz em suas oito tentativas anteriores entre 1958 e 1986. Ela falharia nas eliminatórias para retornar ao torneio até 2002 e, em 2006, bateu seu recorde de duas classificações seguidas. Nestes três edições, a seleção não passou da fase de grupos.

Seu melhor desempenho na Copa do Mundo aconteceu em 2014, quando ela terminou em primeiro de seu grupo e chegou às quartas de final com uma vitória sobre a Grécia. O quadro costarriquenho tentará repetir esta façanha agora na Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Odds para a Costa Rica ganhar a Copa do Mundo: R$ 301 para um

Dois terços dos concorrentes na edição deste ano estão na frente da Costa Rica no ranking das apostas futuras pelo título. Os Ticos estão cotados a R$ 301 para um para dar a volta olímpica na Copa do Mundo, a mesma avaliação da Austrália. Somente seis outros países participantes são apontados como zebras maiores que os Cangurus e os costarriquenhos.

Parte do problema dos sonhos da Costa Rica na Copa do Mundo foi o sorteio. Ela caiu no grupo que tem um dos favoritos ao título, o Brasil, cotado a R$ 5,50 para um. Passar do quadrangular já terá sido um esforço e uma façanha enormes.

Odds para a Costa Rica para vencer o Grupo E: R$ 26,00 para um

Após a análise de todos os grupos, o Brasil é o maior favorito de todos a vencer a sua chave, comparando com todos os demais quadrangulares. Paga-se R$ 1,29 para um pelo primeiro lugar da Seleção Canarinho. Com os brasileiros cotados a passearem na primeira fase, Suíça (R$ 7,00 para um) e Sérvia (R$ 8,00 para um) devem disputar a segunda e última vaga nas oitavas de final.

As projeções colocam a Costa Rica como um time que corre por fora. Espera-se que ela tenha o plantel mais fraco dentre estas quatro nações. Por isso, ela é a grande zebra e oferece-se R$ 26,00 para um para se ela terminar como a melhor seleção do Grupo E. Quem torce pelos Ticos deve investir que ela alcança a segunda fase, o que gera cinco vezes o valor aplicado. Já quem acha que os centro-americanos serão mesmo desclassificados após as três pelejas, concorre a R$ 1,15 para um.

As melhores apostas na Costa Rica

Apostar num grande sucesso de Costa Rica na Copa do Mundo da FIFA deste ano é bastante ambicioso e arriscado. Os Ticos se classificaram basicamente graças à quatro vitórias obtidas contra os dois rivais mais fracos em seu grupo. No Grupo E do Mundial, não existe tal moleza. Nenhum investidor pode ser acusado de prever os insucessos costarriquenhos, especialmente diante do Brasil. Neymar e companhia estão cotados a R$ 1,24 para um para vencerem o jogo contra a Costa Rica e chega a R$ 1,70 para um se der um gol de vantagem para os da América Central. Os Ticos estão avaliados em R$ 14,00 para um para conseguir os três pontos e a R$ 6,25 para um para conseguirem o empate.

Apostadores que ainda não aceitam as previsões de insucessos da Costa Rica, devem considerar os bons prêmios a serem resgatados no caso da seleção conseguir segurar a Sérvia e a Suíça com empates. Os centro-americanos são apontados como zebras (R$ 4,45 para um) para vencer os suíços (R$ 1,74 para um) e o empate gera R$ 3,35 para um. Também seria um assombro caso os Ticos (R$ 3,90 para um) consigam bater a Sérvia (R$ 2,00 para um), enquanto que o empate rende R$ 3,40 para um, segundo o Pinnacle Sports.

O melhor resultado da Costa Rica nas eliminatórias foi um empate em 1 a 1 com o México, uma das quatro igualdades que os Ticos tiveram ao longo dos dez jogos do hexagonal final. Roubar um ponto da Sérvia ou da Suíça é uma possibilidade factível para Keylor Navas e seus companheiros.

Jogador da Costa Rica a ser observado: Bryan Ruiz

O meio de campo ofensivo Bryan Ruiz é o atual capitão do elenco de Costa Rica e é um dos  jogadores mais perigosos da seleção. Ruiz tem 23 gols no currículo em 109 partidas pela esquadra. Atualmente, ele defende as cores do Sporting Lisboa de Portugal.

A presença de Ruiz foi fundamental para que Costa Rica atingisse as quartas de final de 2014. O atleta de 32 anos marcou o gol solitário que derrubou a Itália por 1 a 0 na fase de grupos e que levou o selecionado às oitavas de final. Ele também anotou no confronto contra a Grécia e conferiu uma das penalidades da disputa de pênaltis, que terminou 5 a 3 para os centro-americanos.

O caminho até a Rússia

Costa Rica carimbou seu passaporte para a Rússia 2018 através da fase final das eliminatórias da CONCACAF, também chamada de Hexagonal. Foi nesta etapa que os Estados Unidos conseguiram ficar de fora da festa do velho esporte bretão.

Os costarriquenhos foram responsáveis por duas das quatro derrotas dos norte-americanos no Hexagonal. Os Ticos terminaram com quatro triunfos, quatro empates e duas derrotas. Os quatro êxitos dos centro-americanos foram justamente contra os dois times que não conseguiram se classificar, Estados Unidos e Trinidad & Tobago, e conseguiram assim obter os doze pontos possíveis nestes confrontos.

Desde sua última vitória sobre os Estados Unidos, Costa Rica fez sete amistosos, mas seu desempenho foi fraco: uma vitória, dois empates e quatro derrotas.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Comments