Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

A geração belga apareceu! Brasil cai para a Bélgica e está eliminado da Copa do Mundo

Seleção Belga
Foto: Laurence Griffiths/Getty Images

Quem apostou nos azarões se deu muito bem! Os Diabos Vermelhos fazem um primeiro tempo impecável e seguram o ímpeto brasileiro na segunda etapa

Após anos e anos de espera e muita chacota por parte dos desinformados, a famosa ‘geração belga’ finalmente apareceu. O jogo da afirmação de toda uma geração veio nesta sexta-feira (06) - em uma Arena Kazan repleta de torcedores brasileiros. O Brasil bem que tentou, lutou até o fim, mas não conseguiu o gol que levaria o duelo para a prorrogação. Com um primeiro tempo impecável do trio De Bruyne, Hazard e Lukaku, a Bélgica venceu por 2 a 1 e avançou para as semifinais da competição - acabando com o sonho de mais de 200 milhões de torcedores. O hexa? Agora só em 2022.

A seleção brasileira não teve uma atuação desastrosa como o do 7 a 1, mas cometeu falhas que custaram a classificação diante de um adversário bem qualificado. O Brasil poderia muito bem ter conseguido o empate, mas a bola não entrou. Faz parte do jogo. Mérito para uma Bélgica que foi excelente no que se propôs a fazer! Quem foi mais racional e previu o triunfo dos Diabos Vermelhos se deu MUITO bem: a vitória dos azarões pagou incríveis R$3,90 para cada real investido no Bumbet! Listamos alguns fatores que ajudam a explicar a derrota canarinho em Kazan.

Tite não soube lidar com as mudanças de Martinez

Os espaços que a Bélgica cedeu para o Japão praticamente não existiram contra o Brasil - muito pelas mudanças feitas por Roberto Martinez de um jogo para o outro. Ao invés de deixar as linhas espaçadas, o comandante fez o que prevíamos no nosso pré-jogo: colocou Fellaini para reforçar o meio-campo, no lugar de Mertens, avançou De Bruyne para o lugar do atacante do Napoli e trocou Carrasco por Chadli - um ponta pela esquerda com maior capacidade de recomposição.

Na prática, o que tivemos foi a Bélgica em uma linha de 3 na frente com Hazard na esquerda, De Bruyne pelo meio, mais solto, e Lukaku saindo da referência e indo para a direita - caindo justamente nas costas de Marcelo. Tite não soube lidar com esses deslocamentos do camisa 9 - que muitas e muitas vezes ficou prendendo o lateral como fazia nos tempos de Everton. Quando o nosso comandante entendeu e fez as mudanças necessárias, já era tarde demais.

Casemiro fez muita falta

Outra coisa que previmos no pré-jogo: a ausência de Casemiro foi determinante para o sucesso do trio belga contra a defesa brasileira. Poucos jogadores da atualidade são capazes de fazer o que ele faz: circular entre as duas linhas fechando os espaços na movimentação que tanto confundiu os brasileiros.

Muito além da ausência do volante do Real Madrid, foi a atuação do jogador que entrou no seu lugar. Se Fernandinho já parecia perdido quando a bola rolou, imagine depois de fazer o gol contra. O jogador do City errou quase tudo o que fez, mas permaneceu em campo - talvez mais por não ter outro nome no elenco capaz de fazer aquela função. No fim das contas, o trio belga deitou e rolou em cima dele - principalmente na primeira etapa.

Neymar não decidiu

Claro que a atuação da seleção brasileira foi abaixo do esperado em um todo, agora, é preciso cobrar mais de quem tem capacidade para entregar o que se espera. Neymar não fez um jogo péssimo, mas foi muito pouco pela ‘prateleira’ que ele se encontra no futebol mundial - próximo de Messi e Cristiano Ronaldo.

Quando o jogo está truncado, complicado, você sempre espera que o craque pegue a bola e faça a diferença. Não foi o que aconteceu. Ele não caiu, pouco fez de cena em campo, mas tomou inúmeras decisões erradas quando teve a chance de fazer a diferença. Após esse jogo bem abaixo do esperado, ele ficará marcado na Copa da Rússia muito mais pelo ‘cai cai’ do que pelo futebol apresentado.

Brasil sentiu o gol

Essa era aquela famosa ‘pedra cantada’ que sempre surgia nas rodas de discussão: o que vai acontecer quando essa equipe sair perdendo? Infelizmente, o nosso pior pesadelo se tornou realidade. O psicológico da equipe claramente ficou abalado depois que Fernandinho fez o gol contra: o Brasil ficou totalmente perdido em campo taticamente, levou o segundo gol em um contra-ataque e poderia muito bem ter sofrido mais alguns. Não foi algo próximo do 7 a 1, mas essa instabilidade mental segue como algo que precisa ser corrigido para o próximo ciclo.

Até onde pode chegar essa Bélgica?

Depois do que fez contra o Brasil, você ainda duvida da Bélgica? Desde antes da Copa do Mundo nós apontamos os Diabos Vermelhos como uma ótima opção de investimento futuro. Olhando para o próximo confronto, a aposta na vitória dos belgas contra a França é altamente recomendada pagando R$3,10 para 1. Não se surpreenda com o título inédito de Hazard e companhia.

Quartas de final da Copa do Mundo da Rússia

Sábado, 07 de julho

Odds em 05 de julho, segundo o Bumbet

  • 11:00 –  (R$5,00) Suécia x Inglaterra (R$1,83); empate (R$ 3,25)
  • 15:00 – (R$3,90) Rússia x Croácia (R$2,25); empate (R$ 3,10)

as melhores casas de apostas

Comments