Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Em noite de Robinho, Atlético-MG bate o Coritiba e respira na tabela

Não foi a noite dos sonhos para os torcedores que foram ao Independência na última segunda-feira (18). Os presentes no Horto não viram o jogo tranquilo que se imaginava, mas pelo menos saíram de lá felizes com os três pontos conquistados. Mesmo jogando abaixo do ideal, principalmente na parte defensiva, o Atlético-MG fez o dever de casa e venceu o Coritiba por 2 a 1 no fechamento da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016.

O resultado pode ser creditado principalmente pela boa atuação do atacante Robinho. O veterano foi disparado o destaque do duelo disputado nesse novo horário às segundas-feiras - apelidado de “Monday Night Football”. O camisa 7 salvou uma atuação bem inconsistente do Galo, principalmente na defesa. O time mandante chegou a sofrer pressão dos visitantes em boa parte da partida.

Em uma análise fria do desempenho das equipes ao longo do duelo, o empate seria um resultado mais justo. Atlético e Coritiba tiveram quase que a mesma posse de bola e trocaram a mesma quantidade de passes certos: 266. Os mandantes finalizaram nove vezes e os visitantes, oito.

Apesar dos pesares, o resultado foi importantíssimo para as pretensões do Galo mineiro no Brasileirão. O time chegou aos 23 pontos, na 8ª posição, três pontos atrás do Santos - primeiro time no G4 da competição. Já o Coxa afunda na zona de rebaixamento com 15 pontos, na penúltima posição da tabela. O Coritiba está empatado com Sport e Cruzeiro em pontos, mas fica atrás nos critérios de desempate.

O Alviverde segue sem vencer no Brasileirão como visitante. O desempenho do Coxa longe do Couto Pereira influenciou os odds desse duelo: um triunfo do Coritiba no Horto pagaria 5,75 para cada real investido! O empate, que perdurou até os 37 do segundo tempo, renderia 4 para cada real. Já a vitória do Atlético pagou 1,71 para os investidores. Já pensou se aquele golzinho do Galo no fim não sai?

Coxa entra forte, mas Galo sai na frente

O jogo foi em Minas Gerais, porém, foi o Coritiba que começou o duelo no comando das ações. Em uma posição muito incômoda na tabela, os comandados de Pachequinho entraram no Independência dispostos a conquistar a tão sonhada vitória longe de casa. Foram quatro boas chances nos primeiros vinte minutos da primeira etapa, sempre nos pés do trio Juan, João Paulo e Kléber. O goleiro Victor teve que trabalhar para manter a igualdade no marcador.

A defesa do Galo batia cabeça em algumas jogadas. Os jogadores se mostravam mal posicionados em alguns momentos, algo já crônico dos times comandados por Marcelo Oliveira atualmente. Assim como no trabalho anterior do técnico, no Palmeiras, o Galo dependia demais das individualidades aparecerem nos momentos certos.

Foi o que aconteceu aos 40 do primeiro tempo: Robinho se apresentou muito bem na grande área, recebeu bom cruzamento de Eduardo e cabeceou no canto direito - sem chances para o goleiro Wilson. Aberto o placar no Horto!

Três minutos antes, a torcida do Galo já havia celebrado, pois Lucas Pratto retornou aos gramados após ficar dois meses contundido. Ele entrou em campo no lugar do atacante Carlos, que saiu de campo machucado. Todos os holofotes estavam voltados para como seria o posicionamento do Atlético com Fred e Pratto pela primeira vez em campo, mas quem roubou a cena foi o camisa 7. Além do gol, Robinho teve ótima atuação: se movimentou muito e fez boas jogadas. Entre elas, um chapéu desconcertante em João Paulo.

Galo sofre susto, mas mata o jogo no fim

O Coritiba voltou tentando exercer a mesma pressão do primeiro tempo, mas dessa vez sem intensidade. Foi o Galo que teve as melhores chances: foram pelo menos duas para ampliar a vantagem.

O Coxa calou o Horto aos 30 minutos com o gol de empate - curiosamente em um momento em que não estava melhor na partida. Kléber, o famoso Gladiador, recebeu a bola na entrada da área e deu um passe magistral de calcanhar para a entrada em velocidade de Carlinhos. O lateral chutou forte no canto esquerdo, sem chances para Victor. Empatado o duelo!

O torcedor do Independência já começava a imaginar aquele dolorido empate com sabor de derrota. Eis que o nome da partida voltou a aparecer. A jogada começou com Douglas Santos. O lateral virou a bola na ponta direita para Clayton, que havia acabado de entrar. O atacante invadiu a grande área e cruzou rasteiro. Robinho apareceu no segundo pau, sozinho, para cutucar para dentro do gol e garantir a vitória do Galo.

O time mineiro volta a campo no próximo domingo (24) com uma missão difícil: encarar o líder Palmeiras dentro do Allianz Parque às 11h da manhã. Já o Coritiba segue na busca por um triunfo longe do Couto Pereira. O Coxa encara o Santa Cruz no Arruda, partida que acontece às 18h30 do próximo sábado (23).

Comments