Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Grupo H na Copa do Mundo 2018: Polônia, Senegal, Colômbia e Japão

Definição dos classificados deverá acontecer apenas na última rodada

Composto por Polônia (cabeça de chave), Senegal, Colômbia e Japão, o Grupo H da Copa do Mundo 2018 promete partidas equilibradas e indefinição quanto aos classificados até a última rodada. A princípio, nenhuma das quatro seleções chega à Rússia para brigar pelo título, mas com exceção do Japão, todas reúnem condições para complicar a vida dos favoritos.

Confira a seguir os prognósticos para o Grupo H e faça suas apostas.

Polônia

Cabeça de chave menos badalada deste mundial, a Polônia voltará a apresentar na Rússia um time competitivo após três décadas de ostracismo. O futebol do país viveu seu apogeu durante os anos 70 e 80, quando obteve dois terceiros lugares e foi presença constante em Copas do Mundo, mas desde então, teve apenas algumas participações esporádicas, e nunca conseguiu ir além da primeira fase.

Desta vez, porém, a história tem tudo para ser diferente. A geração atual conta com jogadores que atuam em alguns dos maiores clubes da Europa, como o volante Krychowiak, do PSG, o zagueirão Kamil Glik, do Mônaco, o jovem meia Piotr Zieliński, que começa a se firmar no Napoli, o goleiro Wojciech Szczęsny, que defende a Juventus após passagens por Arsenal e Roma, e o grande astro da companhia, Robert Lewandowski, artilheiro do Bayern de Munique.

Com este plantel, a Polônia se classificou em primeiro lugar no Grupo E das Eliminatórias da Europa com cinco pontos de vantagem sobre a Dinamarca, e um aproveitamento de 83,3%. O ataque teve um desempenho bastante satisfatório, com 28 gols  marcados em 10 jogos, mas a defesa, que foi vazada 14 vezes no mesmo período, é a principal fonte de preocupação para o técnico Adam Nawalka. Se os problemas do setor forem corrigidos, ou pelo menos atenuados, o time poderá ir longe.

Segundo as cotas do Bumbet, se a Polônia avançar de fase, o apostador terá 60% de lucro.Caso a equipe termine como primeira colocada no grupo, o valor subirá para 170%. Entretanto, se vier a fracassar,  caindo ainda na primeira fase,o retorno será de R$ 2,25/R$ 1,00.

Senegal

O Senegal, que se prepara para disputar a segunda Copa de sua história, é o representante do continente africano com maiores possibilidades de desempenhar um bom papel neste Mundial. A equipe provou seu valor ao se classificar com folga em um grupo complicado nas Eliminatórias, com Burkina Faso, Cabo Verde e África do Sul. Terminou invicta, com quatro vitórias e dois empates, e um aproveitamento de 77,8%.

Todos os setores do time apresentam muita consistência, mas é no trio de ataque formado por M’Baye Niang, do Torino, Keita Baldé, do Mônaco, e Sadio Mané, do Liverpool, que se concentram as maiores esperanças da torcida. O time normalmente joga no 4-3-3, mas  o técnico Alio Cissé costuma  variar o esquema para um 4-2-2 quando a exigência defensiva é maior.

Em um dia inspirado, a seleção senegalesa é perfeitamente capaz de fazer frente a qualquer outra equipe do Grupo H.

As cotas do Bumbet  apontam que se o Senegal passar de fase, o apostador receberá R$ 2,50 por cada real investido. Caso a classificação venha acompanhada da primeira colocação, o retorno será muito interessante, R$ 5,50/R$ 1,00. A eliminação precoce é a opção menos atraente em termos de rendimento, mas tem boas chances de ser bem sucedida, e proporcionará um lucro de 52%.

Colômbia

A seleção colombiana atual encontra-se em um patamar inferior à de 2014, que foi cabeça de chave e chegou até as quartas de final. Nem por isso, porém, deixa de ser um time interessante. Os principais nomes do elenco ainda são os mesmos, os meias James Rodríguez, do Bayern de Munique, e Cuadrado, da Juventus, o goleiro Ospina, do Arsenal, e o vice-artiheiro do campeonato francês pelo Mônaco, Falcão García, que há quatro anos foi cortado por contusão. Entre as caras novas, quem se destaca é o zagueiro Davinson Sánchez, de apenas 21 anos, que desde o ano passado defende as cores do Tottenham.

Nas Eliminatórias Sul-Americanas mais equilibradas dos últimos anos, a classificação dos comandados de José Pekerman foi extremamente sofrida, e precisou de uma boa dose de sorte para acontecer. O time caiu de produção no momento mais importante, somou apenas três pontos nas quatro últimas rodadas, e só não perdeu a quarta posição para  Chile ou Paraguai porque ambos também tropeçaram em seus jogos decisivos.

A Colômbia disputou dois amistosos no mês de novembro, contra a Coréia do Sul e a China. No primeiro, foi derrotada por 2x1, mas depois se recuperou com uma goleada por 4x0. O ataque mais uma vez provou ser o ponto forte do time, mas também ficou claro que na parte defensiva ainda há muito o que ser corrigido.

De acordo com oBumbet, a seleção colombiana é a mais cotada para se classificar em primeiro lugar, com um retorno de R$ 2,30/R$ 1,00. A aposta na classificação pagará R$ 1,33/R$ 1,00, e se o time for eliminado, o rendimento será de 225%.

Japão

O Japão se encaminha para sua sexta copa consecutiva, e juntamente com a Coreia do Sul, consolida-se como principal força do futebol asiático. Contudo, ainda não teve nenhuma atuação marcante em nível mundial, e até hoje não conseguiu passar das oitavas de final.

Desde que assumiu o cargo de treinador, em 2015, o bósnio Vahid Halilhodžić vem promovendo mudanças profundas não só na forma do time jogar, como também nas peças do elenco, e já dispensou alguns medalhões, como Keisuke Honda, Shinji Kagawa e Shinji Okazaki. Em um grupo formado quase que exclusivamente por jogadores que atuam no próprio país, os protagonistas são o volante Yosuke Ideguchi, do Gamba Ozaka, e o zagueiro Maya Yoshida, do Southampton.

A consistência defensiva foi o ponto chave para o time obter a classificação em primeiro lugar no Grupo 2 das Eliminatórias Asiáticas, apesar de uma campanha sem brilho, com 66,7% aproveitamento. 

Os japoneses são os azarões do grupo. De acordo com o Bumbet, se o time ficar pela primeira fase, como se espera, o apostador terá 40% de lucro. Porém, caso consiga contrariar as expectativas e chegar até as oitavas,  a aposta pagará R$ 2,85/R$ 1,00. Se for como líder do grupo, o montante investido será multiplicado por oito.

Apostas no Grupo E

Avançará a partir da fase de grupos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet

  • Colômbia: R$ 1,33
  • Polônia: R$ 1,60
  • Senegal: R$ 2,50
  • Japão: R$ 2,85
Não avançará a partir da fase de grupos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet

  • Japão: R$ 1,40
  • Senegal: R$ 1,52
  • Polônia: R$ 2,25
  • Colômbia: R$ 3,25
Apostas nos jogos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet; horário de Brasília

  • 19/06, 10:00 – (R$ 2,25) Polônia x Senegal (R$ 3,30); empate (R$ 3,20)
  • 19/06, 13:00 – (R$ 1,80) Colômbia x Japão (R$ 4,50); empate (R$ 3,50)
  • 24/06, 13:00 – (R$ 2,85) Japão x Senegal (R$ 2,45); empate (R$ 3,25)
  • 24/06, 16:00 – (R$ 2,80) Polônia x Colômbia (R$ 2,50); empate (R$ 3,25)
  • 28/06, 11:00 – (R$ 4,23) Japão x Polônia (R$ 1,92); empate (R$ 3,43)
  • 28/06, 11:00 – (R$ 3,99) Senegal x Colômbia (R$ 2,00); empate (R$ 3,37)

Comments