Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Grupo H: chave mais equilibrada do torneio foi decidida nos últimos minutos

Seleção Colombiana
Foto: MANAN VATSYAYANA/AFP/Getty Images
28/06/2018, POR douglas nunes
Tratada desde o início como a chave mais equilibrada de todas desta Copa do Mundo 2018, principalmente por não ter nenhuma seleção de topo, o Grupo G comprovou isso dentro de campo. Com exceção da Polônia, que já estava eliminada, as outras três seleções se revezaram várias vezes nas duas primeiras posições durante a última rodada. Melhor para quem investiu nas casas de apostas em classificações de Japão e Colômbia. O time sul-americano ainda rendeu mais do que o dobro do valor aplicado por ter passado em primeiro, de com dados no Bumbet. Com os resultados, os colombianos vão encarar a Inglaterra, enquanto os japoneses enfrentam a Bélgica nas oitavas de final.

Colômbia

Depois de um começo preocupante, a Colômbia relembrou o futebol de 2014 e passou bem por Polônia e Senegal. Com a combinação de resultados, acabou ficando com a primeira colocação do grupo, como era esperado antes da bola começar a rolar na Rússia.

Quem não deixou de acreditar nos colombianos e aplicou antes da segunda rodada que a seleção ficaria na ponta da chave levou excelentes R$ 2,87 para cada real.

A preocupação agora é saber a condição de James Rodriguez. O meia já havia ficado no banco no primeiro tempo da estreia e na última rodada acabou sendo substituído com apenas 31 minutos de jogo. Sem o jogador do Bayer de Munique, a equipe fica consideravelmente mais fraca. Afinal, o jogador é peça chave do quarteto ofensivo formado com Cuadrado, Quintero e Falcão.

Os quatro juntos podem levar a Colômbia longe, como quase conseguiram na edição do Brasil, caindo apenas nas quartas de final. O tão sonhado título colombiano vale R$ 23,00 para R$ 1,00. A taça ainda parece algo distante, mas alcançar a semifinal é perfeitamente possível se Pekerman estiver com o time completo. A façanha já garante excelentes R$ 4,50 para R$ 1,00.

Japão

Longe de ter um time forte, o Japão usou bem as suas características neste Mundial. Sabendo que era possivelmente a equipe mais fraca tecnicamente da chave, a seleção soube ter tranquilidade em todas as partidas. Diante da Colômbia e do Senegal conseguiu buscar os resultados nos dois jogos, enquanto contra a Polônia teve calma mesmo ao estar perdendo por 1 a 0. A postura de aceitar a derrota até gerou uma certa crítica, mas de fato era o melhor a se fazer.

No entanto, a seleção tem que comemorar a classificação, pois certamente não terá vida longa na competição. Prova disso é que um inédito título asiático paga inacreditáveis R$ 126,00 para R$ 1,00. Isso acontece porque de fato os japoneses são os mais fracos das oitavas de final. Tanto que um surpreendente avanço para as quartas de final diante da Bélgica dá R$ 3,75.

Senegal

A Copa do Mundo pune a falta de experiência. Sem jogar o torneio desde 2002, quando alcançou a semifinal, o Senegal pagou pela falta de equilíbrio nas partidas. Se na primeira participação, os africanos foram no embalo de serem surpresas, nesta tentou administrar resultados de forma pouco inteligente.

A eliminação da seleção na verdade foi decretada na segunda rodada, quando permitiu o empate do Japão. Tendo que encarar a Colômbia precisando segurar o adversário, o time se acomodou dentro de campo e parou de atacar. Isso deu campo para os colombianos, que fizeram 1 a 0. Precisando correr atrás do prejuízo, os senegaleses avançaram de forma desordenada e não marcaram.

Bom para quem aplicou que a seleção cairia na fase de grupos, pois faturou R$ 2,00 para cada real. Ainda assim, dá para considerar uma boa campanha de Senegal, que apesar de não ter conseguido administrar os resultados, apresentou um bom futebol, certamente o melhor representante africano.

Polônia

Não tem como comparar com o fiasco da Alemanha, que decepcionou na Rússia, mas o desempenho da Polônia foi muito abaixo do esperado. Primeiro por se tratar de um time europeu, segundo por ser um cabeça de chave e por último pelo fato de ter um dos maiores centroavantes da atualidade.

Aliás, muito do fiasco polonês se deve ao fato de Lewandowski ter saído sem ter marcado nenhum gol. De fato, seu time não ajudou, mas nas eliminatórias e em amistosos o jogador sempre conseguia decidir.

Ao menos, a seleção jogou com garra na última partida e bateu o Japão, o que garantiu R$ 3,00 para apostou em uma despedida honrosa da Polônia, que conta com dois terceiros lugares em Mundiais, em 1974 e 1982.

Cotas para o título da Copa do Mundo 2018

Odds em 28 de junho, segundo o Bumbet.

  • Colômbia R$ 23,00
  • Japão R$ 126,00

as melhores casas de apostas

 

Colombianos se recuperam e deixam chave embolada; japoneses lideram pelo inusitado critério de cartões

25/06/2018, POR josé neto
Repetindo o equilíbrio de outras seis chaves, que contam com pelo menos três times brigando pelas primeiras duas posições que asseguram vagas para as oitavas de final da Copa do Mundo, o Grupo H teve no domingo (24 de junho) duas partidas (Japão 2x2 Senegal e Polônia 0x3 Colômbia) que movimentaram a tabela e que pode ter o líder definido através do inusitado critério de cartões. Resta saber quem irá ficar com a ponta, que garante até 225% de lucro segundo os dados do Bumbet.

Polônia

O primeiro cabeça de chave do Mundial de 2018 está fora. É a Polônia, que de líder do Grupo E das Eliminatórias Europeias, classificando-se sem maiores problemas em uma chave que havia a favorita Dinamarca, e possível candidata às oitavas de final da Copa do Mundo, chega à terceira rodada já eliminada.

Foram dois jogos e duas derrotas – contra Senegal e Colômbia. A última delas com direito a goleada sofrida para os “Los Cafeteros”, que definiram o fim polonês com o placar de 3x0 e rendimento de 214% no mercado das apostas. Nem Robert Lewandowski, atacante do Bayern de Munique e destaque da seleção europeia, deu jeito. Ainda sem marcar no Mundial, ele tem uma última tentativa contra o líder o Japão. Vencer os Samurais Azuis – odds de R$ 3,00, - é o que resta para pelo menos amenizar a má campanha polonesa na Rússia. Se tiver gol do goleador cobiçado pelo Real Madrid, a taxa é de R$ 2,05.

Senegal

Uma das boas surpresas deste Mundial, o Senegal ficou perto de garantir a passagem para as oitavas de final já nesta segunda rodada, mas a equipe liderada por Mané, do Liverpool, não sustentou em duas oportunidades a vantagem no placar conquista sobre o Japão. O 2x2 teve sabor amargo, ainda mais porque o time do Sol Nascente desbancou a seleção africana na liderança do Grupo H. Empatados com quatro pontos e tendo o mesmo número de gols marcados (quatro cada) e saldo de gols (dois cada), senegaleses e japoneses veem o inusitado ranking de fair play como critério de desempate. Neste caso, os Samurais Azuis têm sido mais disciplinados no torneio, com três cartões amarelos, contra cinco dos senegaleses. Para piorar, os Leões de Teranga têm confronto direto com a Colômbia, no qual são francos azarões, pelo menos de acordo com odds: R$ 4,00 para um triunfo senegalês logo mais e R$ 1,72 para a classificação à próxima fase.

Colômbia

Após uma estreia decepcionante – é bem verdade que a expulsão de Carlos Sánchez complicou demais as pretensões da equipe – contra o Japão, a Colômbia mostrou no domingo o que se espera dos Cafeteros. Com ótima atuação de James Rodríguez, até então dúvida para o duelo por conta de dores musculares, os sul-americanos dominaram a Polônia e aplicaram o placar de 3x0.

Com gols de Mina, Falcao García e Cuadrado, os colombianos melhoraram o saldo de gols – agora de dois – e são os terceiros colocados com três pontos. Ficando atrás apenas do Japão em relação aos odds de uma eventual classificação para as oitavas – R$ 1,16 dos asiáticos contra R$ 1,61 dos sul-americanos - , os comandados de José Pékerman dependem de uma vitória sobre Senegal, que paga R$ 1,90, segundo o Bumbet para fincarem seus pés no mata-mata.

Japão

Falar em Japão e liderança do Grupo H não combinam. Não pela capacidade da seleção, que conta com jogadores experientes como Honda, Shinji Kagawa e Shinji Okazaki, mas pelo momento vivido pela equipe antes de a bola rolar na Rússia. A demissão do técnico bósnio Vahid Halilhodžić faltando dois meses para o início do Mundial fez as cotações dos Samurais Azuis dispararem. Mas a credencial de azarão não afetou em nada a equipe asiática, que após surpreender a Colômbia por 2x1, arrancou empate com Senegal (gols de Inui e Honda) e lidera a chave com quatro pontos.

Fato é que os asiáticos podem retornar às oitavas de final após oito anos. Favoritos para vencer o grupo, em odds de R$ 2,40 para cada real investido, os japoneses pegam uma já eliminada Polônia. Mas todo cuidado é pouco com os europeus, que certamente não querem sair zerados da competição.

Avançará a partir da fase de grupos

Odds em 25 de junho, segundo o Bumbet.

  • Japão R$ 1,11
  • Colômbia R$ 1,61
  • Senegal R$ 1,72

Para ganhar o grupo

Odds em 25 de junho, segundo o Bumbet.

  • Japão R$ 2,40
  • Colômbia R$ 2,87
  • Senegal R$ 3,25

Não avançará a partir da fase de grupos

Odds em 25 de junho, segundo o Bumbet.

  • Senegal R$ 2,00
  • Colômbia R$ 4,20
  • Japão R$ 6,50

Apostas nos jogos

Quinta-feira, 28 de junho

Odds em 25 de junho, segundo o Bumbet.

  • 11:00 – (R$ 2,50) Japão x Polônia (R$ 3,00); empate (R$ 3,10)
  • 11:00 – (R$ 4,00) Senegal x Colômbia (R$ 1,90); empate (R$ 3,50)

as melhores casas de apostas

 

Primeira rodada alterou por completo todo o panorama que era previsto para esta chave

19/06/2018, POR Leandro Gaignoux

Todo mundo imaginava que Colômbia e Polônia ficariam com as duas vagas para as oitavas de final da Copa do Mundo. Olha, a disputa começou bem diferente e de maneira bastante empolgante. Europeus e sul-americanos ocupam a segunda e a terceira colocação na tabela, respectivamente. Japão e Senegal, surpreendentemente, são os líderes.

Confira os prognósticos do Bet365 para você ganhar uma grana dando os seus palpites.

Polônia

Depois de tanto tempo sendo apenas só mais um time na Copa, a Polônia chegou à Rússia com potencial para brilhar sob a batuta do atacante Robert Lewandowski, do Bayern de Munique. Só que, pelo menos até agora, a expectativa não se confirmou. Os polacos perderam logo na estreia para Senegal, por 2 a 1, tendo uma apresentação bem fraquinha, de dar sono.

Os poloneses, que durante as eliminatórias europeias tiveram cinco pontos de diferença para a vice-líder Dinamarca, vão precisar fazer algo. Quando a bola rola no maior evento esportivo do planeta, mesmo que seja diante de um oponente mais fraco tecnicamente, a parada é totalmente diferente. É como se o passado fosse “zerado”. Ou seja, tudo pode acontecer. Krychowiak, Zielinski e Grosiki precisam aparecer mais para ajudar Lewandowski a empurrar a bola para o fundo da rede.

A derrota na primeira rodada fez com que a cota da Polônia para chegar às oitavas de final aumentasse, não sendo mais uma das favoritas, ao lado dos colombianos. Segundo o Bet365, a classificação paga R$ 2,75 por 1, contra R$ 1,40 pela precoce eliminação.

Senegal

Os africanos mostraram que vão, sim, brigar pela classificação. O Senegal tem um elenco bem experiente, com um monte de jogadores que atuam em grandes clubes do Velho Continente. Sadio Mané, do Liverpool, é o mais conhecido do público. Porém, Niang, do Torino, Gueye, do Everton, e Sarr, do Rennes, são outros exemplos de atletas talentosos.

Repetir a campanha de 2002, quando chegaram nas semifinais lá na Coreia do Sul e no Japão, não sei se os Leõs de Teranga conseguem, mas, certamente ainda vão complicar a vida de muita gente nos campos russos. O selecionado é rápido e usa bem o contra-ataque para levar grandes dificuldades aos oponentes.

A vitória colocou os senegaleses no topo dos times cotados para conseguirem se classificar, pagando R$ 1,30, como mostra o Bet365. Agora, para as casas de apostas, é improvável eles não avançarem. Se isto acontecer, você embolsa R$ 3,40.

Colômbia

Que decepção foram os colombianos na estreia. Concorda, comigo? Esperávamos uma boa vitória sobre o Japão com um futebol envolvente, além de belas atuações de James Rodriguez, artilheiro da Copa de 2014, aqui no Brasil, e Falcao Garcia. Não vimos nada disso dentro de campo, além do revés de 2 a 1.

A queda de rendimento que marcou o encerramento da Colômbia nas eliminatórias sul-americanas se manteve na Copa do Mundo. Mais trabalho para o técnico José Pékerman. Como o Grupo H não conta com nenhum colosso do futebol mundial, era esperado que os fãs da cantora Shakira assumissem a liderança da chave e conquistassem um lugarzinho no mata-mata de maneira tranquila. Parece que a história será diferente.

O Bet365, hoje, acredita que a Colômbia vai disputar somente a primeira fase da competição, gerando R$ 2,62 em um provável adeus. A classificação paga R$ 1,44 por 1.

Japão

Para mim, a grande surpresa desta chave foi sem dúvida alguma o Japão, um azarão. Os Samurais Azuis fizeram uma preparação para a Copa bem turbulenta, trocando de treinador faltando apenas dois meses para a bola rolar na casa do presidente Vladimir Putin. Nas eliminatórias, competição onde enfrenta equipe mais fracas, o time do Sol Nascente não “nadou de braçadas”, não. Foi uma campanha sem brilho, com apenas 66,7% de aproveitamento.

Quem apostaria nos japoneses contra a Colômbia? Acho que quase ninguém. Agora, a história mudou consideravelmente, pelo menos em termos de números para você apostar.  Os orientais, líderes do grupo, estão avaliados como favoritos para obterem a classificação, com R$ 1,66, de acordo com o Bet365. Na segunda rodada, eles vão encarar o Senegal em um duelo que promete muito, podendo classificar algumas das duas seleções.

Apostas no Grupo H

AVANÇARÁ A PARTIR DA FASE DE GRUPOS:

Odds em 19 de junho, conforme o Bet365.

  • Senegal: R$ 1,30
  • Japão: R$ 1,66
  • Colômbia: R$ 2,62
  • Polônia: R$ 2,75
NÃO AVANÇARÁ A PARTIR DA FASE DE GRUPOS:

Odds em 19 de junho, conforme o Bet365.

  • Colômbia: R$ 1,44
  • Polônia: R$ 1,40
  • Japão: R$ 2,10
  • Senegal: R$ 3,40

APOSTAS NOS JOGOS:

Domingo, 24 de junho

Odds em 19 de junho, conforme o Bet365.

  • 12:00 – (R$ 4,00) Japão x Senegal (R$ 2,10); empate: R$ 3,40
  • 15:00 – (R$ 3,70) Polônia x Colômbia (R$ 2,10); empate: R$ 3,60
Quinta-feira, 28 de junho

Odds em 19 de junho, conforme o Bet365.

  • 11:00 – (R$ 4,20) Japão x Polônia (R$ 1,85); empate: R$ 3,50
  • 11:00 – (R$ 2,00) Colômbia x Senegal (R$ 3,90); empate: R$ 3,25

s melhores casas de apostas

 

Definição dos classificados deverá acontecer apenas na última rodada

04/01/2018, POR GABRIEL STAVELE

Composto por Polônia (cabeça de chave), Senegal, Colômbia e Japão, o Grupo H da Copa do Mundo 2018 promete partidas equilibradas e indefinição quanto aos classificados até a última rodada. A princípio, nenhuma das quatro seleções chega à Rússia para brigar pelo título, mas com exceção do Japão, todas reúnem condições para complicar a vida dos favoritos.

Confira a seguir os prognósticos para o Grupo H e faça suas apostas.

Polônia

Cabeça de chave menos badalada deste mundial, a Polônia voltará a apresentar na Rússia um time competitivo após três décadas de ostracismo. O futebol do país viveu seu apogeu durante os anos 70 e 80, quando obteve dois terceiros lugares e foi presença constante em Copas do Mundo, mas desde então, teve apenas algumas participações esporádicas, e nunca conseguiu ir além da primeira fase.

Desta vez, porém, a história tem tudo para ser diferente. A geração atual conta com jogadores que atuam em alguns dos maiores clubes da Europa, como o volante Krychowiak, do PSG, o zagueirão Kamil Glik, do Mônaco, o jovem meia Piotr Zieliński, que começa a se firmar no Napoli, o goleiro Wojciech Szczęsny, que defende a Juventus após passagens por Arsenal e Roma, e o grande astro da companhia, Robert Lewandowski, artilheiro do Bayern de Munique.

Com este plantel, a Polônia se classificou em primeiro lugar no Grupo E das Eliminatórias da Europa com cinco pontos de vantagem sobre a Dinamarca, e um aproveitamento de 83,3%. O ataque teve um desempenho bastante satisfatório, com 28 gols  marcados em 10 jogos, mas a defesa, que foi vazada 14 vezes no mesmo período, é a principal fonte de preocupação para o técnico Adam Nawalka. Se os problemas do setor forem corrigidos, ou pelo menos atenuados, o time poderá ir longe.

Segundo as cotas do Bumbet, se a Polônia avançar de fase, o apostador terá 60% de lucro.Caso a equipe termine como primeira colocada no grupo, o valor subirá para 170%. Entretanto, se vier a fracassar,  caindo ainda na primeira fase,o retorno será de R$ 2,25/R$ 1,00.

Senegal

O Senegal, que se prepara para disputar a segunda Copa de sua história, é o representante do continente africano com maiores possibilidades de desempenhar um bom papel neste Mundial. A equipe provou seu valor ao se classificar com folga em um grupo complicado nas Eliminatórias, com Burkina Faso, Cabo Verde e África do Sul. Terminou invicta, com quatro vitórias e dois empates, e um aproveitamento de 77,8%.

Todos os setores do time apresentam muita consistência, mas é no trio de ataque formado por M’Baye Niang, do Torino, Keita Baldé, do Mônaco, e Sadio Mané, do Liverpool, que se concentram as maiores esperanças da torcida. O time normalmente joga no 4-3-3, mas  o técnico Alio Cissé costuma  variar o esquema para um 4-2-2 quando a exigência defensiva é maior.

Em um dia inspirado, a seleção senegalesa é perfeitamente capaz de fazer frente a qualquer outra equipe do Grupo H.

As cotas do Bumbet  apontam que se o Senegal passar de fase, o apostador receberá R$ 2,50 por cada real investido. Caso a classificação venha acompanhada da primeira colocação, o retorno será muito interessante, R$ 5,50/R$ 1,00. A eliminação precoce é a opção menos atraente em termos de rendimento, mas tem boas chances de ser bem sucedida, e proporcionará um lucro de 52%.

Colômbia

A seleção colombiana atual encontra-se em um patamar inferior à de 2014, que foi cabeça de chave e chegou até as quartas de final. Nem por isso, porém, deixa de ser um time interessante. Os principais nomes do elenco ainda são os mesmos, os meias James Rodríguez, do Bayern de Munique, e Cuadrado, da Juventus, o goleiro Ospina, do Arsenal, e o vice-artiheiro do campeonato francês pelo Mônaco, Falcão García, que há quatro anos foi cortado por contusão. Entre as caras novas, quem se destaca é o zagueiro Davinson Sánchez, de apenas 21 anos, que desde o ano passado defende as cores do Tottenham.

Nas Eliminatórias Sul-Americanas mais equilibradas dos últimos anos, a classificação dos comandados de José Pekerman foi extremamente sofrida, e precisou de uma boa dose de sorte para acontecer. O time caiu de produção no momento mais importante, somou apenas três pontos nas quatro últimas rodadas, e só não perdeu a quarta posição para  Chile ou Paraguai porque ambos também tropeçaram em seus jogos decisivos.

A Colômbia disputou dois amistosos no mês de novembro, contra a Coréia do Sul e a China. No primeiro, foi derrotada por 2x1, mas depois se recuperou com uma goleada por 4x0. O ataque mais uma vez provou ser o ponto forte do time, mas também ficou claro que na parte defensiva ainda há muito o que ser corrigido.

De acordo com oBumbet, a seleção colombiana é a mais cotada para se classificar em primeiro lugar, com um retorno de R$ 2,30/R$ 1,00. A aposta na classificação pagará R$ 1,33/R$ 1,00, e se o time for eliminado, o rendimento será de 225%.

Japão

O Japão se encaminha para sua sexta copa consecutiva, e juntamente com a Coreia do Sul, consolida-se como principal força do futebol asiático. Contudo, ainda não teve nenhuma atuação marcante em nível mundial, e até hoje não conseguiu passar das oitavas de final.

Desde que assumiu o cargo de treinador, em 2015, o bósnio Vahid Halilhodžić vem promovendo mudanças profundas não só na forma do time jogar, como também nas peças do elenco, e já dispensou alguns medalhões, como Keisuke Honda, Shinji Kagawa e Shinji Okazaki. Em um grupo formado quase que exclusivamente por jogadores que atuam no próprio país, os protagonistas são o volante Yosuke Ideguchi, do Gamba Ozaka, e o zagueiro Maya Yoshida, do Southampton.

A consistência defensiva foi o ponto chave para o time obter a classificação em primeiro lugar no Grupo 2 das Eliminatórias Asiáticas, apesar de uma campanha sem brilho, com 66,7% aproveitamento. 

Os japoneses são os azarões do grupo. De acordo com o Bumbet, se o time ficar pela primeira fase, como se espera, o apostador terá 40% de lucro. Porém, caso consiga contrariar as expectativas e chegar até as oitavas,  a aposta pagará R$ 2,85/R$ 1,00. Se for como líder do grupo, o montante investido será multiplicado por oito.

Apostas no Grupo E

Avançará a partir da fase de grupos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet

  • Colômbia: R$ 1,33
  • Polônia: R$ 1,60
  • Senegal: R$ 2,50
  • Japão: R$ 2,85
Não avançará a partir da fase de grupos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet

  • Japão: R$ 1,40
  • Senegal: R$ 1,52
  • Polônia: R$ 2,25
  • Colômbia: R$ 3,25
Apostas nos jogos:

Odds em 04 de janeiro, segundo o Bumbet; horário de Brasília

  • 19/06, 10:00 – (R$ 2,25) Polônia x Senegal (R$ 3,30); empate (R$ 3,20)
  • 19/06, 13:00 – (R$ 1,80) Colômbia x Japão (R$ 4,50); empate (R$ 3,50)
  • 24/06, 13:00 – (R$ 2,85) Japão x Senegal (R$ 2,45); empate (R$ 3,25)
  • 24/06, 16:00 – (R$ 2,80) Polônia x Colômbia (R$ 2,50); empate (R$ 3,25)
  • 28/06, 11:00 – (R$ 4,23) Japão x Polônia (R$ 1,92); empate (R$ 3,43)
  • 28/06, 11:00 – (R$ 3,99) Senegal x Colômbia (R$ 2,00); empate (R$ 3,37)

Comments