Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Olho na telinha: Grêmio observa Pachuca x Wydad. Um deles será o adversário do Tricolor

Mexicanos e marroquinos decidem uma vaga na semifinal do Mundial Interclubes.

O desafio entre o campeão das Américas Central, do Norte e do Caribe e o campeão africano promete ser bastante interessante. São escolas de futebol bem diferentes e que vivem realidades desportivas muito singulares. Os outrights apontam que o título mexicano está avaliado em R$ 34,00 / um, contra R$ 151 / um, caso ele vá para Casablanca. Desconhecidos para os brasileiros, o Grêmio deve ficar atento ao embate para observar como jogam estes quadros. Quem vencer pega os gaúchos. Confira abaixo as últimas notícias e estatísticas, segundo o betsson.

Como o Pachuca chegou até aqui?

Na Conca Champions, o Pachuca venceu o grupo E que tinha Olimpia (de Honduras) e Police United (de Belize). Os mexicanos venceram três das quatro partidas, incluindo um incrível 11-0 contra os belizenhos. Nas quartas de final, foi superior ao Saprissa costarriquenho por 0 a 0 e 4 a 0. O rival das semifinais foi o Dallas FC, que chegou a vencer o primeiro capítulo por 2 a 1, mas perdeu o segundo por 3 a 1. A decisão foi contra o também mexicano Tigres de la UANL: 1 a 1 em Monterrey e 1 a 0 dentro de casa.

As glórias dos Tuzos incluem cinco Conca Champions, uma Copa Sul-Americana, seis primeira divisões nacionais e quatro segundonas.

Na delegação que se encontra nos Emirados Árabes, há atletas de diversas nacionalidades: dois chilenos, dois argentinos, dois uruguaios, um japonês, um norte-americano e um colombiano, além dos mexicanos.

Como o Wydad chegou até aqui?

Por pouco, o Wydad não para logo na primeira eliminatória. Diante do desconhecido Mounana gabonês, os marroquinos ganharam em casa por 1 a 0, mas perderam fora também por 1 a 0. O "Rei de Títulos" só conseguiu a vaga nos pênaltis: 5 a 4. Na fase de grupos, terminou na frente da chave D com 12 pontos, contra 11 do Al Ahly egípcio, 11 do Zanaco zambiano e nenhum do Coton Sport, de Camarões. Nas quartas de final, novamente precisou das penalidades máximas para tirar o Mamelodi Sundowns, da África do Sul, do caminho. Nas semifinais, se impôs sobre o USM Alger (da Argélia) por 0 a 0, em Argel, e 3 a 1, em Casablanca. A decisão foi contra o Al Ahly (do Egito). Em Alexandria, houve empate em 1 a 1. No estádio Mohamed V lotado, o Wydad ganhou por 1 a 0, gol de Walid El Karti.

O Wydad se tornou pela segunda vez o melhor time da África. Seus outros títulos importantes são uma Recopa Africana, 19 ligas nacionais e nove Copas do Marrocos.

No plantel de Hussein Amotta, quase todos são nacionais. As únicas exceções são o burquinense Mohamed Ouattara e os marfinenses Guillaume Daho e Cheick Comara.

Possíveis escalações

Pachuca: Alfonso Blanco; Omar González e Óscar Murillo; Victor Guzmán, Keisuke Honda, Jorge Hernández, Jonathan Urretaviscaya e Emmanuel García; Ángelo Sagal, Raúl López e Erick Sánchez. Técnico: Diego Alonso.

Wydad: Zouheir Laaroubi; Abdelatif Noussir, Youssef Rabeh, Amine Atouchi e Badr Gaddarine; Abdeladim Khadrouf, Walid El Karti, Amin Tighazoui, Salaheddine Saidi e Ismail Haddad; Achraf Bencharki. Técnico: Hussein Ammota.

 Palpite

Gosto muito do futebol do México. Sempre acredito que os mexicanos correm por fora, seja nas competições de seleções, seja nas contendas interclubes. Desta vez não é diferente. O Pachuca participa da Liga MX, campeonato totalmente profissional e um dos torneios mais fortes da América Latina, pois as agremiações mexicanas contratam muitos jogadores que se destacam em outros países da região.

Outro fator que pesa a favor dos alvianis é a experiência internacional. O Pachuca conquista regularmente títulos de seu continente, que tem equipes tradicionais e fortes como América, Chivas Guadalajara, Saprissa, Olimpia, Comunicaciones, Los Angeles Galaxy, Seattle Sounders, Toronto FC, etc. Até a Copa Sul-Americana, contra os afiliados da CONMEBOL, el Decano levantou.

Quanto ao Wydad, trata-se de um bom oponente. Caso contrário, não teria chegado tão longe. Só não sei se os marroquinos conseguem ganhar do Pachuca. Uma coisa é eliminar seus coirmãos camaroneses, zimbabuanos e quenianos. Outra coisa é derrotar o campeão da CONCACAF.

Prevejo Pachuca 2 a 0, o que me rede 76% de lucro. Quem não confiar no meu palpite concorre a R$ 4,80 / um ou a R$ 3,51 / um, se formos para a prorrogação.

Outras possibilidades de apostas:
  • Placar exato: 0 a 0: R$ 9,00 / um.
  • Placar exato: Pachuca 2 a 0: R$ 7,50 / um.
  • Placar exato: Wydad 1 a 0: R$ 9,50 / um.
  • Hipótese dupla: Pachuca ou empate: R$ 1,20 para um.
  • Hipótese dupla: Wydad ou empate: R$ 2,15 para um.
  • Hipótese dupla: um vencedor: R$ 1,28 para um.
  • Intervalo / Final do jogo: Empate - Wydad: R$ 10,00 / um.
  • Intervalo / Final do jogo: Pachuca - Wydad: R$ 41,00 / um.
  • Intervalo / Final do jogo: Wydad - Pachuca: R$ 23,00 / um.
  • Intervalo / Final do jogo: Empate - Pachuca: R$ 4,33 / um.
  • Ambas as equipes marcam gols? Sim, R$ 2,05 / um; ou não R$ 1,70 / um.
  • Teremos mais de 2,5 gols no jogo? Sim, R$ 2,20 / um; ou não R$ 1,86 / um.
  • Empate anula aposta: Pachuca R$ 1,33 / um; Wydad R$ 3,25 / um.
  • O Pachuca ganha por 3 gols de diferença? Se sim, paga-se R$ 8,50 / um.
  • O Wydad ganha por 2 gols de diferença? Se sim, paga-se R$ 13,00 / um.

1ª fase

Quarta-feira, 06 de dezembro:

Odds em 06 de dezembro, segundo o betsson

  • 15h00: Al Jazira 1x0 Auckland City (R$ 1,70)

2ª fase

Sábado, 09 de dezembro:

Odds em 07 de dezembro, segundo o betsson

  • 11h00: (R$ 1,76) Pachuca x Wydad (R$ 4,80) (Empate R$ 3,51) – palpite: Pachuca.
  • 16h30: (R$ 5,24) Al Jazira x Urawa Red Diamonds (R$ 1,66) (Empate R$ 3,70) – palpite: Urawa Red Diamonds.

Comments