Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Palpite para Brasil x Paraguai pelas quartas de final da Copa América 2019, com Patrícia Fagundes

Será que dessa vez o Brasil passa por esse velho conhecido? As lembranças de 2011 e 2015 não são nada boas. Confira nosso palpite.

Depois de se classificar em primeiro no grupo A, o Brasil vai para a fase mais importante da Copa América 2019. O adversário nas quartas de final é o Paraguai, que ainda não venceu e nem convenceu, mas existe um tabu de anos com essa seleção, que já é carrasca dos brasileiros nas copas.

Agora não há mais tempo para testes

Como o próprio Tite já citou, “errar rápido” é algo muito importantes em uma competição curta como a Copa América. Não há tempo de buscar revés no jogo seguinte. O Brasil teve as suas três primeiras rodadas de teste. Não foi bem no primeiro tempo do primeiro jogo, mas engrenou no segundo. Não conseguiu passar da defesa da Venezuela na segunda partida, mas fez 5 no Peru no último embate. Foram nítidas as mudanças de um duelo para o outro e isso é muito importante para o mata-mata.

Com a entrada de Everton e Gabriel Jesus no último confronto, o time brasileiro ficou mais leve e rápido, com maior flutuação e qualidade para definir no ataque. Com velocidade e um futebol eficiente, a Seleção Brasileira jogou como há muito não jogava. Eu realmente espero que Tite não mude muita coisa para enfrentar o Paraguai.

Seleção Brasileira quer quebrar um tabu e não pretende sofrer sustos

Dia 17 de julho de 2011, em uma quinta-feira, Brasil x Paraguai se enfrentavam pelas quartas de final da Copa América daquele ano. O jogo, no estádio Ciudad de La Plata, na Argentina, insistiu em permanecer no 0 a 0 mesmo com todo favoritismo brasileiro. A prorrogação também não foi suficiente para que uma das seleções balançasse as redes. Nos pênaltis, o Brasil conseguiu errar todas as quatro primeiras cobranças; foram necessárias apenas duas conversões para o Paraguai chegar à semifinal. Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred erraram as cobranças. Um vexame comentado no mundo todo.

Mas se você acha que o Brasil se vacinou depois de errar todas as cobranças de pênalti na Copa América de 2011, espera só para ver o que aconteceu em 2015. Mais uma vez contra o Paraguai, os brasileiros disputavam as quartas de final. O Brasil saiu na frente com gol de Robinho aos 15’ do primeiro tempo, mas um pênalti a favor do Paraguai aos 27’ da segunda etapa, colocou a seleção adversária no páreo mais uma vez. Novamente a decisão foi para os pênaltis, agora sem prorrogação, como acontecerá caso o empate persista no tempo normal na quinta-feira (27). O Brasil não havia aprendido a lição e mais uma vez foi eliminado, com duas cobranças erradas de Everton Ribeiro e Douglas Costa.

Tite não quer arriscar dessa vez e pretende quebrar o tabu contra o Paraguai. O objetivo é vencer no tempo normal, mas se não funcionar, dessa vez a Seleção Brasileira está se preparando para os pênaltis e vem fazendo treinamento intensivo de cobranças. A cada final de treino, os atletas cobram penalidades. Alguns atletas fazem maior número de cobranças, os possíveis cobradores oficiais.

Paraguai ainda não venceu na Copa América

O Paraguai “dormiu” no jogo contra o Catar e acabou sofrendo o empate no segundo tempo em um jogo praticamente ganho com o placar de 2 a 0. Na segunda rodada até mereceu a vitória contra a Argentina, mas emplacou apenas mais um empate em 1 a 1. Contra a Colômbia, veio a primeira derrota por 1 a 0. Ainda assim, os paraguaios emplacaram a terceira posição do grupo B. Não se pode dizer que o Paraguai vem sendo displicente, mas também não se pode esperar que a equipe goleie o Brasil nessa quinta-feira (27) na Arena do Grêmio.

A última vez que o Paraguai venceu o Brasil

O São Paulo conquistava o sexto título do Brasileirão, Obama era eleito o primeiro presidente negro da história, Fidel Castro renunciava ao comando de Cuba e na telinha da Globo rolava a novela “A Favorita”. Bateu a nostalgia? Foi em 2008 a última vez que o Paraguai conseguiu vencer o Brasil pelo placar de 2 a 0 em uma disputa na 5ª rodada da fase de qualificação para a Copa do Mundo de 2010. Ambas iriam para o Mundial, assim como seriam eliminadas nas quartas de final.

Mas não pense que o Brasil só teve vida fácil contra o Paraguai depois disso. Foram 6 confrontos seguintes, três deles em Copa América e os demais em qualificação para a Mundiais. O que mais se viu foram duelos equilibrados, com 4 empates e apenas 2 vitórias brasileiras. Mas pode se animar torcedor, pois o último encontro aconteceu em 2017 e o Brasil venceu por 3 a 0.

Palpite Brasil x Paraguai

Vamos ao que interessa nesse jogo entre Brasil x Paraguai, as apostas. Para enfrentar o Brasil, o Paraguai pode optar por uma postura mais defensiva, buscando possíveis contra-ataques. Não se pode esperar um jogo de igual para igual aqui, afinal as diferenças técnicas são bem expressivas. Se os paraguaios forem para cima, arriscam levar uma goleada brasileira. E por falar em goleada, elas pagam muito bem no Bodog. Uma vitória brasileira por 3 a 0 paga R$ 6,25 para R$ 1,00 e com o 4 a 0 você pode embolsar R$ 9,00 para R$ 1,00.

O meu palpite será no mais óbvio, uma vitória do Brasil por 3 ou mais gols, no handicap -2. Nessa aposta, caso o Brasil vença por apenas 2 tentos de diferença, minha aposta é devolvida e se vencer por 3 ou mais é dinheiro na conta, independente do placar de diferença e mesmo se o Paraguai marcar. No Bodog o retorno dessa aposta é de R$ 1,87 para R$ 1,00. Se você acredita na zebra, a bolada é muito grande. A vitória do Paraguai retornar R$ 17,00 para R$ 1,00 no Bodog, ou seja, para cada R$ 10,00, são R$ 170,00 de retorno.

Copa América 2019 – Quartas de final

Quinta-feira, 27 de junho
  • 21:30 – (R$ 1,16) Brasil 0 x 0 Paraguai (R$ 17,00); empate (R$ 7,00)
Odds em 25 de junho, segundo o Bodog:
Sexta-feira, 28 de junho
  • 16:00 – (R$ 6,50) Venezuela x Argentina (R$ 1,26); empate (R$ 5,50)
  • 20:00 – (R$ 2,20) Colômbia x Chile (R$ 3,55); empate (R$ 3,10)
Sábado, 29 de junho
  • 16:00 – (R$ 1,71) Uruguai x Peru (R$ 5,75); empate (R$ 3,50)