Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Canadá vence grupo 2 da Liga Mundial

A equipe Canadense confirmou seu favoritismo e conquistou o grupo 2 da Liga Mundial neste domingo (10/07). O País derrotou o anfitrião Portugal por três sets a zero e garantiu sua promoção para o Grupo 1 da Liga Mundial 2017. O Canadá, classificado como primeiro colocado, era o grande favorito do Final Four devido a sua campanha na primeira fase. A equipe só sofreu uma derrota na competição e já na última rodada quando estava garantida na fase final.

Canadá derrota Portugal

O Canadá confirmou seu amplo favoritismo e derrotou Portugal por três a zero. A equipe era muito mais cotada para a partida. Sua vitória rendeu US$ 1,14 para cada dólar investido. Portugal era um completo azarão e daria US$ 5. Isso se deve principalmente pela campanha de apenas duas vitórias na primeira fase, bem inferior à campanha quase perfeita do Canadá. A campanha foi tão ruim que a equipe Portuguesa só disputou o final four por ser a anfitriã.

Para triunfar na grande decisão, o time canadense contou com a ótima atuação de John Gordon Perrin. O jogador fez 19 pontos e conduziu a vitória pelas parciais de 25-19, 25-22 e 25-15. Outro nome importante foi Nicholas Hoag, que fez 14. O principal destaque de Portugal foi Alexandre Ferreira, que marcou 11.

A seleção canadense não teve dificuldades para levar o primeiro set. Carregando uma vantagem de pelo menos três pontos desde que abriu 8 a 5 até fechar em 25-19. O time português reagiu no segundo set e conseguiu liderar e manter a pontuação equilibrada até 17-17, mas aí brilhou a estrela de Perrin, que marcou duas vezes seguidas e não deu chances para Portugal voltar ao jogo. Final do set 25-22.

O terceiro set foi o que mostrou a maior diferença entre as duas equipes e o Canadá dominou com ampla vantagem até fechar com mais de 10 pontos de vantagem.

Holanda fica com terceiro lugar

Na disputa do terceiro lugar, a Holanda confirmou seu favoritismo. Sua vitória deu US$ 1,80 para cada US$ 1 investido. A Turquia era menos cotada para a partida e daria US$ 1,90. A seleção turca até havia feito uma primeira fase melhor com 21 pontos, com 8 vitorias e 1 derrota, enquanto a Holanda se classificou com seis vitórias e três derrotas.

Mas apesar da classificação, a Holanda aparecia como a mais cotada por ser a mais tradicional seleção das quatro equipes finalistas. O país, que conquistou um título e um vice-campeonato nos anos 90 do grupo principal, derrotou a Turquia por três sets a um.

Os placares mostram como a partida foi equilibrada. No primeiro set, a Turquia teve uma grande chance de começar de uma forma diferente. Abriu 18-14 e parecia caminhar para conquistar o set, mas sofreu a virada para 19-18 e não conseguiu mais se recuperar até perder por 25-23.

O jogo disputado se manteve no segundo set. As duas equipes tiveram várias chances de fechar a parcial, porém dessa vez a Turquia levou a melhor e venceu por 30-28.

Com a partida empatada, os placares nos sets seguintes foram uma verdadeira montanha-russa. As duas seleções se revezavam na liderança, porém a Holanda contava com Wouter Ter Maat. O jogador marcou 28 pontos e conduziu a vitória por 25-22 nos dois sets finais. Pelo lado da Turquia, o destaque foi Baturalp que pontuou 21 vezes, mas não conseguiu evitar a derrota.

Semifinais

Para chegar às finais, Portugal e Canadá venceram com uma certa folga seus adversários nas semifinais, disputadas no sábado (09/07). O anfitrião Portugal venceu a Holanda por três sets a um, enquanto o Canadá derrotou a Turquia por três a zero.

Foi o primeiro encontro entre o Canadá e Turquia em um grande torneio e a seleção americana confirmou seu favoritismo. Com o resultado, quem investiu US$ 1 no Canadá recebeu US$ 1,28, enquanto a vitória da Turquia daria US$ 3,50.

John Gordon Perrin foi muito importante para levar a equipe canadense para a final, contribuindo com 20 pontos. Para chegar à vitória, a seleção também contou com um melhor desempenho nos bloqueios (11-5) e no número de erros. Cometeu apenas 14 contra 20 do adversário.

Na segunda semifinal de sábado, o anfitrião Portugal aproveitou o fator casa e derrotou a Holanda por 3-1 (25-22, 26-24, 17-25, 29-27) para garantir a vaga na final. Hugo Gaspar (21 pontos) e Alexandre Ferreira (20) foram os principais destaques do lado português. Foi a vingança por pela derrota de Portugal na fase preliminar, por 3 a 0, há três semanas. Justamente por esse retrospecto, a equipe era menos cotada para a partida. Sua vitória rendeu US$ 4 para cada dólar investido dos jogadores.

Comments