Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

A inédita medalha brasileira paga uma bolada! Será que Isadora Williams pode chocar o mundo na final da patinação?

Foto: Valery Sharifulin / TASS via Getty Images

Após ser a primeira sul-americana da história a garantir vaga na final patinação artística, atleta brasileira vai em busca da primeira medalha do país nas Olimpíadas de Inverno

Por motivos bastante óbvios, o Brasil nunca foi uma potência nos Jogos Olímpicos de Inverno - muito longe disso. Apesar da competição existir desde 1924, o país foi ter o seu primeiro representante apenas nos jogos de 1992 em Albertville, na França. De lá para cá, foram oito competições seguidas com a presença tupiniquim, mas sempre MUITO longe de uma medalha. Esse panorama mudou na última terça-feira, quando a patinadora Isadora Williams fez história e se classificou para as finais da patinação artística! Será que há alguma chance dela ‘beliscar’ uma medalha inédita às 22h desta quinta-feira? Vale ficar ligado!

Não é exagero dizer que essa é a maior chance de conquista para o Brasil nos 26 anos em que o país aparece como participante. Dos nove atletas da delegação atual, Isadora já computa, de longe, o melhor desempenho no gelo da Coreia do Sul. O Bumbet atualmente está pagando absurdos 20 para 1 se qualquer brasileiro conquistar uma medalha em PyeongChang… Será que há alguma pequena chance dela beliscar um bronze? A gente te conta agora!

Antes de analisar as chances de Isadora e soltar as dicas de aposta do dia, vale sempre o parênteses para os acertos anteriores. Quem seguiu nossas dicas de ontem se deu muito bem! Cravamos o ouro do americano David Wise na final do halfpipe de esqui livre, o que pagou incríveis R$4 para 1, e o ouro do time alemão do combinado nórdico rendendo R$1,50 por real. Vamos que tem muito mais vindo por aí!

Patinação artística  - final feminina

Se a patinação artística já é um dos esportes favoritos dos brasileiros nas Olimpíadas de Inverno, imagine quando há uma atleta do país competindo na grande final! Após fazer história como a primeira sul-americana a chegar no programa livre, Isadora Williams volta ao gelo coreano sonhando com uma medalha inédita para o país. A disputa começa à partir das 22h (de Brasília)

A ‘Missão Impossível’ de Isadora

A música escolhida por Isadora Williams para o programa livre, ou longo, reflete bem a situação da brasileira em PyeongChang. Ela entrará no gelo ao som de Nyah, do filme Missão Impossível 2, apostando no ritmo quente do flamenco espanhol. Como ela se classificou com a 17ª melhor nota no geral, e a medalha vem do somatório das notas dos programas longo e curto, Isa terá que realizar uma apresentação simplesmente perfeita para ter alguma chance de medalha. Missão quase impossível! A nota de 55,74 na terça-feira foi a maior de sua carreira.

Ouro deve ficar com a “Rússia”

Mesmo competindo com bandeira neutra, dificilmente a medalha de ouro sairá das mãos de Alina Zagitova ou Evgenia Medvedeva - as duas principais favoritas e nascidas na Rússia. Com 17 anos,  Medvedeva quebrou o recorde mundial do programa curto com 81.61, mas a marca durou apenas alguns minutos. A compatriota Zagitova, de apenas 15 anos, logo entrou no gelo e tratou de estabelecer 82.92! Qual das duas vai ficar com o ouro?

Dica de aposta: Isadora Williams ficará no Top 15, mas ainda muito longe da medalha. Agora, em qual das russas investir? Acredite em Evgenia Medvedeva - o fator experiência vai pesar na disputa de duas atletas quase empatadas no nível técnico.  A vitória de Medvedeva paga R$2 a cada real no Bumbet.

Esqui Livre - final do ski cross feminino

Essa disputa será uma das mais interessantes desta madrugada brasileira e manhã coreana. Em teoria, as medalhista de ouro e prata em Sochi, Marielle Thompson e Kelsey Serwa, seriam as principais candidatas ao título. Acontece que ambas sofreram sérias lesões no joelho e passaram os últimos meses em árdua reabilitação. Como o desempenho de ambas é bastante incerto, o mais prudente é colocar as fichas na sueca Sandra Näslund - atual campeã mundial.

Dica de aposta: A sueca está voando nos últimos meses e deve faturar o primeiro ouro olímpico da carreira. A vitória de Näslund é boa pedida pagando R$2,00 a cada real no Bumbet.

Biatlo - final do revezamento 4x7,5km masculino

Há dois dias, Martin Fourcade se tornou o único atleta desta edição dos Jogos Olímpicos a conquistar três medalhas de ouro. Em busca de mais recordes, ele fecha a participação em PyeongChang nesta madrugada no revezamento masculino. Será que vem o quarto ouro por aí? Difícil, pois o resto do time francês não é tão espetacular assim.

Liderados por Johannes Thingnes Bø, o time da Noruega bateu a França na Copa do Mundo em janeiro e deve repetir a dose na Coreia do Sul. Bø já conquistou um ouro e uma prata no evento.

Dica de aposta: Mais uma medalha na conta da Noruega! O país vai vencer o revezamento masculino do Biatlo e pagar R$2,00 a cada real investido no Bumbet.

Patinação pista curta - final dos 1000m masculino

Mais uma barbada gigantesca para nós apostadores! A Holanda faturou oito medalhas de ouro nas últimas dez provas de patinação em pista curta e deve levar mais um para os Países Baixos na manhã de sexta-feira (horário do Brasil). Teremos Kjeld Nuis na disputa! O monstro é o atual campeão mundial dos 1000m e 1500m e já faturou um ouro em PyeongChang nos 1500m. Aposta excelente.

Dica de aposta: O segundo ouro de Kjeld Nuis na Coreia do Sul é um excelente investimento pagando R$1,70 a cada real no Bumbet

Comments