Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

José Roberto Guimarães chama 19 atletas para tentar o título da Liga das Nações de vôlei

José Roberto Guimarães, técnico da Seleção Feminina de Vôlei
Foto: Divulgação/CBV

Barueri, na Grande São Paulo, recebe os três primeiros jogos da seleção brasileira

A Liga das Nações é o novo torneio da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Ele substitui o Grand Prix. Apesar da troca de nomenclatura, o certame é basicamente o mesmo. O Brasil é o segundo mais cotado a ficar com a taça e, segundo o betsson, oferece-se R$ 4,00 / um, caso a primeira volta olímpica da nova competição tenha predominantemente as cores verde e amarelo. Confira abaixo os prognósticos.

China favorita

As chinesas são as favoritas ao título da Liga das Nações e as casas de apostas oferecem o triplo do valor que você investir se este palpite se concretizar. Mas da onde vem a fama da China? A nação da Grande Muralha é a atual campeã de três das principais competições planetárias: Copa do Mundo (2015), Jogos Olímpicos (2016) e Copa dos Campeões (2017). É verdade que perdeu o Grand Prix, cujo troféu foi erguido em ritmo de samba. Pela esquadra vermelha jogam a craque Ting Zhu, que atualmente está no Vakifbank da Turquia. Já o Campeonato Chinês revelou a jovem Yingying Li, que defende as cores do Tianjin e foi convocada pela treinadora Lang Ping.

O Brasil, como sempre, tem um dos melhores selecionados do mundo. Quem acredita no trabalho de José Roberto Guimarães, pode receber quatro reais para cada um investido. Com Roberta, Monique, Adenízia, Bia, Carol, Amanda, Drussyla, Gabi, Natália, Rosamaria, Jaqueline e Suelen, entre outras, as atletas fazem um treino aberto para a imprensa hoje.

Campeã europeia de 2017 e medalha de prata nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, a Sérvia manteve a sua base e vem forte. Paga-se R$ 5,00 / um se elas subirem no lugar mais alto do pódio. O comandante segue sendo Zoran Terzic.

Os Estados Unidos também estão na briga. As norte-americanas são as atuais campeãs dos Jogos Pan-Americanos de 2015 e do Campeonato Mundial de 2014. Suas presenças no pódio é constante. O sexteto foi bronze na Rio 2016 e nas últimas dições da Copa dos Campeões e da Copa do Mundo. A recompensa para quem apostar no USA é de R$ 6,00 / um.

Qualquer equipe que venha conquistar o título que não seja estas quatro é zebra. Nem mesmo a Holanda, quinta colocada no ranking de apostas futuras com R$ 17,00 / um!

Já as nossas hermanas argentinas são favoritas ao rebaixamento.

Regulamento

A FIVB decretou que doze seleções são as principais e elas não podem ser rebaixadas. São elas: Alemanha, Brasil, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Holanda, Itália, Japão, Rússia, Sérvia, Tailândia e Turquia. Já as quatro desafiantes, correm risco de descenso. São elas Argentina, Bélgica, Polônia e República Dominicana.

Na primeira fase, teremos turno único entre todos os participantes. A cada acontecem quatro quadrangulares numa sede neutra. Classificam-se para o hexagonal final, os cinco primeiros da classificação geral e o país sede, que este ano será a China.

O último colocado entre os desafiantes terá de jogar contra o campeão da Copa dos Desafiantes por uma vaga na elite de 2019.

O começo da caminhada tupiniquim

O Ginásio José Corrêa, que tem capacidade para 5 mil torcedores e fica em Barueri, é o palco de estreia das brasileiras. Amanhã, o a peleja é contra a Alemanha. No dia seguinte enfrentaremos o Japão. Encerramos nossa participação contra a Sérvia na quinta-feira.

Nas semanas seguintes, as Canarinhos entrarão em quadra em Ancara (Turquia), Apeldoorn (Holanda), Jiangmen (China) e Eboli (Itália).

Aquecimento

Depois da Liga das Nações, o Brasil ainda disputa três competições. A mais importante delas é o Campeonato Mundial, que acontece no Japão. As brazucas caíram na chave que tem Cazaquistão, Quênia, Porto Rico, República Dominicana e Sérvia.

A Copa Pan-Americana é classificatória para os Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. O último torneio que vamos disputar é o Montreux Master, que este ano terá também Camarões, China, Itália, Polônia, Rússia, Suíça e Turquia.

As convocadas

  • Levantadoras: Josefa Souza (Osasco), Macris Carneiro (Minas Tênis Clube) e Roberta Ratzke (SESC).
  • Oposta: Monique Pavão (SESC) e Tandara Caixeta (Osasco).
  • Central: Adenízia Silva (Pallavolo Scandicci-ITA), Ana Beatriz Correa (Bia) (Osasco), Ana Carolina Silva (Carol) (Nilufer Belediye-TUR), Mara Leão (Minas Tênis Clube) e Thaisa Menezes (Barueri).
  • Ponteira: Amanda Francisco (Praia Clube de Uberlândia), Drussyla Costa (SESC), Gabriela Guimarães (SESC), Natália Pereira (Fenerbahçe) e Rosamaria Montibeller (Minas Tênis Clube).
  • Líbero: Gabriella Souza (SESC), Jaqueline (Barueri), Léia da Silva (Minas Tênis Clube) e Suelen Pinto (Praia Clube de Uberlândia).

Apostas futuras pelo título da Liga das Nações feminina de voleibol

Odds em 13 de maio, segundo o betsson.

  • 1. China, R$ 3,00 / um.
  • 2. Brasil, R$ 4,00 / um.
  • 3. Sérvia, R$ 5,00 / um.
  • 4. Estados Unidos, R$ 6,00 / um.
  • 5. Holanda, R$ 17,00 / um.
  • 6. Rússia, R$ 19,00 / um.
  • 7. Itália, R$ 21,00 / um.
  • 8. Turquia, R$ 41,00 / um.
  • 9. República Dominicana, R$ 51,00 / um.
  • 10. Japão, R$ 71,00 / um.
  • 11. Coreia do Sul, R$ 81,00 / um.
  • 12. Tailândia, R$ 91,00 / um.
  • 13. Bélgica, R$ 101 / um.
  • 14. Alemanha, R$ 151 / um.
  • 15. Polônia, R$ 501 / um.
  • 16. Argentina, R$ 1.001 / um.

as melhores casas de apostas

Comments