Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Marc Márquez é favorito ao título de 2018 da MotoGP

Vinte e três participantes tentam evitar o que seria o tricampeonato consecutivo do espanhol

Enquanto aguardamos a confirmação oficial do calendário e os odds para o GP do Qatar, que deve abrir a temporada 2018, o apostador já pode investir a longo prazo, nos outrights pelo título. Confira abaixo as últimas notícias e algumas cotações, segundo o betsson.

Três ex-campeões na briga pelo título

O espanhol Marc Márquez é o atual bicampeão da MotoGP. Ele já tem quatro troféus de melhor do mundo, conquistados em 2013, 2014, 2016 e 2017. Favorito a mais uma taça, quem aplicar um real nele, concorre a 80% de lucro. Este prêmio é pago ao final da temporada, em novembro. O número 93 pilota uma Honda RC213V e faz parte da equipe Honda.

O compatriota Jorge Lorenzo foi campeão em 2010, 2012 e 2015. Reconquistar o título paga R$ 6,50 / um. O natural de Palma de Mallorca compete pela Ducati Team e conduz uma Ducati Desmosedici GP18.

Já o italiano Valentino Rossi, vencedor de 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2009 está cotado a R$ 9,00 / um. Em cima de uma Yamaha YZR-M1, o da Terra da Pizza espera prevalecer em nome da equipe Movistar Yamaha MotoGP.

Maverick Viñales, companheiro da esquadra de Valentino Rossi, e Andrea Dovizioso, da agremiação de Jorge Lorenzo, correm por fora e estão no top 5 das casas de apostas: o êxito do primeiro vale R$ 7,00 / um e o do segundo R$ 7,50 / um.

Espanha domina circo da MotoGP

A Espanha tem nada mais, nada menos do que quatro grandes prêmios, duas equipes e nove pilotos inscritos na temporada 2018.

As provas correspondem à própria Espanha (na Andaluzia) e a três regiões autônomas: Aragão, Catalunha e Comunidade Valenciana.

Os dois times são Reale Avintia Racing, e Pull&Bear Aspar Team. Ambas só utilizam motocicletas da Ducati Desmosedici. A primeira conta com os atletas Xavier Simèon, da Bélgica, e Esteve Rabat, da Espanha. O checo Karel Abraham e o espanhol Álvaro Bautista têm contrato com a segunda.

Além destes dois motociclistas da terra de Mariano Rajoy, os demais são: Aleix Espargaró, Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa, Marc Márquez, Pol Espargaró, Álex Rins e Maverick Viñales.

calendário provisório
  • 18 de março, GP do Qatar, em Lusail.
  • 08 de abril, GP da Argentina, em Santiago del Estero.
  • 22 de abril, GP das Américas, em Austin.
  • 06 de maio, GP da Espanha, em Jerez de la Frontera.
  • 20 de maio, GP da França, em Le Mans.
  • 03 de junho, GP da Itália, em Scarperia e San Piero.
  • 17 de junho, GP da Catalunha, em Montmeló.
  • 01 de julho, GP da Holanda, em Assen.
  • 15 de julho, GP da Alemanha, em Hohensteil-Ernstthal.
  • 05 de agosto, GP da República Checa, em Brno.
  • 12 de agosto, GP da Áustria, em Speilberg.
  • 26 de agosto, GP do Reino Unido, em Silverstone.
  • 09 de setembro, GP de São Marinho, em Missano Adriatico.
  • 23 de setembro, GP de Aragão, em Alcañiz.
  • 07 de outubro, GP da Tailândia, em Buriram.
  • 21 de outubro, GP do Japão, em Motegi.
  • 28 de outubro, GP da Austrália, em Philipp Island.
  • 04 de novembro, GP da Malásia, em Selangor.
  • 18 de novembro, GP da Comunidade Valenciana, em Valencia.

A vitória vale 25 pontos, o segundo lugar 20, o terceiro 16, o quarto 13, o quinto 11, o sexto 10 e vai descendo um ponto por colocação até o décimo-quinto, que ganha um ponto.

Como foi em 2017?

Marc Márquez conquistou seu quarto título mundial ao somar 298 pontos. Ele venceu seis grandes prêmios. A recompensa do investidor foi de R$ 2,67 / um.

Andrea Dovizioso acumulou 261 pontos e também recebeu a bandeira quadriculada em seis oportunidades.

Maverick Viñales, que estourou a champanhe três vezes, terminou com 230 pontos.

Dani Pedrosa chegou em primeiro lugar duas vezes e terminou o ano em quarto lugar, com 210 pontos.

O mito veterano Valentino Rossi subiu no lugar mais alto do pódio uma vez e terminou o Mundial em quinto, com 208 pontos.

Entre os construtores, a Honda superou a Yamaha: 357 a 321 pontos. Seguiram a classificação na ordem: Ducati, Suzuki, KTM e Aprilla.

O título de equipes ficou com a japonesa Repsol Honda Team, que obteve 508 pontos. A também nipônica Movistar Yamaha MotoGP recebeu a medalha de prata com seus 438 pontos.

Em breve serão disponibilizados odds para podermos aplicar nos construtores e nas equipes.

Apostas futuras em Campeão do MotoGP

Odds em 20 de dezembro, segundo o betsson.

  • 1. Marc Marquez, R$ 1,80 / um.
  • 2. Jorge Lorenzo, R$ 6,50 / um.
  • 3. Maverick Vinales, R$ 7,00 / um.
  • 4. Andrea Dovizioso, R$ 7,50 / um.
  • 5. Valentino Rossi, R$ 9,00 / um.
  • 6. Daniel Pedrosa, R$ 17,00 / um.
  • 6. Johann Zarco, R$ 17,00 / um.
  • 8. Andrea Iannone, R$ 34,00 / um.
  • 9. Alex Rins, R$ 41,00 / um.
  • 9. Cal Crutchlow, R$ 41,00 / um.
  • 11. Jonas Folger, R$ 81,00 / um.
  • 12. Aleix Espargaro, R$ 101 / um.
  • 12. Alvaro Bautista, R$ 101 / um.
  • 12. Danilo Petrucci, R$ 101 / um.
  • 12. Jack Miller, R$ 101 / um.
  • 12. Pol Espargaro, R$ 101 / um.
  • 17. Bradley Smith, R$ 151 / um.
  • 17. Franco Morbidelli, R$ 151 / um.
  • 17. Scott Redding, R$ 151 / um.
  • 20. Thomas Luthi, R$ 251 / um.
  • 21. Takaaki Nakagami, R$ 301 / um.
  • 22. Esteve Rabat, R$ 501 / um.
  • 22. Karel Abraham, R$ 501 / um.
  • 22. Xavier Simeon, R$ 501 / um.

Comments