Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Copa do Mundo: quais seleções irão se classificar no grupo do Brasil?

Hoje, a Seleção Brasileira é a grande favorita para avançar às oitavas de final como primeira colocada, mas disputa na chave E é muito ferrenha, principalmente contra Suíça e Sérvia

A expectativa pela conquista do hexa do Brasil na Copa do Mundo de 2018 é grande, mas, antes, é preciso passar pela primeira fase da competição. Engana-se quem pensa que o Grupo E será “mamão com açúcar” para a Seleção Brasileira, que terá a companhia de Suíça, Sérvia e Costa Rica, que por pouco não chegou às semifinais do Mundial de 2014. Na sequência, fique com as cotas pagas pelo Bet365 em todos os cenários possíveis na chave.

Dê seu palpite sobre as seleções do Grupo E da Copa do Mundo de 2018

É notório que a equipe comandada por Tite é a grande favorita a terminar a campanha na chave com a primeira colocação e, se possível, com 100% de aproveitamento. O treinador chega à Rússia respaldado pela excelente campanha nas Eliminatórias, quando assumiu o time fora da zona de classificação para a Copa e não só ficou na liderança como o Brasil foi a primeira seleção a se classificar na bola para o Mundial.

Os apostadores têm ao seu dispor três possibilidades diretas. A primeira diz respeito à passagem para as oitavas de final, palpite que garante o pagamento de R$ 1,06 sobre cada real – uma superbarbada e que é um investimento pouco indicado, pois, para valer à pena, seria preciso um aporte muito alto. Agora, se os pentacampeões ficarem à frente dos outros participantes da chave, o retorno passa para 28%, uma valorização interessante com aplicações acima dos R$ 50,00.

No entanto, há quem prefira trilhar pelo caminho do pessimismo. Se você crê que a Seleção Brasileira ficará pelo caminho ainda na primeira fase, o que não acontece desde 1966, a margem de resgate é bem generosa: 1100%. Mas vale a pena mesmo colocar dinheiro nesta opção? A não ser que você trate esta modalidade como investimento a título de fundo perdido. Com uma aplicação módica de R$ 10, o ganho é bem interessante se o Brasil não passar para as oitavas de final.

O risco suíço

No dia 17 de junho, a Seleção Canarinho estreia no Mundial contra a Suíça, que larga na disputa em busca da segunda vaga no grupo, quando a principal briga na chave seria contra sérvios e costa-riquenhos. Pensando que os suíços irão se qualificar para a etapa de mata-mata, o investidor dobraria os ganhos. Hoje, à propósito, a Schweizer Nati está apenas atrás dos brasileiros no que tange às chances de classificação no Grupo E.

No tema ousadia, para os que pensam na seleção suíça como a vencedora da chave, o pagamento é bastante substancioso – R$ 7,00 sobre cada real. Agora, o mercado entende que a eliminação do time de um país que é mais conhecido pela qualidade de seus queijos, chocolates, relógios e bancos do que com a bola no pé vale R$ 1,80 por R$ 1. A qualificação independente da classificação vale R$ 2,00/R$ 1.

As chances da Sérvia no Grupo E

Após a eliminação nas Eliminatórias da Copa de 2014, a Sérvia volta ao Mundial com expectativas não muito audaciosas. Se passar para as oitavas de final, a sensação que ficará é de missão cumprida. O que muitos analistas apontam é que o jogo-chave no Grupo E será contra a Suíça, pois o resultado mais natural contra o Brasil será a derrota.  

Portanto, a classificação dos sérvios, independente da posição, traz a valorização nos aportes de 220%. Por outro lado, se a equipe, que tem como principal jogador Matic (Manchester United), ganhar a chave, o lucro passa para 900%. Sobre a eliminação, o valor a receber seria de R$ 1,66/R$ 1.

Costa Rica repetirá grande feito de 2014?

Na Copa de 2014, no Brasil, a Costa Rica foi a grande surpresa ao, por muito pouco, não passar para as semifinais, quando foi parada pela Holanda apenas nos pênaltis. Na fase de grupos, inclusive, o nome da chave da qual fazia parte era “Grupo da Morte”, já que contava com a presença de Uruguai, Itália e Inglaterra. Para surpresa geral, os costa-riquenhos avançaram junto com a Celeste.

Os representantes da La Sele oferecem as cotas mais “gordas” da chave. A qualificação para o mata-mata traz a margem de resgate de 450%. Se ficar em primeiro, o representante da Concacaf garante o altíssimo lucro de 1900%, enquanto a eliminação, o desfecho mais provável, vale R$ 1,20/R$ 1.

Cotas do Grupo E

Para terminar em primeiro:

Odds em 28 de maio, segundo o Bet365

  • Brasil – R$ 1,28/R$ 1
  • Suíça – R$ 7,00/R$ 1
  • Sérvia – R$ 9,00/R$ 1
  • Costa Rica – R$ 19,00/R$ 1
Para se classificar:

Odds em 28 de maio, segundo o Bet365

  • Brasil – R$ 1,06/R$ 1
  • Suíça – R$ 2,00/R$ 1
  • Sérvia – R$ 2,20/R$ 1
  • Costa Rica – R$ 4,50/R$ 1
Eliminação:

Odds em 28 de maio, segundo o Bet365

  • Brasil – R$ 11,00/R$ 1
  • Suíça – R$ 1,80/R$ 1
  • Sérvia – R$ 1,66/R$ 1
  • Costa Rica – R$ 1,20/R$ 1

as melhores casas de apostas

Comments