Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Federer já desponta como favorito em Wimbledon, seguido de Murray, Nadal e Djokovic

Um dos torneios mais importantes e tradicionais do tênis mundial, o terceiro Grand Slam do ano começa no dia 03 de julho; título do suíço paga 3 por 1

O All England Lawn Tennis and Croquet Club, em Londres, é considerado o templo sagrado do tênis. Afinal, foi lá que aconteceu a primeira competição profissional desse esporte e que acabou sendo batizada como o Torneio de Wimbledon , terceiro Gran Slam do ano e que será realizado entre os dias 03 e 16 de julho nas míticas quadras de grama da capital inglesa. E poderemos ter um novo recordista de títulos (Open Era) nesta edição, quando Roger Federer lutará pela sua oitava conquista. Hoje, ele está empatado com o norte-americano Pete Sampras, já aposentado. Na sequência, o Bodog apresenta os principais favoritos para 2017.

Roger FEDERER

Depois da temporada de 2016, quando não faturou nenhum título e prezou pela recuperação da forma física, o suíço veio com tudo este ano. Além de brilhar ao tornar-se mais uma vez campeão do Aberto da Austrália, contra o arquirrival Rafael Nadal, ele faturou outros três troféus: ATP de Miami, Indian Wells e, no último fim de semana, o Gerry Weber Open, principal torneio preparatório para Wimbledon, por também ser disputado em piso de grama. Aliás, entre Indian Wells e o ATP de Halle, Federer se poupou justamente por priorizar o Grand Slam londrino.

Novamente no auge, o tenista de 35 anos é o grande favorito ao título, com a cotação de R$ 3,00 sobre cada real (odds de 26 de junho).

ANDY MURRAY

Atual campeão e tenista da casa, Sir Andy Murray, apesar do início de temporada abaixo da expectativa, segue na liderança da ATP. Bicampeão olímpico, o inglês, que nasceu em Londres, fará de tudo para alcançar o tricampeonato e vencer seu primeiro Grand Slam em 2017, depois de ver Roger Federer ganhar o Australian Open e Nadal levar Roland Garros. Atualmente, o título do britânico garante o pagamento de R$ 4,50 por R$ 1.

RAFAEL NADAL

"É nessa superfície (grama) que Roger teve o maior sucesso de sua carreira e é óbvio que ele é o maior favorito", afirmou Rafael Nadal. Quem ler essa declaração pode até supor que o espanhol esteja jogando a toalha. Não se engane. O Touro Miúra faz uma bela temporada, assim como o suíço, depois que os dois ficaram ofuscados pelo sucesso de Murray e Novak Djokovic nos últimos anos. Neste ano, Nadal também faturou quatro títulos, mesmo número alcançado por Federer, e tem como principal meta assumir o primeiro lugar do ranking. Aliás, é impressionante o equilíbrio da trajetória de ambos este ano. Confira:

Rafael Nadal
  • 1 Grand Slam (Roland Garros)
  • 2 Masters 1000 (Monte Carlo e Madrid)
  • 1 ATP 500 (Barcelona)
Roger Federer
  • 1 Grand Slam (Australian Open)
  • 2 Masters 1000 (Indian Wells e Miami)
  • 1 ATP 500 (Halle)

A realidade é que Rafael Nadal tem como especialidade o saibro, apesar de já ter faturado o torneio de Wimbledon em duas edições (2008 e 2010). Será que ele surpreende sete anos depois?

Odds: R$ 5,00 / R$ 1,00

NOVAK DJOKOVIC

O sérvio não passa por um bom momento na carreira. No Aberto da França, Djoko esteve irreconhecível ao perder nas quartas de final para Dominic Thiem por 3 a 0 (7-6, 6-3 e 6-0). O último set durou apenas 20 minutos, quando o ex-número um do mundo foi humilhado com um “pneu”. Mas Novak Djokovic confia que a presença de Andre Agassi, que tem por vezes sido seu consultor e treinador, pode levá-lo a encontrar seu melhor tênis em Wimbledon, onde foi campeão em três ocasiões.

Odds: R$ 7,00 / R$ 1,00

Demais competidores

A seguir, confira a lista com os odds dos demais candidatos ao título no terceiro Grand Slam de 2017:

Odds em 26 de junho, segundo o Bodog
  • Milos Raonic – R$ 15,00/R$ 1
  • Nick Kyrgios – R$ 17,00/R$ 1
  • Marin Cilic – R$ 17,00/R$ 1
  • Alexander Zverev – R$ 21,00/R$ 1
  • Grigor Dimitrov – R$ 26,00/R$ 1
  • Stan Wawrinka – R$ 26,00/R$ 1
  • Dominic Thiem – R$ 26,00/R$ 1
  • Juan Martin Del Potro – R$ 29,00/R$ 1
  • Kei Nishikori – R$ 67,00/R$ 1
  • Jo-Wilfried Tsonga – R$ 67,00/R$ 1
  • Bernard Tomic – R$ 101,00/R$ 1
  • Gilles Muller – R$ 101,00/R$ 1
  • Jack Sock – R$ 101,00/R$ 1
  • Lucas Pouille – R$ 101,00/R$ 1
  • Tomas Berdych – R$ 101,00/R$ 1
  • Feliciano Lopez – R$ 101,00/R$ 1
  • John Isner – R$ 126,00/R$ 1
  • Gael Monfils – R$ 126,00/R$ 1
  • Mischa Zverev – R$ 151,00/R$ 1
  • Steve Johnson – R$ 151,00/R$ 1
  • Richard Gasquet – R$ 151,00/R$ 1
  • Kevin Anderson – R$ 151,00/R$ 1
  • Denis Shapovalov – R$ 201,00/R$ 1
  • Fernando Verdasco – R$ 201,00/R$ 1
  • Sam Querrey – R$ 201,00/R$ 1
  • Gilles Simon – R$ 201,00/R$ 1
  • Philipp Kohlschreiber – R$ 201,00/R$ 1
  • Borna Coric – R$ 251,00/R$ 1
  • Daniel Evans – R$ 251,00/R$ 1
  • Donald Young – R$ 251,00/R$ 1
  • Viktor Troicki – R$ 251,00/R$ 1
  • Aleksandr Dolgopolov – R$ 301,00/R$ 1
  • Andrey Kuznetsov – R$ 301,00/R$ 1
  • David Ferrer – R$ 301,00/R$ 1
  • Dustin Brown – R$ 301,00/R$ 1
  • Fabio Fognini – R$ 301,00/R$ 1
  • Pablo Cuevas – R$ 401,00/R$ 1
  • Ernests Gulbis – R$ 501,00/R$ 1
  • Benoit Paire – R$ 501,00/R$ 1

Comments