Odds Shark melhores apostas esportivas

Odds, favoritos e os prognósticos para Deiveson x Moreno no UFC 263

Reprodução/Instagram

Duelo entre o brasileiro e o americano acontece dia 12 de junho, em Las Vegas (EUA)

Após um 2020 perfeito, com conquista e defesas de cinturão do Ultimate, Deiveson Figueiredo vai pisar pela primeira vez no octógono em 2021 contra um velho conhecido. No dia 12 de junho, o brasileiro tem uma revanche diante de Brandon Moreno, pelo título do peso-mosca (até 57 kg). Os dois se enfrentaram em dezembro de 2020 e o resultado foi um empate. Para esse novo duelo, o paraense larga como franco favorito segundo o Bodog.

Os Melhores Sites de Apostas

A luta 

Sem saber o que é derrota desde março de 2019, Deiveson Figueiredo está em uma sequência de cinco vitórias e um empate. Além disso, o brasileiro tem demonstrado um show dentro do octógono, com três triunfos por finalização e um por nocaute em suas mais recentes apresentações. Dessa maneira, o ‘Deus da Guerra’ está com a cotação de R$ 1,37 com um saldo de 37% se defender seu cinturão pela terceira vez.

Por outro lado, Brandon Moreno é o grande azarão do confronto, mas pode chegar com uma confiança elevada para a luta pela sua última atuação. O americano foi um dos poucos atletas que levou um embate com Deiveson até a decisão dos jurados e demonstrou muita garra quando encarou o brasileiro. Apesar disso, o desafiante ao cinturão tem odds de R$ 3,10 com um faturamento de 210% se chocar o mundo ao desbancar o campeão da categoria. 

Assim como no primeiro combate entre Deiveson e Moreno, deve-se esperar uma verdadeira batalha dentro do octógono. O brasileiro deve tomar a iniciativa do embate tentando imprimir sua agressividade, principalmente na parte em pé, enquanto o adversário vai trabalhar a luta agarrada para frear o ímpeto do campeão. Vale lembrar que o que faz de Deiveson um grande campeão é sua qualidade em pé e no chão.

Odds para o UFC 263

Odds em 12 de junho, segundo o Bodog

  • (R$ 1,37) Deiveson Figueiredo x Brandon Moreno (R$ 3,10)