Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Odds, favoritos e prognósticos para o UFC 239 com Jon Jones x Thiago Marreta

Marreta e Amanda Nunes disputam cinturões do UFC em Las Vegas (EUA)

Tá chegando a hora! Neste sábado, em Las Vegas (EUA), o UFC 239 coloca dois brasileiros em ação dentro do octógono em disputas de cinturão. Na luta principal, Thiago Marreta tem a missão quase impossível de destronar a lenda Jon Jones, quebrar a banca e se tornar o novo campeão dos meio-pesados, enquanto Amanda Nunes defende o título peso-galo feminino contra Holly Holm na co-luta principal do show. O retrospecto dos azarões em 2019 são o suficiente para fazer os investidores acreditarem na vitória de Marreta, que rende 475% de lucro.

Jon Jones x Thiago Marreta

Jon Jones é uma lenda do esporte. Em 11 anos de carreira, o americano acumulou um cartel de 24 vitórias, uma derrota por desclassificação e uma luta sem resultado. Ele nunca foi derrotado por um rival dentro do octógono, lutando MMA. E o mais impressionante é que pouquíssimas vezes ele passou algum tipo de dificuldade lutando. Talvez as únicas vezes que ele se deparou com alguma adversidade foram contra Alexander Gustafsson, no UFC 165, e no primeiro round da revanche com Daniel Cormier, no UFC 214. Foram as únicas situações nas quais o americano foi pressionado e andou para trás no cage.

Quando pisar no octógono contra Marreta, Jones estará diante de sua décima quarta disputa de cinturão consecutiva. Ele nunca perdeu! A experiência, o talento e o "QI" de luta, que o faz mostrar-se sempre um passo à frente dos adversários, além da soberania que ele desempenha dentro do octógono, fazem de Jones um grande favorito no UFC 239.

O atual campeão dos meio-pesados tem 10 vitórias por nocaute, seis por finalização e oito via decisão dos juízes. Versátil, né? Jones ainda é cinco centímetros mais alto e tem uma vantagem de mais de 21cm de envergadura, o que facilitam seu trabalho de medir a distância e manter o poder de nocaute de Marreta bem longe.

Vale citar que uma das maiores qualidades de Jones é facilidade que ele tem para adaptar seu jogo ao do rival. E ele faz isso com frieza, não tem pressa de decidir a luta nos primeiros rounds. Ele vai calibrando a distância, o ritmo e a força do adversário até que consegue mapear o rival de tal forma que só restam duas alternativas ao oponente. Resistir até o fim e perder na decisão em busca de uma vitória moral ou ir pro tudo ou nada e se expôr ao nocaute ou finalização do americano. E Jones comentou antes da luta que espera um Marreta mais forte, o que significa que o brasileiro pode cansar rápido. Isso me diz que Jones mais uma vez vai querer "cozinhar" a presa e esbanjar seu domínio dentro do cage.

No site do UFC.com, há alguns dados interessantes. Marreta tem vantagem contra Jones em número de golpes conectados por minuto, mas também tem um número maior de golpes absorvidos por minuto no cage. Sem contar que Jones tem um tempo médio de luta maior que o dobro do brasileiro. Depois de 20 lutas no UFC, ele tem uma média de 14m31seg de trabalho no cage, enquanto Marreta, em 18 lutas, tem uma média de 6m38seg de ação.

Todo esse desenho sobre o que podemos esperar de Jon Jones nos deixam com a humilde esperança de que de fato as chances de Thiago Marreta se resumem ao nocaute nos primeiros minutos. Pois zebra maior do que ver Marreta vencendo Jones seria vê-lo superar o americano com uma finalização ou com um triunfo na decisão dos juízes.

Marreta soma um cartel com 21 vitórias, sendo 15 por nocaute, uma por finalização e seis na decisão - além de seis derrotas. O brasileiro nunca lutou cinco rounds, enquanto Jones tem se preparado para cinco rounds desde 2011.

É fato que a versão meio-pesado de Thiago Marreta o tornaram mais forte, com um poder de nocaute ainda mais brutal e o principal, com uma resistência boa a golpes. Hoje, ele absorve melhor o atraso quando é atingido pelos rivais, algo que custava o rumo da luta na categoria dos médios.

Se Marreta conseguir entrar com uma combinação do estilo kamikaze que ele desempenhou contra o Jimi Manuwa com a precisão que ele teve contra Jan Blachowicz, ele consegue uma chance legítima de nocautear Jon Jones. Além de enxergar Jones como apenas mais um rival - o que não é fácil -, ele terá que andar para frente, soltar seus golpes com força pra machucar, mas sem desperdiçar energia. Jones vai capitalizar o primeiro erro do brasileiro, então é preciso consciência do que se tá fazendo mesmo na tempestade que ele pode soltar pra cima de Jones no início da luta.

Pra quem se acostumou a pular de aviões quando foi paraquedista no exército brasileiro, prender a respiração e partir pra dentro de um dos maiores de todos os tempos pode não parecer uma loucura, e sim uma necessidade.

Prognóstico

Se eu fosse apostar no Marreta eu apostaria em um nocaute no primeiro e no segundo round. Estamos falando de MMA, um esporte imprevisível e por mais que seja inimaginável, tudo pode acontecer.

Sem contar que só em 2019 dos 19 eventos que já tivemos na temporada, 12 terminaram com vitória do azarão na luta principal.

Mas, como na hora de apostar a gente deixa o coração de lado e pensa com a razão, o meu palpite é numa vitória de Jon Jones por finalização depois do segundo round.

Dicas de apostas
  • Amanda Nunes é grande favorita para bater Holly Holm
  • Claudinha Gadelha deve passar por Randa Markos com tranquilidade
  • Ben Askren é favorito contra Jorge Masvidal

Confira os odds do UFC 239

  • (R$ 1,14) Jon Jones x Thiago Marreta (R$ 5,50)
  • (R$ 1,25) Amanda Nunes x Holly Holm (R$ 4,00)
  • (R$ 1,44) Ben Askren x Jorge Masvidal (R$ 2,75)
  • (R$ 2,80) Jan Blachowicz x Luke Rockhold (R$ 1,43)
  • (R$ 3,50) Diego Sanchez x Michael Chiesa (R$ 1,30)
  • (R$ 3,65) Gilbert Melendez x Arnold Allen (R$ 1,28)
  • (R$ 1,41) Claudia Gadelha x Randa Markos (R$ 2,90)
  • (R$ 2,65) Alejandro Perez x Song Yadong (R$ 1,48)
  • (R$ 1,16) Edmen Shahbazyan x Jack Marshman (R$ 5,00)
  • (R$ 1,20) Ismail Naurdiev x Chance Recountre (R$ 4,50)
  • (R$ 1,44) Julia Avila x Pannie Kianzad (R$ 2,75)
Odds em 4 de julho, segundo o Bodog