Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Odds, prognósticos e os favoritos para UFC 251 com José Aldo x Petr Yan

Evento na “Ilha da Luta” pode render dos novos títulos ao Brasil no UFC

O UFC 251 promete ser histórico para o Brasil. Com um card estelar, o evento não só reúne alguns dos maiores nomes da atualidade no octógono como pode representar a retomada da hegemonia do maior evento de MMA do planeta pelo Brasil. Serão três disputas de cinturão na parte de cima do show, com dois brasileiros nas disputas. Além de Gilbert Durinho, que disputa o título dos meio-médios contra Kamaru Usman, José Aldo entra em ação e luta pelo cinturão vago dos galos contra Petr Yan. Tudo na “Ilha da Luta”, dia 11 de julho, em Abu Dhabi. Segundo o Bodog, Aldo é o azarão na disputa.

Aldo x Yan

Por conta da pandemia, José Aldo teve sua chance adiada. O brasileiro deveria ter enfrentado Henry Cejudo em maio, no UFC 250, que estava inicialmente programado para acontecer em São Paulo, mas diante de tudo o que tem acontecido no mundo, o confronto acabou cancelado. Cejudo enfrentou Dominick Cruz, nocauteou, defendeu o título até 61kg, mas acabou anunciando sua aposentadoria do esporte.

Sem Cejudo na categoria, o título dos galos ficou vago, e o Ultimate então escalou Aldo e Petr Yan para a disputa. O russo é jovem, tem 27 anos, 14 vitórias em 15 lutas e nove triunfos em sequência. Em sua última apresentação, ele nocauteou o membro do Hall da Fama do UFC Urijah Faber.

Sua agressividade, potência nos golpes e versatilidade são suas maiores armas contra o brasileiro. Sem contar que ele é um peso-galo original, enquanto Aldo fará apenas sua segunda apresentação até 61kg no UFC. Embora Aldo tenha feito uma grande estreia na categoria, mesmo sendo derrotado por Marlon Moraes, o ex-campeão dos penas vai precisar se preparar muito bem, especialmente no aspecto físico, já que o duelo vale cinturão e é previsto para cinco rounds. Considerando que o corte de peso é duro e o combate pode durar até 25 minutos, é uma tarefa difícil o manauara equiparar-se ao russo, uma vez que ele é mais jovem e está mais acostumado com o peso.

Por outro lado, experiência conta. E muito! Aldo é ex-campeão dos penas e tem mais de 15 anos de carreira. Ele sabe lidar com a pressão de grandes momentos. E lutas de cinturão não são novidade pra ele.

Palpite

A estreia na categoria dos galos fazendo luta duríssima - e vencendo na opinião de muita gente - com Marlon Moraes empolgou. Ele chega para a disputa de cinturão contra Yan com uma perspectiva diferente da que tinha nos galos. O brasileiro fez um bom corte de peso e conseguiu performar em alto nível na nova divisão. A grande questão é a fase de Petr Yan, que soma quatro vitórias consecutivas na categoria. São dois nocautes e dois triunfos na decisão. Ele é o favorito pra vencer o combate. Aldo tem, sim, boas chances. Mas em se falando de apostas, quando precisamos ser racionais e analisar números e estatísticas acima do sentimental, a aposta em Petr Yan é mais segura. E por isso aposto em triunfo de Petr Yan na decisão dos juízes.

Os Tabus

Além de José Aldo, Gilbert Durinho também entra em ação numa disputa de cinturão. O brasileiro luta pelo título dos meio-médios contra Kamaru Usman. As vitórias de Aldo e Durinho podem representar a retomada da hegemonia do Brasil no UFC e a quebra de alguns feitos. Há três anos o Brasil não tem um homem campeão do UFC. O país não conta com três campeões de forma simultânea no UFC desde 2015. E, por fim, se ambos faturarem os dois títulos em jogo no UFC 251, o Brasil volta a ter quatro cinturões em posse ao mesmo tempo no UFC, já que Amanda Nunes é campeã peso-galo e peso-pena do Ultimate. Isso não acontece desde 2012, quando o país tinha Anderson Silva, Júnior Cigano, José Aldo e Renan Barão como campeões.

Odds para o UFC 251

  • (R$ 1,52) Kamaru Usman x GIlbert Durinho (R$ 2,55)
  • (R$ 2,80) José Aldo x Petr Yan (R$ 1,43)
  • (R$ 2,70) Max Holloway x Alexander Volkanovski (R$ 1,47)
  • (R$ 1,50) Rose Namajunas x Jéssica Andrade (R$ 2,60)
  • (R$ 1,14) Amanda Ribas x Paige VanZant (R$ 5,50)
  • (R$ 1,58) Volkan Oezdemir x Jiri Prochazka (R$ 2,40)
  • (R$ 1,52) Raulian Paiva x Zhalgas Zumagulov (R$ 2,55)
  • (R$ 1,25) Cyril Gane x Shamil Abdurakhimov (R$ 4,00)
Odds em 20 de junho, segundo o Bodog