Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

UFC 237: é zebra ou favorita? Jessica Andrade e Rose Namajunas escolhem posições nas casas de apostas

Brasileira e americana disputam cinturão peso palha feminino do UFC em maio

Se você fosse um lutador, gostaria de se sentir azarão ou favorito numa luta de MMA? Na luta principal do UFC 237, que acontece no dia 11 de maio, no Rio de Janeiro, Rose Namajunas e Jessica Andrade irão pisar no octógono mais famoso do mundo não só para disputarem o título peso palha feminino, mas também para provar que as casas de apostas estão erradas em relação ao sentimento delas rumo ao duelo. Enquanto Rose é azarão, mas prefere se sentir a favorita, Jessica faz o caminho inverso, e dispensa a posição de favorita no combate que rende lucros de até 120%.

Favorita x azarão (ou vice-versa)

Nesta semana, Jessica e Rose estiveram presentes no Rio de Janeiro para promover o UFC 237, e durante a coletiva de imprensa falaram sobre os odds que colocam a desafiante como favorita e a campeã como azarão.

Desde o primeiro dia após o anúncio oficial da luta entre a brasileira e a americana, Jessica se tornou favorita nas casas de apostas. O que é incomum, já que Rose é a atual dona do cinturão e soma dois triunfos consecutivos contra Joanna Jedrzejczyk, maior campeã da divisão. Perguntei a Jessica no evento se ela - mesmo que não queira se ver assim - entende a posição de favorita nas casas de apostas.

"Me considero a zebra. Rose é a campeã. Ela venceu a Joanna duas vezes, e eu não consegui. As pessoas dizem que o meu jogo é melhor que o dela, e eu discordo. Cada uma é boa em uma coisa. Tenho força e sou muito agressiva, mas a Rose é muito boa também. Me vejo como zebra, sou a zebra. Luto melhor assim. A Rose é a favorita, eu sou a zebra e vamos nos testar no octógono para ver que é a melhor".

Vale lembrar que não é de hoje que lutadores ignoram a posição de favoritos como uma forma de tirar a pressão dos ombros. Afinal, espera-se que o favorito sempre vença, e lutar pressionado nem sempre ajuda um atleta. Mas no caso da campeã Namajunas, ela prefere se sentir a favorita no confronto, mesmo sendo azarão nas casas de apostas.

"Não presto atenção nessas coisas. Mas sempre chego numa luta me considerando a favorita. Sei que sou a melhor e é nisso que preciso focar para fazer meu trabalho bem feito. Quero chegar lá e fazer o de sempre. Socar a sua cara, colocar para baixo e finalizar".

José Aldo quase ficou de fora do UFC Rio

Outra presença ilustre na coletiva de imprensa do UFC 237 foi José Aldo. O brasileiro relatou problemas de saúde que quase o tiraram da luta contra Alexander Volkanovski. Depois de ser hospitalizado, o brasileiro se recupera de uma infeção no joelho e, ao menos por enquanto, seu favoritismo nas casas de apostas não foi alterado por conta do problema, já que um joelho debilitado pode significar vantagem para Volkanovski no combate.

Aldo fará a penúltima luta de seu contrato no UFC Rio e declarou que está disposto a bater todos os lutadores que colocarem à sua frente. Ele também deixou em aberto a possibilidade de disputar o título mais uma vez em sua última luta no octógono, em caso de oferta do UFC.

Odds para o UFC 237

Odds em 29 de março, segundo o Bodog

  • (R$ 2,20) Rose Namajunas x Jessica Andrade (R$ 1,66)
  • (R$ 1,69) José Aldo x Alexander Volkanovski (R$ 2,15)

Comments