Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Copa do Mundo 2022: no Mundial pós-Covid 19, França, Brasil e Alemanha já surgem com favoritismo

Foto: AP Photo/Matthias Schrader

Espanha, Bélgica e Argentina vêm logo em seguida; mas é bom ficar de olhos bem atentos à Itália 

Maio de 2020. Faltam aproximadamente dois anos e meio para a Copa do Mundo de 2022, que terá como sede o Catar. Atualmente, os esforços de todo o planeta são pelo fim da pandemia da Covid-19, que já vitimou centenas de milhares de pessoas ao redor do globo. No esporte, o maior impacto é a não-realização da Olimpíada de Tóquio, que foi adiada para o ano que vem.  

Até o momento, não houve qualquer menção sobre alterações no cronograma do próximo Mundial, que pode ter um caráter muito significativo em promover uma festa de união entre os povos após um período de dor e luto coletivo. Já temos favoritos ao título, como veremos, a seguir, com os odds do Betsson.  

França, Brasil e Alemanha largam na frente como favoritos à Copa de 2022 

De cara, saiba que as três seleções mais fortes dos últimos anos figuram entre as mais cotadas para levantar a Taça FIFA no Catar: França, atual campeã; Alemanha, tetra em 2014; e o Brasil, único pentacampeão do Mundo no futebol e que faturou a edição mais recente da Copa América. No que seria um grupo secundário, temos Espanha, Bélgica, Argentina e a Itália, que ficou de fora da Rússia 2018. Perceba que há grande equilíbrio nos números do Betsson: 

França 

É justa a indicação da França como grande favorita. A maioria do time que conquistou o bi, há quase dois anos, estará com menos de 30 anos, incluindo a estrela da companhia, o atacante Kylian Mbappé (PSG), que terá apenas 22. Aliás, a maior parte dos titulares, caso nenhum sofra uma lesão séria ao longo do caminho, daria conta de disputar a Copa de 2026. A aposta nos franceses é muito consciente: R$ 6,00 por cada real. 

Brasil 

Com relação ao Brasil, o prognóstico mais pessimista será sempre, no mínimo, a presença nas quartas de final. A última vez que a Seleção Canarinho ficou pelo caminho sem figurar entre os oito melhores foi em 1990, ao ser eliminada pela Argentina nas oitavas. Ao que tudo indica, Neymar será mais uma vez a grande estrela. Tite continuará como técnico? Eis a incógnita. Mesmo em crise, o selecionado brasileiro sempre consegue reunir ótimos valores, sem contar nas surpresas que podem surgir no caminho – como a revelação de um camisa 9 à altura do que representa este manto. Logo, investir no Brasil é aposta de segurança: R$ 8,00 por 1. 

Alemanha 

O fracasso na Rússia 2018, quando não passou da fase de grupos, foi o “canto do cisne” de uma geração alemã que encantou a todos com títulos (destaque para o tetra em 2014) e um futebol de altíssimo nível, que teve como grande exibição a vitória por 7 a 1 sobre o Brasil, país-sede da penúltima edição do Mundial, na semifinal. Mas os germânicos já preparavam sucessores à altura (destaque para Timo Werner), que deram o ar da graça com a medalha olímpica de prata, em 2016, e a conquista da Copa das Confederações de 2017. Odds para o penta da seleção da Alemanha: R$ 9,00 por 1, segundo o Betsson. 

O que esperar de Espanha, Bélgica, Argentina e Itália em 2022? 

A Espanha traz odds até um pouco mais convidativos que o da Alemanha (8.50), mas é uma geração da Fúria que ainda busca afirmação, sem falar que não dá para comparar o peso das camisas. Sobre a Bélgica, chegou o tempo de maturação daquela que é tida como a melhor geração de todos os tempos do futebol belga – com os estrelares Hazard, De Bruyne, Lukaku e Curtois – e que por pouco não chegou à decisão do último Mundial.  

A pergunta que não quer calar: Messi disputará sua quinta Copa do Mundo? Tal qual o Brasil, a Argentina é prodigiosa em revelar excelentes jogadores. Mas assim como acontece recentemente com a Seleção Brasileira, nossos hermanos seguem na dependência de seu Camisa 10. O que pesa contra os argentinos é o longo jejum de 27 anos sem títulos. Mas será sempre um time de respeito. 

Por fim, a tetracampeã Itália e as tantas decepções desde a conquista do Mundial de2006. Porém, há uma geração com ótimas revelações, como Barella e Sensi, que pode surpreender no Catar. Sem falar que os italianos são um dos povos que mais sofrem com a Covid-19. Portanto, fica a expectativa por um brio maior dos atletas da Azzurra no sentido de proporcionar um enorme motivo para sorrir a um país que chorou a morte de milhares de vítimas do novo coronavírus.  

Principais favoritos ao título na Copa do Mundo 2022 com odds do Betsson 

  • França: R$ 6,00 
  • Brasil: R$ 8,00 
  • Espanha: R$ 8,50 
  • Alemanha: R$ 9,00 
  • Bélgica: R$ 12,00 
  • Argentina: R$ 13,00 
  • Itália: R$ 19,00 

 

19/12/2019

Autor: Karen Soarele

França é uma forte candidata para levar o bicampeonato mundial, seguida de perto por Brasil e Espanha

Ainda faltam dois anos e meio para a Copa do Mundo do Catar 2022, mas já é possível fazer apostas para o torneio! Porém quem são as favoritas? Em primeiro lugar há o quadro francês, que manteve a base do título de 2018 e é favorito para o bi. Logo atrás aparecem Brasil e Espanha, que chegaram como candidatas à taça no Mundial da Rússia e estão renovando seus elencos. Alemanha, Bélgica e Argentina completam a lista de equipes com chances de vencer a 22ª edição da maior competição do futebol. Confira no texto abaixo as análises dessas equipes e os odds para título da casa de apostas Bodog.

França (R$ 6,00)

Os atuais campeões do mundo continuam como o grande time no cenário mundial. Liderada por Griezmann e Mpappé, mas com muitos outros jovens talentos como Pogba e Kanté, a França manteve praticamente o mesmo time que foi campeão em Moscou, assim como o técnico Didier Deschamps e promete chegar ainda mais forte no Catar. Assim, a equipe é a grande favorito para a Copa de 2022, com odds 6.00 no Bodog. A prova disso foi a boa campanha nas eliminatórias para a Euro 2020, onde conquistou oito vitórias em dez partidas. Já na competição que ocorre em junho do ano que vem, os Blues terão um grande desafio pela frente: o grupo da morte, com Portugal, Alemanha e mais um time da repescagem.

Brasil (R$ 8,00)

Ao que tudo indica, o grande adversário da França na Copa do Mundo 2022 será o Brasil. A seleção brasileira, campeã cinco vezes da competição, chegou com status de favorita para o Mundial da Rússia, porém foi eliminada para a Bélgica. Agora, o time aparece ainda mais forte. Primeiramente, o time foi campeão da Copa América neste ano de forma contundente e invicta. Em segundo o lugar, o time não depende mais de Neymar, que ficou de fora de algumas convocações e da Copa América por lesão. Com a ausência do jogador, outros atletas passaram a brilhar, como Everton, Casemiro, Arthur, Firmino, Jesus e Alison, eleito melhor goleiro do mundo. Para confirmar o bom momento, a equipe comandada por Tite tem pela frente, em 2020, o início das eliminatórias sul-americanas e novamente Copa América. Hoje o título do Brasil está cotado em 8.00 no Bodog, porém os odds podem abaixar com um bom retrospecto nessas competições.

Espanha (R$ 8,50)

Logo atrás do Brasil, outra equipe que aparece forte para a disputa da Copa do Mundo é a Espanha, com odds 8.50 no Bodog. A Roja se credenciou como uma das favoritas muito em razão da reformulação que vem ocorrendo na equipe após a insatisfatória campanha na Copa do Mundo. Nesse processo, alguns nomes interessantes estão surgindo, como é o caso de Gerard Moreno. O atacante foi um dos principais responsáveis saldo de 26 gols positivos conquistado pela Espanha nas eliminatórias da Euro. A competição continental, inclusive, será um grande teste para essa potência em ascensão, que enfrentará Suécia, Polônia e uma equipe da repescagem na fase de grupos. Do lado negativo, há um clima conturbado por causa das constantes trocas de técnicos que ocorreram desde a demissão de Lopetegui dias antes do início da Copa da Rússia.

Alemanha (R$ 9,00)

Mesmo após o fiasco da Copa do Mundo de 2018, a Alemanha aparece entre as favoritas para o Mundial de 2022. O time chegou com toda a pompa de atual campeão do torneio, mas acabou eliminado na primeira fase. No entanto, a reformulação da equipe e a tradição da seleção tetracampeã do Mundial a colocam como a quarta principal candidata ao troféu. Nesse novo momento, os destaques são os jovens Gnabry, Werner e os experientes Gundogan e Kross. Com essa mescla de gerações, o time conquistou sete vitórias em oito jogos nas eliminatórias para a Euro. A provação da equipe virá no campeonato europeu, uma vez que caiu no temido grupo de França e Portugal. Com uma boa campanha, a Alemanha deve se tornar ainda mais favorita para conquistar o penta, hoje avaliado em 9.00 pelo Bodog.

Bélgica (R$ 12,00)

Um pouco atrás na lista de favoritas está nada mais nada menos que a líder no ranking de seleções: a Bélgica. A geração belga, que é cotada para surpreender em mundiais desde 2014, chegou perto de seu auge. Em 2018, eliminou o Brasil e chegou à semifinal, perdendo apenas para a campeã França. Nas eliminatórias da Euro, campanha perfeita: dez vitórias em dez jogos, com 40 gols marcados e apenas 3 sofridos. Com isso, a seleção se torna automaticamente uma das candidatas ao título da Euro, ainda mais com o grupo acessível em que caiu com Dinamarca, Finlândia e Rússia. Para a Copa de 2022, os odds de título no Bodog estão em 12.00.

Argentina (R$ 13,00)

A última equipe com boa avaliação para ser campeã é a Argentina, com odds 13.00 no Bodog. Fora a presença de muitos jogadores decisivos no elenco, como Messi, Dybala, Lautaro e Aguero, não há muitos motivos para crer no tricampeonato argentino. Após a caótica campanha na Rússia, onde caiu nas oitavas para a França, a Argentina ainda não atingiu uma regularidade e no momento está sem treinador, sendo Galhardo o mais cotado para assumir a Albiceleste. A enorme pressão por títulos também influencia, uma vez que o time não levanta nenhum troféu desde 1993. Em 2020, terá a oportunidade de vencer a Copa América, torneio do qual será anfitriã e, assim, se consolidar como favorita para a Copa do Catar.