Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Ele voltou! Jon Jones tem retorno confirmado contra Alexander Gustafsson no UFC 232 e já larga como favorito

Americano e sueco se encaram em disputa de cinturão dos meio-pesados

Depois de muita expectativa, o presidente do UFC Dana White, enfim, confirmou o que muita gente queria ouvir: Jon Jones está de volta ao MMA. O ex-campeão dos meio-pesados entra no octógono mais famoso do mundo no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 232. O rival, um velho conhecido: Alexander Gustafsson. O combate representa a revanche daquela que foi para muitos a disputa de cinturão mais emocionante da história do Ultimate. Jones largou na frente como favorito nas casas de apostas com lucros de 36%.

Vale cinturão

Quando pisou no octógono pela última vez, em julho do ano passado, Jon Jones viveu um momento épico no octógono. O americano, depois de um longo tempo afastado por doping, voltou ao cage, encarou seu maior rival, Daniel Cormier, o venceu pela segunda vez, e assim recuperou o título dos meio-pesados do UFC. O problema é que semanas depois ele caiu novamente no doping e acabou perdendo o cinturão da divisão. Mas como Jones é um dos maiores nomes da história do UFC, o americano ganhou o direito de voltar, adivinhem… Em uma disputa de cinturão.

Atualmente, Daniel Cormier é o campeão dos meio-pesados e dos pesados do UFC, de forma simultânea. Mas essa moleza tem data pra acabar. Quando Gustafsson e Jones pisarem no octógono pelo UFC 232, Cormier automaticamente deixará de ser o dono do título dos meio-pesados. Antes disso, ele enfrenta Derrick Lewis, dia 3 de novembro, pelo UFC 230, em Nova York, em sua primeira defesa de título dos pesados.

O UFC nunca permitiu a um lutador campeão manter dois cinturões por muito tempo. Então, neste caso, Gustafsson e Jones se encaram pelo cinturão linear dos meio-pesados. E certamente o vencedor dessa luta vai engatilhar um combate contra Daniel Cormier no futuro. Não precisa ter bola de cristal para saber disso.     

Quem é favorito?

A primeira luta entre Jones e Gustafsson aconteceu em setembro de 2013. Naquela época, Jones era o campeão intocável e dominante dos meio-pesados. Vencia rivais sem grandes dificuldades e contra Gustafsson ele teve o primeiro teste real de sua carreira quando na luta de cinco rounds esteve em perigo diversas vezes e venceu o confronto de forma apertadíssima, de modo que a felicidade ao ouvir seu nome anunciado pelo announcer do UFC como vencedor lhe rendeu uma comemoração que entregava sua angústia.

Hoje, Jones segue como favorito sendo considerado, apesar dos inúmeros casos de doping, um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos. De lá para cá, o americano fez apenas quatro lutas - devido a falta de atividade causada pelos casos de doping. Ele bateu Glover Teixeira, Ovince St Preux e Daniel Cormier duas vezes, sendo na verdade a última vitória revertida para No Contest (sem resultado) devido ao doping de Jones. O americano nocauteou Cormier em sua última apresentação de forma arrasadora, e isso é o bastante para mostrar que ele ainda é o mesmo. Já Gustafsson, teve sua maior performance na carreira exatamente na derrota para Jones. Ele conquistou boas vitórias contra nomes como Glover Teixeira e Jimi Manuwa, mas parte de seus status é mantido por conta da histórica apresentação que quase destronou Jones em seu auge.

Por todo esse enredo, Jon Jones é o grande favorito na revanche mesmo diante do mais de um ano afastado do octógono. Segundo o Bodog , o triunfo de "Bones" rende o lucro de 36%, enquanto a vitória de Gustafsson oferece um rendimento de 215%.

UFC 232

Odds em 11 de outubro, segundo o Bodog

  • (R$ 1,36) Jon Jones x Alexander Gustafsson (R$ 3,15)
  • (R$ 1,35) Cris Cyborg x Amanda Nunes (R$ 3,20)

as melhores casas de apostas

Comments