Melhores Sites De Apostas

Palpite de triunfo de Vasyl Lomachenko garantiu 12% de lucro

Foto: AP Photo/John Locher

Resultado sobre Nicholas Walters manteve o título da WBO nas mãos do ucraniano

Em uma luta sensacional no Cosmopolitan of Las Vegas, Vasyl Lomachenko correspondeu o seu favoritismo e derrotou Nicholas Walters por nocaute no sétimo round. O triunfo rendeu R$ 1,12 por cada real e a manutenção do título WBO dos super-penas. De acordo com o site Bet365, quem investiu que ele venceria no sétimo round faturou R$ 17,00.

O ucraniano possuía muitas qualidades, mas sabia que enfrentaria um adversário fisicamente melhor em altura e em alcance dos golpes. Além disso, Walters trazia um retrospecto de grande respeito. Antes do duelo, ele havia feito 27 lutas, com 26 vitórias, sendo que 21 por nocautes. Tudo indicava que Lomachenko teria muito mais dificuldade do que teve recentemente, quando derrubou três adversários, sendo que um deles ainda no quinto assalto - principalmente pelo jamaicano ser conhecido por ser bastante ofensivo, o que exigiria atenção e paciência.

No entanto, o campeão foi desde o início o mais ofensivo da luta. Após um primeiro round de muitos estudos, como habitual, ele distribuiu socos nos braços e luvas do adversário logo no segundo assalto. Também mostrou todos os seus atributos e a razão de ter conquistado três vezes o troféu de Campeão do Mundo amador, além de duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos. Ele girou o tempo todo, e com muita velocidade - variou de lados e deixava Walters completamente tonto e sem reação, algo pouco visto no boxe recentemente.

Na sequência, começou a achar espaços no corpo e foi maltratando o rival, que tentava responder com ganchos de direita na cabeça do ucraniano. Porém, seus contra-golpes eram bem inferiores e em um dos ataques de Lomachenko chegou a perder o equilíbrio. Era apenas um indício do que estava por vir. O desafiante só pareceu se animar no sexto round, quando partiu mais para cima. Naquele momento, quem acompanhava o combate sabia que Walters só teria chance de triunfar se conseguisse conectar um golpe espetacular e certeiro - o que seria bem difícil sabendo que com grande vantagem, o campeão não daria essa brecha. Porém nem teve chance para tentar isso. Logo no assalto seguinte veio o castigo fatal. O ucraniano soube se movimentar bem e fugir do raio de ação de Walters e o levou para as cordas. Após três minutos de intensos socos, conseguiu o nocaute. Mesmo que isso não tivesse acontecido, naquela altura o triunfo por pontos estava praticamente garantido.

Com a derrota, Nicholas Walters mostrou que vai precisar treinar bem mais para conseguir levar seu boxe a um nível mais alto novamente. Após a luta, ele culpou seu desempenho ao longo período de inatividade. Sua última apresentação havia sido em dezembro do ano passado, quando ficou em um empate com Jason Sosa, segundo decisão dos juízes, o que foi bem contestado na época.

Já o americano chegou ao seu sexto triunfo seguido e saiu praticamente sem nenhum dano no rosto, o que é símbolo do domínio que teve nos sete assaltos. O lutador também demonstrou que parece que vai manter o bom ritmo que desempenhou nos tempos de amador, quando alcançou 396 triunfos e só foi superado em uma única ocasião. Neste sábado, quem investiu no seu quarto nocaute seguido recebeu R$ 2,87 em cada real.

A expectativa agora é que ele encare Terry Flanagan no próximo ano - pelo menos é o que desejou o staff do britânico em entrevistas. Isso cresceu ainda mais porque o lutador derrotou o porto-riquenho Orlando Cruz neste fim de semana e manteve o título do peso-leve do CMB. Seu resultado garantiu apenas R$ 1,03 por cada real. No entanto, quem apontou que o feito seria no oitavo round recebeu R$ 9,50. Para o duelo realmente acontecer entre Flanagan e Lomachenko, os dois terão que chegar a um acordo quanto ao peso que disputarão, pois o britânico é leve, enquanto ucraniano é super-pena.

Outras lutas do dia

O maior retorno de boxe no dia foi na vitória por pontos de C. Evans sobre T. Stalker, que rendeu R$ 2,00 por cada real investido. Outros triunfos resultaram em valores bem mais modestos. Também por decisão dos juízes, O. Davis superou A. Scarpa e pagou R$ 1,24. O mesmo aconteceu com T. Langford levando a melhor sobre S. Sheedy, que deu R$ 1,12. O nocaute ficou por conta de L. Williams que bateu G. Gorbics e garantiu apenas R$ 1,01. No entanto, quem investiu que a luta terminaria abaixo de nove rounds faturou R$ 1,66.

 

Comments