Melhores Sites De Apostas

Rosberg vence GP da Bélgica e paga 52% de lucro

Em uma corrida tranquila, o alemão Nico Rosberg venceu o GP da Bélgica sem dificuldades, o que pagou aos apostadores R$ 1,52 por cada real investido em sua vitória. Sem ter seu companheiro da Mercedes por perto (Lewis Hamilton havia sido punido por trocar o motor e largou em penúltimo), o pole position não teve nenhuma ameaça desde a primeira curva e venceu de ponta a ponta.

Mesmo largando atrás, o inglês conseguiu fazer uma excelente corrida de recuperação e terminou em terceiro lugar. Além de garantir um lugar no pódio, ele manteve a liderança do campeonato com nove pontos de vantagem sobre Rosberg. Sua posição também rendeu R$ 3,25 por cada real em quem acreditou no seu pódio, de acordo com estatísticas do Oddsshark.com/br. Em segundo ficou o piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo, que pagou R$ 2,20.

Outro que garantiu cifras interessantes foi o espanhol Fernando Alonso. O piloto da McLaren largou em último e em uma grande prova de recuperação conseguiu cruzar a linha de chegada na sétima posição. Seu feito pagou R$ 3,50 por cada real em quem investiu que o piloto completaria a corrida entre os 10 primeiros colocados.

Tanto o espanhol quanto Lewis Hamilton foram beneficiados com o acidente de Magnussen. Na sexta volta, o dinamarquês perdeu o controle de sua Renault e bateu forte. O safety car foi acionado e como vários pilotos pararam nos boxes após a batida, Alonso e Hamilton pularam para quarto e quinto, respectivamente. O brasileiro Felipe Massa foi outro que aproveitou o momento e saltou para sexto lugar. Porém, como os fiscais tiveram dificuldades para reconstruir a proteção de pneus, a bandeira vermelha precisou ser acionada, dando oportunidade a todos os carros trocarem seus próprios pneus, o que deu vantagem a quem optou por ficar na pista logo após o acidente.

A prova então retornou com Rosberg, Ricciardo, Hulkenberg, Alonso, Hamilton, Massa, Perez, Kvyat, Grosjean e Palmer no top 10. Os maiores prejudicados foram Perez, Grosjean e Palmer, que perderam duas posições cada.

Depois disso, Hamilton conseguiu superar Alonso e passou a seguir Hulkenberg na briga para alcançar as três primeiras posições. O alemão deu trabalho, mas o piloto da Mercedes enfim conseguiu superá-lo na 17ª volta. O piloto ainda viria a cair para a oitava posição após sua segunda parada no pit stop, mas logo retornou ao terceiro posto. Porém, já estava muito distante dos líderes da prova.

Sem conseguir segurar Hamilton, Nico Hulkenberg teve que se contentar com o quarto lugar na corrida. Sua vaga entre os seis primeiros rendeu R$ 1,83 por cada R$ 1,00 para quem investiu na sua chegada dentro do Top 6. Seu companheiro de Force India, Sergio Perez, chegou em quinto e pagou R$ 1,66 pelo mesmo investimento. Completando o Top 6 chegou o piloto da Ferrari, Sebastian Vettel, que garantiu R$ 1,25.

Felipe Massa consegue um ponto

O brasileiro Felipe Massa fez uma corrida muito movimentada, mas conseguiu completa-la entre os 10 primeiros colocados. O piloto da Williams que chegou a alcançar a quarta posição após uma confusão na largada não foi muito feliz na sua estratégia de prova e perdeu muitas posições, terminando em décimo. Sua colocação rendeu R$ 1,50 para cada real investido que o piloto alcançaria o top 10.

O brasileiro ainda protagonizou bons duelos com Sebastian Vettel (Ferrari) e Sergio Pérez (Force India), quando ainda estava entre os primeiros. Apesar de levar um ponto para casa, perdeu uma posição no Mundial de Pilotos e agora aparece em 10º na classificação.

Já Felipe Nasr sequer conseguiu pontuar. O piloto da Sauber também ganhou muitas colocações na largada, mas perdeu tudo logo em seguida em razão de um pneu furado. No fim, terminou em 17º, último dentre os que completaram a prova.

Bottas e Raikkonen chegam entre os 10 e completam os lucros

Outros dois pilotos conseguiram terminar entre os 10 primeiros colocados, o que garantiu retorno financeiro aos investidores. O companheiro de Massa, Valtteri Botas, terminou na oitava posição e rendeu R$ 1,33 por cada real em quem investiu que o finlandês terminaria no top 10. Já Raikkonen, que fez um grande duelo com Verstappen e chegou a reclamar da conduta do piloto da Red Bull, terminou em nono e pagou R$ 1,14 pelo mesmo investimento.

Já Verstappen não fez uma boa prova e completou a prova na decima primeira posição. Cotado para o pódio, ele daria R$ 1,12 se tivesse alcançado o 10º lugar. O próximo Grand Prêmio de Fórmula 1 será já no próximo domingo (04/09), na Itália.

Comments