Melhores Sites De Apostas

Holly Holm joga favoritismo no lixo e perde segunda seguida no UFC; Barboza vence

Foi uma péssima noite para a americana Holly Holm. Encarregada de fazer a luta principal do UFC on Fox 20, que aconteceu nesse sábado (23) na cidade de Chicago, em Illinois (EUA), a ex-campeã não foi párea para Valentina Shevchenko e perdeu a sua segunda luta consecutiva no maior torneio de MMA do mundo. No co-main event do show, Edson Barboza confirmou seu favoritismo e bateu Gilbert Melendez por decisão unânime dos juízes.

A derrota de Holm foi a mais emblemática dessa edição do Ultimate. Considerada razoavelmente favorita, aqueles que apostaram na algoz de Ronda Rousey poderiam ganhar apenas 26 cents por dólar investido. Em compensação, de acordo com o site de probabilidades ‘OddsShark.com/br’, os sortudos que acreditaram no triunfo da atleta do Quirguistão encheram o bolso. Para cada dólar colocado no sucesso de Shevchenko, o investidor levou para casa 3,69 dólares, um lucro bastante atrativo.

Não era para menos. Com uma envergadura bem maior, Holm começou utilizando chutes na altura do joelho da adversária para manter a distância. Na metade do primeiro round, a americana acertou um cruzado de direita que levou a rival ao chão, mas Shevchenko se recuperou e depois ainda conseguiu uma rápida queda para equilibrar as ações.

Na parcial seguinte, as duas atletas se respeitaram demais. Shevchenko passou a usar melhor o seu muay thai e incomodou a ex-campeã com contragolpes e socos giratórios eficientes. E no terceiro assalto, Valentina conseguiu uma ótima queda e manteve Holm no chão durante grande parte do período.

Nos rounds seguintes, mais do mesmo. Shevchenko seguiu a estratégia de utilizar o contragolpe para magoar as ações da americana e conseguiu ataques muito mais efetivos. Os juízes não tiveram dúvidas ao decretar vitória de Valentina Shevchenko por decisão unânime (49-46, 49-46, 49-46).

Com o resultado, Holly Holm conhece apenas sua segunda derrota na carreira – as duas na sequência, já que ela vinha de revés diante de Miesha Tate. Já a atleta do Quirguistão chega ao seu 13º triunfo na carreira que também conta com dois resultados negativos. Após a luta, na coletiva de imprensa, Shevchenko mandou um recado para Amanda Nunes, campeã da divisão dos galos (61 kg) e que a derrotou antes de conquistar o cinturão.

“É isso (cinturão) que eu quero. É isso que eu quero muito. Acho que ela (Amanda) me venceu não por ser melhor do que eu, e sim porque eu dei essa oportunidade a ela. Tenho certeza que na próxima luta eu serei muito melhor e não darei oportunidade a ninguém de me vencer”, disse a confiante atleta.

Barboza vence mais uma e chega perto do título

Se o favoritismo não se fez presente no combate principal do UFC on Fox 20, não se pode dizer o mesmo da segunda luta mais aguardada da noite. Vindo de um ótimo triunfo diante do ex-campeão dos leves (70 kg) Anthony Pettis, Edson Barboza teve pela frente Gilbert Melendez, ex-dono do cinturão da mesma categoria no extinto Strikeforce.

O leve favoritismo para o atleta de Nova Friburgo também foi apontado pelo site ‘OddsShark.com/br’. De acordo com a publicação, quem colocou o brasileiro como vencedor teve um lucro de 45 cents por dólar apostado. Caso o americano tivesse vencido, essa margem favorável subiria para 1,58 em prol do investidor.

A estratégia de Barboza funcionou desde o princípio. Dono de uma maior envergadura e melhor na trocação, o número seis do ranking começou evitando ao máximo as quedas do americano, que é um excelente wrestler. Apesar disso, o americano acertou golpes mais incisivos em pé e achou melhor a distância no início. O brasileiro acelerou no fim do primeiro round e encaixou bons golpes na linha de cintura do rival.

No assalto seguinte, o "brasuca" passou a minar a perna esquerda do americano com chutes baixos potentíssimos. Quase no meio do round, Melendez acertou uma bomba no rosto de Barboza e o atleta de Nova Friburgo rapidamente foi ao chão, mas se recuperou e ainda conseguiu uma boa queda nos segundos finais.

Nos últimos cinco minutos, Edson manteve a estratégia de castigar a perna esquerda do americano que mal conseguia ficar em pé. Sentindo muito, Melendez conseguiu apenas se manter no combate até o fim e esperou que os juízes laterais oficializassem o triunfo do brasileiro por decisão unânime.

Outros quatro brasileiros também se apresentaram no UFC on Fox 20 e, no regal, tiveram um ótimo desempenho. Luiz Henrique ‘KLB’, Michel ‘Trator’ Prazeres e Alex ‘Cowboy’ venceram, enquanto Godofredo ‘Pepey’ levou a pior diante do americano Darren Elkins.

Comments