Melhores Sites De Apostas

Vitória de Tyron Woodley na luta principal garante lucro de 125%

Na luta principal do UFC 201, realizado em Atlanta, o desafiante Tyron Woodley levou a melhor e nocauteou o então campeão Robbie Lawler aos 2m12s do primeiro round. A vitória pelos pesos meio-médios rendeu o cinturão e uma premiação de R$ 2,25 em quem acreditou no seu triunfo. Já o ex-campeão pagaria R$ 1,66 para cada real investido, segundo o OddsShark.com/br.

No início, Lawler mostrou por que era o dono do cinturão e começou em cima, mas logo Woodley tratou de equilibrar e pressionar o rival. A mudança de postura logo deu resultado e com um belo golpe derrotou Lawler. No chão, Woodley definiu a luta com mais uma sequência de socos.

Kowalkiewicz e Ellenberge garantem mais de 150% de lucro

No Card Principal, Karolina Kowalkiewicz venceu Rose Namajunas por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28) e rendeu R$ 2,70 por cada real investido. Após um primeiro round de muita cautela, a luta demorou menos tempo para esquentar no segundo assalto. Namajunas tentou levar Kowalkiewicz para o solo, mas não teve sucesso. No terceiro, o destaque foi para a polonesa que conseguiu acertar boas combinações até a decisão dos juízes. A vitória de Namajunas pagaria R$ 1,50.

A vitória de Jake Ellenberger foi outra com bom retorno e pagou R$ 3,25, enquanto a de Brown só pagaria R$ 1,36. Com cinco derrotas nas últimas seis lutas, Jake Ellenberger entrou pressionado por uma vitória e a conseguiu dando o primeiro nocaute técnico da carreira de Matt Brown, em apenas 1m46s do round 1.

Outras duas lutas garantiram lucros menores, mas também de destaque.  Erik Pérez venceu Francisco Rivera por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-28) e pagou R$ 1,62. Caso a vitória fosse de Rivera, pagaria R$ 2,30. Vindo de quatro derrotas nas últimas cinco lutas, o peso-galo americano Francisco Rivera precisava se recuperar diante do mexicano Erik Pérez no UFC 201. O americano até começou melhor, mas demonstrou cansaço e acabou sendo superado pelo mexicano.

Já Ryan Benoit venceu Fredy Serrano por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28), o que rendeu R$ 1,90. Serrano pagaria o mesmo valor. A luta começou em alto ritmo, mas aparentando desgaste, os dois lutadores começaram a diminuir o ritmo - melhor para Benoit.

Card Preliminar termina só com vitórias dos favoritos

Nas cinco lutas da preliminar foram cinco vitórias dos mais favoritos da noite. Na abertura do UFC 201, Damien Brown venceu Cesar Arzamendia por nocaute aos 2m27s do primeiro round. O Paraguaio até tentou surpreender, mas não conseguir segurar o volume de golpes de Brown. A vitória do australiano pagou R$ 1,80 em cima de cada real, enquanto seu adversário daria R$ 2,00.

Em seguida, Michael Graves e Bojan Velickovic tiveram um empate majoritário (30-27, 28-28 e 28-28). O resultado acabou sendo melhor para o peso-meio-médio americano Michael Graves, que conseguiu aumentar a sua invencibilidade para sete lutas. Sua vitória pagaria R$ 1,40, enquanto Velickovic pagaria R$ 3,00 se conseguisse surpreender e quebrar a sequência de Graves. Mesmo com muito esforço, o sérvio conseguiu segurar o rival, mas acabou ficando com o empate na decisão dos juízes laterais.

O octógono voltou a ver uma vitória com o brasileiro Wilson Reis. Ele derrotou Hector Sandoval com uma finalização a 1m49s do primeiro round. Seu triunfo pagou R$ 1,25 para cada R$ 1,00 investido. O mineiro não deu chances para o mexicano estreante na organização, Hector Sandoval. O azarão pagaria R$ 4,00 em caso de surpresa, que não se concretizou. Esta foi a décima finalização da carreira de Wilson Reis, e sua 21ª vitória em 27 lutas.

Logo depois, um relâmpago esquentou a noite: quem piscou os olhos perdeu o nocaute do favorito Anthony Hamilton com apenas 14 segundos de luta. O peso-pesado americano atropelou Damian Grabowski e pagou R$ 1,72 para quem acreditou R$ 1,00 no seu triunfo. O polonês daria R$ 2,10 por cada real investido em caso de vitória.

Outro nocaute do dia foi de Nikita Brylov. O ucraniano conquistou sua quinta vitória seguida no UFC ao nocautear o americano Ed Herman aos 40s do segundo round. Melhor desde o início, Kryvloy rendeu R$ 1,45 por cada real investido. Ed Herman pagaria R$ 2,80.

Outra luta do Card foi a vitória de Jorge Masvidal sobre Ross Pearson por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27). O resultado pagou R$ 1,40. Pearson daria RS 3,00. A luta teve muita trocação de golpe, mas o americano levou a vantagem sobre o inglês vencedor do TUF 9.

Comments