Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Suíça na Copa do Mundo

O primeiro adversário do Brasil na Copa do Mundo de 2018, a Suíça pode ser uma oponente mais perigosa do que se imagina. Isso porque, a La Nati chega à competição com apenas uma derrota desde a conclusão da Euro 2016.

Esta será a 11ª participação do país e a quarta consecutiva na Copa do Mundo. Dessas últimas edições, a seleção chegou em duas oitavas de final. A de 2014 foi marcada por uma dolorosa derrota, por 1 a 0, para a Argentina na prorrogação. Os suíços sofreram um destino parecido na Euro 2016. Ficaram invictos durante a fase de grupos, mas foram eliminados pela Polônia, por 5 a 4, nos pênaltis das oitavas. Encontre abaixo as prévias de apostas na Suíça.

Para ver as melhores casas de apostas esportivas e conferir os outros odds, análises e prognósticos da Copa do Mundo, dê uma olhada também no Oddsshark.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Odds da Suíça de vencer a Copa do Mundo

O forte desempenho da Suíça na Euro 2016 e a impressionante campanha nas eliminatórias da Copa do Mundo fizeram com que a seleção saltasse da 12ª posição para a 6ª, no Ranking Mundial da FIFA.

A sorte, no entanto, não sorriu para a La Nati no sorteio da Copa. O país está no Grupo E, junto com o Brasil - o favorito do grupo e um dos mais bem cotados para levantar a taça. Essa circunstância, contudo, deixou a Suíça com chances bem mais baixas de ganhar a competição. As casas de apostas esportivas estão pagando R$ 81/R$ 1, caso a seleção vença, o que a torna uma possível zebra na Rússia. Veja os favoritos da Copa no Oddsshark.

Odds da Suíça de vencer o Grupo E: R$ 7 / R$ 1

Não surpreende, a Suíça estar bem atrás do Brasil, que é favorito absoluto para ganhar o Grupo E, com R$ 1,25 / R$ 1. Os odds da La Nati para terminar na liderança são R$ 7 / R$ 1, apesar de ter um histórico de confrontos contra a seleção canarinha bem respeitável. Venceu a gente duas vezes, por 1 a 0 - incluindo a última partida, há cinco anos -, empatou e perdeu três.

O sucesso da fase de grupos da Suíça provavelmente dependerá do seu desempenho contra a Sérvia e a Costa Rica. Os suíços nunca enfrentaram os sérvios, que estão cotados a R$ 9/R$ 1, como líderes do Grupo E. A seleção dos Balcãs voltou à Copa do Mundo, depois de ter ficado de fora em 2014, graças a uma campanha impressionante durante as eliminatórias, na qual sofreu apenas uma derrota.

Os suíços também não devem menosprezar a Costa Rica. Apesar de estarem cotados a R$ 17 / R$ 1 como líderes do Grupo E, os Ticos tiveram duas vitórias importantes contra os Estados Unidos nas eliminatórias da Copa, na América do Norte. A seleção centro-americana, no entanto, está em último no grupo por ter passado dificuldades em amistosos recentes.

As melhores apostas na Suíça

Os suíços já esperam um segundo lugar no Grupo E. Mesmo assim, sabem que têm a capacidade para enfrentar o Brasil com força, a fim de evitar tomar uma goleada - aí que mora o perigo! A La Nati tem odds de R$ 11,50/ R$ 1 contra R$ 1,25/R$ 1 dos brasileiros e, provavelmente, deve tentar ao menos buscar um empate com Brasil, o que pagaria R$ 4,90/R$ 1. Mas tenhamos fé que não será dessa vez!

Uma boa apresentação na fase de grupos também pode ajudar a Suíça a superar as oitavas de final pela primeira vez desde 1954. Os odds dos suíços serem eliminados nas quartas de final são de R$ 7 / R$ 1, enquanto nas semis são de R$ 21/R$ 1.

Jogadores suíços para observar: Haris Seferovic, Yann Sommer e Roman Buerki

A tática ofensiva da Suíça foi um esforço de equipe durante as eliminatórias para a Copa do Mundo. Haris Seferovic liderou com cinco gols. O jogador de 26 anos, contudo, tem enfrentado dificuldades na sua primeira temporada no Benfica. Marcou apenas sete vezes, em 29 partidas.

A verdadeira força da Suíça pode estar no gol, onde os dois goleiros da Bundesliga vão lutar pela vaga. Yann Sommer tem sido uma presença constante no Borussia Mönchengladbach, nesta temporada, e não permitiu entrar nenhum gol em sua rede nos últimos três jogos pela seleção.

Já o goleiro Roman Buerki tem desempenhado um papel importante na escalada do Borussia Dortmund ao quarto lugar da tabela da Bundesliga, nesta temporada. Dessa forma, emergiu como principal rival de Sommer, apesar de ter feito apenas uma participação na seleção durante as eliminatórias.

O caminho para a Rússia

A Suíça superou as expectativas durante as eliminatórias da Copa do Mundo. A La Nati foi para o topo da tabela do Grupo B quando cravou nove vitórias consecutivas - com apenas sete gols sofridos em 12 partidas. Apenas perdeu, por 2 a 0, para Portugal em seu último jogo de qualificação, o que lhe custou o primeiro lugar do Grupo B. Dessa forma, foi obrigada reconquistar a vaga na repescagem com uma vitória, por 1 a 0, sobre a Irlanda do Norte.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Comments