Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Tour de France entra na última semana com liderança e favoritismo de Chris Froome

Britânico está cada vez mais próximo de seu quarto título

Restam apenas seis etapas ou seis dias de Tour de France. O britânico Chris Froome está próximo de repetir 2013, 2015 e 2016 e ficar com o quarto título. Ele tem uma boa vantagem de 18 segundos para o italiano Fabio Aru. É lógico que ele está muito bem cotado para faturar mais este troféu. Confira os outrights abaixo, de acordo com o Bet365.

Vitória holandesa na 15ª etapa

No domingo, o holandês Bauke Mollema venceu a 15ª etapa da Volta da França, que foi realizada entre Laissac-Sévérac-l'Église e Le Puy-en-Velay. A prova teve 189,5 quilômetros de distância.

A última etapa foi bastante intensa. Logo no começo, o pelotão teve que escalar 8,9 quilômetros para subir a 1.058 metros acima do nível do mar e chegar a Montée de Naves d'Aubrac. Foi uma montanha de nível um.

Após uma longa reta, os ciclistas tiveram que subir (categoria três) para Côte de Vieurals a 1.358m de altura.

Depois de atravessarem Nasbinals e Malbouzon, os atletas fizeram um sprint até Saint-Alban-sur-Limagnole. Logo depois, a escalada foi retomada por dez quilômetros antes de descerem até Saint-Arcons-d'Allier. A partir daí, assistimos a um sobe e desce contínuo através dos vales que só terminou quando eles cruzaram a linha de chegada em Le Puy-en-Velay. Este simpático vilarejo fica próximo ao Rio Loire, no departamento da Haute-Loire.

O vencedor Mollema completou este trajeto em 4h41'47". O holandês compete pela equipe Trek-Segafredo. O segundo lugar foi do italiano Diego Ulissi, que chegou 19 segundos atrás, praticamente junto com o francês Tony Gallopin e com o esloveno Primoz Roglic.

Grande atuação do camisa amarela      

Como disse acima, a prova de domingo foi marcada por aclives e declives. O líder do campeonato foi atacado por Romain Bardet e toda a equipe Ag2r na descida. O time francês pôs seis atletas tentando brecar o britânico, que em determinado momento foi obrigado a substituir seu “camelo”. Vale o registro aqui que o espanhol Mikel Landa, companheiro de Froome na Sky, teve participação importante para conter a tática francesa. Acabou que o camisa amarela conseguiu cruzar a linha de chegada no mesmo pelotão de seus desafiantes Fabio Aru, Alberto Contador, Rigoberto Uran, além do próprio Bardet.

Quem prevalecerá ao final?

Três vezes consagrado na Champs-Élysées, atual bicampeão, e primeiro colocado da atual corrida, Chris Froome é apontado como o provável vencedor de mais um Tour. Seu odds estão em R$ 1,36 para cada real investido. Por ter uma vantagem razoável para o segundo colocado, acredito que será muito difícil tirá-la, salvo em caso de um acidente ou um grande imprevisto.

Romain Bardet precisa descontar os 23 segundos para alcançar o súdito da Rainha. A última vez que um francês se proclamou campeão da Volta da França foi em 1985. Se o jejum de 32 anos for rompido, o investidor receberá R$ 7,00 para cada real.

Entre o britânico e o francês aparece Fabio Aru, terceiro mais cotado a ser coroado. Caso termine na ponta, gerará uma excelente recompensa para quem aplicou no italiano: R$ 11,00.

Além destes três, não acredito em ninguém que possa rir por último. A briga está realmente entre Froome, Aru e Bardet. Para se ter uma ideia, a lenda Alberto Contador, primeiro colocado em 2007 e em 2009, é o nono da classificação geral, mais de cinco minutos atrás do ponteiro. Seus odds são o oitavo mais baixos e pagam R$ 151 / um. Não recomendo, porém, que você jogue seu dinheiro fora.

Características da 16ª etapa

Hoje, os desportistas largarão de Le Puy-en-Velay e chegarão a Romans-sur-Isère. Serão 165 quilômetros de uma etapa muito mais amena que a anterior. As subidas continuam, porém serão em menor quantidade. Teremos grandes descidas e retas. Um sprint intermediário acontecerá em Chantemerle-les-Blés.

Com uma prova muito mais rápida, as atenções se concentram nos velocistas. O alemão Marcel Kittel aparece como provável vencedor da prova (R$ 3,00), seguido de Edvald Hagen (R$ 10,00 / um) e Michael Matthews (R$ 12,00).

A classificação por pontos mostra Kittel em primeiro com 373, seguido pelo australiano Matthews com 294, e o alemão André Greipel com 187. O norueguês Hagen é apenas o sexto na classificação.

Rivalidade entre equipes

A briga entre Froome e Bardet é refletida na classificação por agremiações e nos odds. O time britânico é o mais cotado a ganhar com R$ 1,22, contra R$ 4,00 da Ag2R e R$ 101 da Trek-Segafredo.

Os de Manchester estão na frente dos franceses por apenas nove segundos. O quadro norte-americano não tem mais chances, pois vem mais de uma hora atrás e luta pela medalha de bronze.

Outrights para vencer o Tour de France:

Odds de 18 em julho, segundo o Bet365

  • 1º Chris Froome - R$ 1,36 / um
  • 2º Romain Bardet - R$ 7,00 / um
  • 3º Fabio Aru - R$ 11,00 / um
  • 4º Riogoberto Uran - R$ 12,00 / um
  • 5º Mikel Landa - R$ 19,00 / um
  • 6º Daniel Martin - R$ 34,00 / um
  • 7º Simon Yates - R$ 101 / um
  • 8º Alberto Contador - R$ 151 / um
  • 9º Nairo Quintana - R$ 201 / um
  • 10º Warren Barguil - R$ 401 / um
  • 11º Louis Meintjes - R$ 401 / um
  • 12º Damiano Caruso - R$ 601 / um

Classificação:

  • 1º Chris Froome - 64h40'21"
  • 2º Fabio Aru - +18"
  • 3º Romain Bardet - +23"
  • 4º Riogoberto Urán - +29"
  • 5º Dan Martin - +1'12"
  • 6º Mikel Landa - +1'17"
  • 7º Simon Yates - +2'02"
  • 8º Louis Meintjes - +5'09"
  • 9º Alberto Contador - +5'37"
  • 10º Damiano Caruso - +6'05"

Comments