Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Fluminense nas Copas do Mundo: jogadores do Tricolor que defenderam a Seleção de 1930 a 54

Preguinho do Fluminense
Foto: Reprodução

No período de Mundiais que antecederam o primeiro título do Brasil, Flu contou com um total de 16 convocados; Preguinho foi autor do gol inaugural brasileiro em Copas 

A história de sucesso da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo está intimamente ligada ao Fluminense – principalmente nas primeiras edições, quando o Tricolor das Laranjeiras reinava no futebol carioca. Em uma série de quatro artigos, faremos um raio-x das convocações e quais atletas do Flu defenderam o Brasil de 1930 a 1954, com o suporte do Betsson. 

Fluminense nas Copas de 1930 a 54 

Um grande feito, o torcedor do Fluminense deve se orgulhar muito: o primeiro gol brasileiro em Mundiais foi anotado por um atleta do clube das Laranjeiras. Estamos falando do ídolo tricolor Preguinho, jogador que atuava como meia e ponta-esquerda –com 174 jogos disputados e 153 marcados pelo Flu. Ainda sobre o elenco da Seleção em 1930, que foi ao Uruguai, confira os cinco representantes oriundos das Laranjeiras: 

  • Velloso (goleiro), 1 jogo e nenhum gol tomado 
  • Fortes (meia), não jogou 
  • Fernando (meia), 2 jogos 
  • Ivan Mariz (meia), não jogou 
  • Preguinho (atacante), 2 jogos e 3 gols 

Boicote em 1934; volta por cima em grande estilo em 38 

Uma polêmica marcou a convocação para a Copa de 1934. À época, a CBD era comandada por dirigentes ligados aos clubes amadores, com destaque para o rival Botafogo. Como o Fluminense já havia profissionalizado seu quadro de futebolistas, o Tricolor não contou com nenhum de seus atletas na Itália, já que a entidade máxima do esporte no Brasil só permitia jogadores amadores. 

Quatro anos depois, no Mundial que teve como anfitriã a França, a regra já havia sido modificada e o Flu colaborou com cinco nomes na grande campanha que terminou com o terceiro lugar da nossa seleção – derrota para os italianos por 2 a 1 (gol do tricolor Romeu), na semifinal; vitória diante dos suecos (4 a 2), na disputa pela terceira colocação. 

Eis os representados do Fluminense na Copa do Mundo de 1938: 

  • Batatais (goleiro), 1 jogo e 5 gols tomados 
  • Machado (zagueiro), 4 jogos 
  • Tim (atacante), 1 jogo 
  • Hércules de Miranda (atacante), 2 jogos 
  • Romeu Pellicciari, atacante, 4 jogos e 3 gols 

Flu nas Copas de 1950 e 54 

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, a Copa do Mundo voltou a ser realizada somente em 1950. Para nossa alegria, com o Brasil como sede e a inauguração do Maracanã, então maior estádio do mundo – no período em que o Rio de Janeiro era a capital federal. Por muito pouco, a Seleção não conquistou seu primeiro caneco. A derrota para o Uruguai de Ghiggia na final, de virada (2 a 1), ficou conhecida como Maracanazo.  

Em 50, o Flu cedeu o goleiro Castilho (que não jogou), enquanto o atacante Francisco Rodrigues se transferiu para o Palmeiras durante a competição. Outra curiosidade envolvendo o Tricolor é que o zagueiro tricolor Píndaro foi o primeiro jogador na história a pedir dispensa do selecionado brasileiro. 

Por fim, no Mundial de 1954, na Suíça, os representantes do Flu foram: 

  • Veludo (goleiro), não jogou 
  • Castilho (goleiro), 3 jogos e 5 gols tomados 
  • Pinheiro (zagueiro), 3 jogos 
  • Didi (meia), 3 jogos e 2 gols 

A Seleção Brasileira acabou sucumbindo à poderosa Hungria, nas quartas de final, com um placar adverso por 4 a 2. Em 1958, a história foi diferente, mas isso é tema para um outro artigo. 

Já é possível fazer sua aposta na Copa do Mundo de 2022! 

Quanto mais cedo você palpitar no campeão do Mundial do Qatar, em 2022, maior será o seu retorno. Para saber mais como funcionam as apostas futuras (outrights), basta clicar neste link. Separamos também uma pequena lista com outras competições, como a Libertadores, Copa América e grandes ligas europeias com os odds do Betsson.