Melhores Sites De Apostas
*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Jones larga como azarão para superluta com Ngannou nos pesados do UFC

Americano e camaronês entram em rota de colisão para duelo no peso-pesado 

O mundo das lutas está pegando fogo. E muito por causa de dois nomes em rota de colisão: Jon Jones e Francis Ngannou. Os dois iniciaram na última semana uma troca de farpas que foi o suficiente pra atrair as atenções dos fãs de lutas e render até um acordo verbal entre eles para uma superluta pela categoria dos pesados (até 120kg). O duelo parece tão destinado a acontecer que já temos odds lançados pelo Bodog, que apontam favoritismo de Ngannou e colocam Jones como azarão.  

A rivalidade 

Jones já fala de subir para os pesados há muito tempo. O americano, atual campeão meio-pesado (Até 93kg), sempre especulou a experiência na divisão de cima, mas até hoje o desejo nunca foi realizado. Depois de assistir a estreia de Ovince St. Preux na categoria, Jones se empolgou e expressou seu sentimento no Twitter. Não demorou muito e Francis Ngannou, peso-pesado mais temido da atualidade, demonstrou interesse. Foi o suficiente para Jones responder em tom agressivo e iniciar uma troca de provocações. 

Jones e Ngannou engajaram no que representou o início da rivalidade. O campeão do UFC desdenhou da força bruta de Ngannou, que nocauteou seus últimos quatro rivais num tempo somado de 2m42seg. O peso-pesado chegou a usar uma foto de Jones sendo atingido por Thiago Marreta, insinuando que caso o acerta da mesma forma, Jones não conseguirá ficar de pé. 

Enquanto Jones se apoia na hipótese de que é um atleta mais rápido, técnico e com um QI de luta elevadíssimo, Francis exalta sua força lembrando que seu toque é fatal. Ngannou nocauteou Jairzinho Rozenstruik, seu último rival, em apenas 20 segundos.       

Acordo verbal 

A troca de provocações foi tão séria que eles chegaram a um acordo verbal em relaçnao a superluta nos pesados, passando a bola para o UFC. Ngannou sugeriu, e Jones deu o ultimato deixando claro que o último passo pro duelo acontecer só depende do UFC. Mas, claro, esse último passo é o mais difícil. Os lutadores esperam receber muito dinheiro pra fazer o confronto.  

Essa superluta tem potencial pra ser um sucesso de vendas de PPV. Especialmente durante esses tempos de pandemia, onde existem poucos esportes em atividade. Muitos olhares de fora estão voltados pro UFC, que já retomou sua programação fazendo três eventos na última semana.  

A curiosidade de ver uma lenda como Jones lutando na categoria mais pesada do UFC contra um monstro de poder de nocaute assustador como Francis Ngannou é o suficiente pra fazer a comunidade do MMA se empolgar com a luta. Resta saber se o UFC valoriza essa ideia tanto quanto os fãs.   

Odds para Jones x Ngannou 

Odds em 22 de maio, segundo o Bodog 

  • (R$ 2,30) Jon Jones x Francis Ngannou (R$ 1,62)