Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

França supera a Bélgica e vê o Bi da Copa do Mundo muito próximo

Seleção é a grande favorita para a decisão deste domingo

10/07/2018, POR Douglas Nunes

Dois anos depois de perder a Euro em casa, a França está perto de dar a volta por cima e em grande estilo. A seleção despachou a talentosa equipe belga e está na final da Copa do Mundo. O adversário vem do confronto entre Croácia e Inglaterra, mas não importa quem seja, os franceses são os favoritos para o título. Quem investir agora na taça indo para Paris garante 66% de lucro nas casas de apostas.

França com atuação segura

Na semifinal, a França até levou susto no primeiro tempo, mas logo tomou o controle do jogo. O gol no começo da segunda etapa praticamente resolveu a situação, pois bem postada em campo, a seleção não deu brechas para a Bélgica tentar o empate. A atuação foi tão segura que os franceses estiveram mais próximos de marcar o segundo do que sofrer um gol.

Odds da França para levantar a taça: R$ 1,66

Depois que o Brasil foi eliminado, a França passou a ser a mais cotada para o título disparada. Quem aproveitou a situação para aplicar na conquista ainda pegou a oferta de R$ 3,00 para R$ 1,00 pela conquista, de acordo com dados no Bumbet e vale segurar porque a taça é certa.

Já quem deixou passar e quiser aplicar agora saiba que o retorno para o investimento é de R$ 1,66 para cada real. Bom valor levando em consideração que precisa vencer apenas mais uma partida.

Ponto forte

Esta equipe tem muitas qualidades, mas sem dúvidas os destaques são Mbappé e Griezmann. O jovem está voando nesta Copa e é mortal quando inicia as suas arrancadas. Já o atacante do Atlético de Madrid traz a dose de experiência para construir as jogadas e aparecer para finalizar no momento certo. Com esta dupla na frente, é impossível pensar na França sair de campo sem marcar gol. Tanto que já foram 10 bolas na rede na competição.

Outro nome importante desta campanha é de Kanté. O jogador é o grande ladrão de bolas deste Mundial e ainda tem capacidade para armar os ataques. Como dizem seus companheiros de clube e seleção: “se ele estiver em um bom dia, são 95% de chances de vencer”.

A dupla de zaga formada por Varane e Umtiti também vem muito bem. Defensivamente eles só deixaram a desejar diante da Argentina, quando sofreram três gols. Nas demais cinco partidas foram vazados apenas uma vez. Um ponto importante é que eles são peças relevantes na frente também. Cada um já marcou um gol neste mata-mata e juntos podem decidir em jogadas de bola parada.

Ponto fraco

É possível dizer que a França conta com um grupo praticamente perfeito e que todos os setores funcionam muito bem. Neste Mundial, o único que está um pouco abaixo do restante do time é o atacante Giroud. O jogador está em branco nesta Copa e perdeu boas oportunidades diante dos belgas, na semifinal.

A França na Rússia

A Copa do Mundo começou de forma decepcionante para França, que não assumiu o protagonismo esperado nas suas partidas contra Austrália, Peru e Dinamarca. Só que isso não chegou a ser um problema, afinal a seleção somou sete pontos e avançou como primeira colocada.

A preguiça parecia se manter nas Oitavas de final, quando os franceses abriram o placar diante da Argentina e depois pararam em campo. O susto de ver a virada no placar acabou despertando a equipe, que pela primeira vez mostrou sua força. Liderada por Mbappé, que fez dois gols, a seleção retomou a ponta novamente e venceu por 4 a 3.

Depois disso ocorreram duas atuações seguras, com triunfos por 2 a 0 sobre o Uruguai e 1 a 0 diante da Bélgica, que demonstraram o equilíbrio deste time.

Luva de ouro

Cada jogo que passa Hugo Lloris vem deixando marcas nesta campanha da França. O goleiro já havia feito uma importante defesa contra o Uruguai, nas quartas de final, e repetiu a dose nesta terça-feira, contra o Bélgica. O salto para buscar uma bola difícil chutada quase na marca do pênalti o colocou como um forte nome na disputa pela Luva de Ouro. Aparecendo como o mais cotado, ele rende R$ 2,25 para cada real se receber o prêmio.

Final

Avaliando o time da França e dos possíveis adversários, o título só não vem com uma grande surpresa. Certamente o oponente, seja Inglaterra ou Croácia, jogará fechado na decisão, mas ainda assim não deve conseguir segurar os franceses.

as melhores casas de apostas

 

França vence Uruguai e agora vai acabar com o sonho da geração belga

Seleção parece ainda não ter precisado fazer força neste Mundial

06/07/2018, POR Douglas Nunes

O dia foi triste para os sul-americanos com as quedas de Brasil e Uruguai. No entanto, foi uma sexta-feira de excelente futebol na Copa do Mundo e as seleções europeias chegam fortes para as semifinais. A França, que passou pelos uruguaios, mostrou o peso de uma camisa tão tradicional e vai como favorita para acabar com o sonho da badalada geração belga. A taça indo para Paris garante o triplo do valor aplicado nas casas de apostas.

França joga sem fazer força

Nesta sexta-feira vimos mais uma vez a França jogar sem tanto brilho e com jogadores abaixo do que fazem em seus clubes. Mesmo assim, a seleção praticamente não correu riscos durante a partida e chegou a vitória por 2 a 0. A sensação que a equipe passa até o momento é que se trata de uma seleção que joga sem fazer força. Resta saber se é por preguiça ou por tática, afinal, tem dado certo na Copa. 

Odds da França para levantar a taça: R$ 3,00

Com a queda do Brasil, a França passou a ser a mais cotada para o título. A seleção sempre esteve entre as três primeiras e agora reina absoluta, pagando R$ 3,00 para cada real, de acordo com dados no Bumbet.

Este é praticamente o último momento para você garantir boas cifras com a taça. Depois de passar pelas semifinais os valores cairão consideravelmente. Uma questão importante é que aplicando agora e a seleção batendo os belgas na próxima fase você receberá uma oferta para desistir da aposta, garantindo um lucro antecipado.

Final: R$ 1,80 para R$ 1,00

Para ter um retorno mais rápido você pode aplicar apenas que os franceses superam a Bélgica e alcançam a decisão, o que vale R$ 1,80 para cada real. Só que este investimento praticamente deve ser combinado com o título, pois a taça estará garantida. Afinal, ninguém da outra chave tem bola para bater a França.

Ataque de alto nível

O ponto forte da França sem dúvidas é o ataque. A seleção conta com três jogadores de características bem diferentes e que se completam muito bem. O destaque até aqui tem sido o jovem Mbappé. Com muita velocidade e faro de gols, ele tem mostrado que é fatal quando tem espaço para contra-atacar.

Outro craque desta equipe é Griezmann. Ele também tem atuado mais fora da área e tem criado boas jogadas. Mais centralizado aparece Giroud, que joga como autêntico camisa 9, sendo muito perigoso.

Ponto fraco

Individualmente é difícil encontrar uma fragilidade desta equipe. Até aqui, talvez o único jogador que esteja muito abaixo das expectativas é Pogba, mas ainda assim está longe de ser fraco. Para esta semifinal o que mais pode comprometer são as laterais. Pavard e Lucas Hernandez já demonstraram que têm dificuldades de marcarem pontas muito rápidos.

A França na Rússia

Durante a fase de grupos, a França teve três atuações bem protocolares. Na estreia contra a Austrália, a equipe pouco fez e conseguiu apenas uma virada apertada por 2 a 1. No segundo jogo mais uma apresentação apática e um triunfo pelo placar mínimo de 1 a 0 para cima do Peru. A decepção maior ficou para a terceira partida, quando a seleção entrou em campo podendo empatar e como o resultado também servia para a Dinamarca, os dois times praticamente abdicaram de jogar.

Os franceses só foram aparecer mesmo nas oitavas de final. Diante da Argentina, Mbappé começou em alta velocidade e deixou a defesa adversária desesperada. Já o resto da equipe só reagiu quando os argentinos virarem para 2 a 1. Aí sim, em um espaço de 30 minutos, vimos uma apresentação digna de um campeão, que marcou três gols e fechou em 4 a 3. Nas quartas de final novo triunfo para cima de um sul-americano, desta vez o Uruguai, por 2 a 0.

Luva de ouro

Apesar de ter sofrido três gols contra a Argentina, Hugo Lloris tem feito boas defesas nesta Copa, inclusive no duelo contra o Uruguai pelas quartas de final. O goleiro não chega a ser brilhante, mas também não compromete e é candidato a Luva de Ouro, aparecendo como o mais cotado - ao lado de Courtois, dando R$ 3,00 para cada real.

Semifinais

Pegue a pipoca ou a cerveja aprecie esta semifinal entre França e Bélgica. Será um confronto de dois times bem talentosos e com faro de gols. Só que neste momento decisivo a experiência e o peso da camisa faz a diferença e os franceses são favoritos.

as melhores casas de apostas
 

A França já despachou Peru e Argentina. E a fila de sul-americanos pode crescer com o Uruguai

30/06/2018, POR Matías Carranza

A França está mostrando que merece mesmo ser considerada como uma das mais fortes candidatas ao título da Copa do Mundo da Rússia. Depois de uma fase de grupos um tanto quanto morna, com vitórias “econômicas” sobre Austrália (2x1) e Peru (1x0) e um insosso empate com a Dinamarca por 0x0, a equipe de Pogba, Mbappé e Griezmann despachou a Argentina de Lionel Messi com uma atuação das mais contundentes. No fim, o 4x3 acabou sendo até um pouco injusto, porque o desempenho dos Azuis merecia um placar mais elástico. Mas quem apostou na classificação francesa não teve absolutamente nada a reclamar. De acordo com o BetWay, a vitória do time de Didier Deschamps rendeu R$ 2,45 a cada R$ 1,00 investido, uma cotação que já surge como um convite para conferir como a França está cotada também nas demais opções para o Mundial. Depois do passeio dado sobre a Argentina, convém não tirar o olho dos Azuis daqui até o seu último minuto nos gramados russos.

Principal favorita ao título

Nos odds consultados depois da definição do confronto de quartas de final com o Uruguai, a França aparecia como a mais forte candidata ao título na Rússia-2018, devolvendo o mesmo que o Brasil: ambas retornavam R$ 5,00/R$ 1,00 para o apostador. Vale destacar que Brasil x França pode ser o confronto de semifinal se ambas chegarem até lá. A França só precisa passar pelo Uruguai; o Brasil teria que deixar pelo caminho o México e muito provavelmente a Bélgica.

O torcedor brasileiro não guarda boas recordações das partidas contra a França, mas é inegável destacar que o histórico recente é plenamente favorável aos europeus, com vitórias em 1986 e 2006 (ambas nas quartas de final) e em 1998, com o seu único título conquistado especialmente em cima do Brasil. A seleção de Tite, porém, pode ficar otimista com uma questão: no único confronto entre ambas em uma semifinal, em 1958, deu Brasil – e por 5x2.

Mas isso ainda está distante. O próximo confronto contra o Uruguai será na sexta-feira (6), às 11h (de Brasília), na cidade de Nínji Novgorod. E uma medida da força do adversário é dada também pelos odds da Celeste em caso de título. Suárez, Cavani e companhia merecem respeito, mas os R$ 15,00/R$ 1,00 que pagaria a volta olímpica na Rússia deixam claro que a França desponta com enormes chances de seguir no Mundial.

E este Mbappé?

Logo acima falamos do Brasil 5x2 França em 1958. Vale destacar que desde esta atuação espantosa de Pelé que um adolescente não fazia dois gols em um mata-mata em Copas. Pois Kylian Mbappé conseguiu isto neste sábado diante da Argentina. Com três gols na Copa até aqui, ele briga forte pela artilharia do Mundial, e se ele vier a conseguir, seria realmente um feito digno de registro. O BetWay aponta que investir no jovem francês pode render, hoje, nada menos que R$ 13,00/R$ 1,00 caso ele seja o goleador deste Mundial. A cotação que ele hoje demonstra ainda está distante dos favoritos, que são Harry Kane, Romelu Lukaku e Diego Costa, que devolvem, respectivamente, R$ 2,50, R$ 4,30 e R$ 7,50 investidos a quem apostar R$ 1,00 em cada um deles.

Caminho complicado

Como citamos, a França já tem um sul-americano garantido em seu caminho, o Uruguai, nas quartas. E depois, na semi, pode cruzar com o Brasil. Há um tabu que favorece a França nesses confrontos: a seleção não perde para sul-americanos em Mundiais desde 1978, quando caiu diante da Argentina em Buenos Aires por 2x1.

É possível, claro, apostar na projeção francesa daqui por diante. Imaginar que o time de Didier Deschamps não vai passar das quartas de final renderia R$ 2,50/R$ 1,00 ao apostador. Que a queda virá nas semifinais devolveria R$ 2,87/R$ 1,00. Os odds para o segundo lugar e o título são, respectivamente, R$ 6,00 e R$ 5,00/R$ 1,00.

Experiência nas traves

Por fim, uma boa pedida para apostas na França diz respeito ao goleiro Hugo Lloris, que demonstrou contra a Argentina que é uma opção de enorme segurança. Ele completou seu jogo de número cem pela França. Convenhamos que ninguém atinge tal soma sem muita competência em seu trabalho.

Agora sem Manuel Neuer, Lloris é um bom candidato ao ficar com a Luva de Ouro, o prêmio que a Fifa dá ao melhor goleiro de cada Copa. Ele é o quarto na lista de candidatos, devolvendo R$ 9,00 a cada R$ 1,00 investido. O trio que aparece na sua frente conta com o brasileiro Alisson (R$ 5,00), o espanhol De Gea (R$ 6,50) e o belga Courtouis (R$ 8,00).

as melhores casas de apostas

 

A França na copa do mundo

24/05/2018, POR Matheus Filippi 

Se você ainda não está levando a sério a participação da França na Copa do Mundo da Rússia, pode começar a rever os seus conceitos. Os Azuis prometem dar muito trabalho no Mundial que se aproxima! Após o vexame de perder uma final de Eurocopa em casa, o técnico Didier Deschamps prepara uma mescla de nomes experientes e consagrados com uma geração extremamente talentosa e que está pedindo passagem.

Alguns investidores, de forma errada, estão criticando o tamanho do favoritismo que as casas de aposta estão dando a esse time francês, mas não entre nessa... Eles estão certos! Atualmente, a França aparece em quarto na lista de  favoritos ao título da Copa do Mundo pagando R$7 para 1 no Bumbet - apenas atrás de Brasil e Alemanha com R$5,50 e a Espanha com R$6 para 1.

Tirando as decepcionantes campanhas de 2002 e 2010, esse time sempre dá muito trabalho em mundiais e é uma pedra no sapato de várias seleções - inclusive a brasileira. Após levantar o caneco em 1998, foi vice-campeã em 2006 e fez um jogo duríssimo com a Alemanha nas quartas de final em 2014 - caindo para aquela equipe que, dias depois, enfiaria sete no anfitrião Brasil. Está na hora de olhar a França com mais cuidado!

Aposte aqui na Copa do Mundo

Odds para a França vencer a Copa do Mundo: R$7 para 1

Como dissemos acima, os Bleus aparecem em quarto na lista de favoritos ao título da Copa do Mundo pagando R$7 para 1 - atrás de Brasil, Alemanha e Espanha e na frente de Argentina, Inglaterra e Portugal. Apesar dos poucos holofotes comparados aos demais gigantes, as casas de aposta sabem bem que estamos falando de uma seleção EXTREMAMENTE recheada de talento e que, caso encaixe em um torneio de tiro curto como o Mundial da Rússia, pode ser fatal.

Se Didier Deschamps conseguir dar uma cara de time a esse elenco, dificilmente alguém será capaz de vencer os franceses. Apesar dos problemas nas laterais, a defesa conta com o experiente Lloris no gol e dois nomes que brilham no futebol espanhol como zagueiros: Umtiti e Varane. Já o meio-campo do 4-3-3 terá como motorzinho Pogba, no famoso 'box-to-box', e Kanté e Matuidi disputando o outro posto na armação.

Agora, interessante mesmo é o setor ofensivo - me arrisco a dizer o melhor do mundo em talento. Não faltam opções! Após a ascensão do excelente Mbappe, Griezmann foi recuado por Deschamps e fará um papel mais central - com Lemar mais para a esquerda e Giroud como centroavante. Como a fase do jogador não é das melhores, pode ser que Dembele entre na ponta direita e Mbappe seja posicionado mais no meio do trio de atacantes.

Odds para a França ganhar o Grupo C: R$1,28 para 1

Os valores da França se sair vencedora do Grupo C já deixam claro o tamanho do favoritismo - odds apenas menores do que o do Brasil para ficar em primeiro. Isso porque, além de possuir um dos elencos mais talentosos e promissores, os adversários, honestamente, não colocam medo em ninguém.

A Austrália tem tudo para mais uma vez ser o saco de pancadas na Copa do Mundo - o time perdeu todas as três no Mundial do Brasil em 2014. Embora o Peru apareça com a melhor geração desde a Copa de 1982, o time de Ricardo Gareca chega bem abalado após a suspensão de Paolo Guerrero - o corpo e a alma dessa equipe.

A única seleção que realmente pode ameaçar a hegemonia francesa é a Dinamarca - com odds de R$5,50 para um caso fique em primeiro no Grupo C. Os dinamarqueses mostraram coisas boas nas Eliminatórias e passaram o trator em cima da Irlanda na repescagem - 5 a 1 no agregado. Mesmo assim,  a França deve ficar em primeiro sem maiores dificuldades.

As melhores apostas na França

Como os valores para os Bleus vencerem o Grupo C são muito baixos, uma opção bem mais lucrativa é investir na França terminando em primeiro e na Dinamarca em segundo - o que paga uma boa quantia de R$2,20 por real.

Apesar dos franceses encararem uma 'pedreira' vinda do Grupo D nas oitavas de final - seja Argentina, Croácia, Islândia ou Nigéria - a chance de semifinal é real e rende R$2,40 a cada real investido.

Fique de olho em Antoine Griezmann

Se a França chegar longe na Copa do Mundo da Rússia, um dos principais responsáveis do feito será Antoine Griezmann! O atacante vive uma fase maravilhosa no Atlético de Madrid e foi vital na conquista da Liga Europa há alguns dias.

Além do mais, ele é a peça fundamental nesse esquema de Deschamps recheado de jovens rápidos para contra-atacar - assim como realiza com maestria no time de Simeone. Griezmann foi o artilheiro da Eurocopa com seis tentos e pode muito bem repetir o sucesso na Rússia! É uma opção bem atraente para investir na Chuteira de Ouro com um pagamento bem generoso de R$15 para 1 no Bumbet.

O caminho francês até a Rússia

Olhando friamente para os números, a classificação da França com 23 pontos no Grupo A e apenas 18 gols marcados chama atenção de forma negativa, mas se analisarmos as demais seleções, é algo bem compreensível.

Os Bleus tiveram muito azar no sorteio e caíram junto com Suécia e Holanda no grupo - lembrando que apenas o primeiro se classifica de forma direta. A Suécia conseguiu garantir sua vaga na repescagem contra a Itália e a Holanda sequer chegou perto de participar do Mundial da Rússia.

Aposte aqui na Copa do Mundo

Comments