Melhores Sites De Apostas

*Termos e condições se aplicam a todos os bônus oferecidos neste website. Visite a operadora para mais detalhes.

Suécia despacha a Suíça e enfrenta a Inglaterra nas quartas de final

Com grande atuação de Forsberg, vikings vencem suíços por 1x0 e estão entre os oito melhores times do mundo

03/07/2018, por Gabriel Stavele

Depois de terminar a primeira fase na liderança do Grupo F, que tinha como cabeça-de-chave a então favorita Alemanha, a Suécia segue fazendo bonito na Copa do Mundo da Rússia, e honrando suas tradições, já está classificada para as quartas de final. A vaga foi conquistada com uma vitória pela contagem mínima sobre a Suíça, em mais uma demonstração de força do sistema defensivo e poder de fogo dos contra-ataques, as principais armas da equipe nórdica para chegar ainda mais longe. Os comandados de Janne Andersson agora se preparam para duelar com a Inglaterra por uma posição entre as quatro melhores seleções do futebol mundial.

Confira como o triunfo sueco foi sentido no mercado de apostas esportivas e garanta as melhores margens de retorno com as cotas do Bumbet

A campanha da Suécia na fase de grupos

A Suécia estreou na Copa do Mundo com uma vitória apertada sobre a Coreia do Sul. Na Arena Nizhny Novogord, a equipe sofreu para impor seu favoritismo, mas Granqvist, em cobrança de pênalti, garantiu os três pontos.

O compromisso seguinte foi contra a temível Alemanha, que precisava desesperadamente de uma vitória depois de ser surpreendida pelo México, e deu a vida no gramado do Estádio Olímpico de Sochi. Taticamente perfeita, a Suécia explorava os contra-ataques, saiu na frente com um belo gol de Toivonen, e poderia ter ampliado quando Berg foi derrubado na área por Boateng, em lance ignorado pelo árbitro polonês Szymon Marciniak. No segundo tempo, porém, a equipe permitiu que a vantagem lhe escapasse por entre os dedos, primeiro com um gol de Marco Reus, aos dois minutos, e finalmente através de uma pintura do craque Toni Kroos, que já nos acréscimos, encobriu o goleiro Olsen para dar uma sobrevida aos tetracampeões do mundo na competição.

A derrota deixou os suecos em situação delicada para enfrentar o México, que até então vinha com 100% de aproveitamento, mas as circunstâncias do jogo acabaram sendo favoráveis. Com apenas 35% de posse de bola, a equipe mais uma vez buscava explorar os contra-ataques, e saiu na frente aos quatro minutos da etapa complementar, com Augustinsson. O gol obrigou os mexicanos a saírem para o jogo, e a Suécia aproveitou para marcar mais duas vezes, primeiro através do capitão Granqvist, em cobrança de pênalti, e já no fim, em uma infelicidade de Álvarez, que jogou contra o próprio patrimônio.

Vikings se credenciam como concorrentes ao título

Quem acreditou na Suécia durante a primeira fase se deu muito bem, embolsando R$ 7,00 por cada real apostado na classificação do time como vencedor do Grupo F. Caso os nórdicos consigam ir ainda mais longe e levantem o caneco pela primeira vez em sua história, o retorno será de R$ 26,00/R$ 1,00, de acordo com o Bumbet. Vale lembrar que antes da bola rolar a equipe não figurava em qualquer lista de favoritos, e tinha a conquista do título cotada em R$ 101,00/R$ 1,00.

Nas suas 12 participações em Copas do Mundo, a Suécia teve como melhores resultados o vice-campeonato de 1958, as terceiras colocações de 1950 e 1994, e a quarta colocação em 1938.

Nas oitavas, time passou sem sustos pela Suíça

Na Arena São Petersburgo, os suecos enfrentaram a seleção da Suíça pelas oitavas de final, venceram por 1x0, e mais uma vez contrariaram os prognósticos. Em um jogo muito truncado no setor de meio campo, os suíços mantinham a posse de bola, mas era a Suécia que criava as melhores situações em lances de contra-ataque. Contudo, pecava nas finalizações.

O gol da vitória saiu somente aos 20 minutos da etapa complementar, quando o craque do time, Forsberg, fez boa jogada individual, clareou, e arriscou um chute em direção à meta defendida por Sommer. A bola desviou no pé do zagueiro Arkanji e foi parar no fundo da rede. Nos instantes finais, o meia ainda salvou em cima da linha o que seria o gol de empate, e foi premiado como o “Homem do Jogo”.

Segundo o Bumbet, o triunfo rendeu R$ 3,43 por cada real apostado. O investimento na dupla chance Suécia/empate rendeu 54%, enquanto Suécia/Suíça garantiu lucro de 40%. O sortudo que cravou o placar correto embolsou nada menos do que oito vezes o valor aplicado.

Próximos adversários serão os ingleses

Na outra chave, a Inglaterra venceu a Colômbia nos pênaltis, e será a adversária dos suecos nas quartas de final. O English Team entra na disputa como favorito, mas um novo triunfo da Suécia devolve fabulosos R$ 4,75 por cada real apostado.

Investir nos resultados futuros dos vikings pode ser uma opção bastante lucrativa. Se o time não conseguir passar pelos inventores do futebol, e ficar pelas quartas de final, o apostador terá um rendimento de 40%. Caso alcance as semifinais, o valor será ainda mais alto, R$ 4,33/R$ 1,00. O vice-campeonato, reeditando a campanha de 1958, devolve o equivalente a nove vezes o montante aplicado.

Jogos das quartas de final da Copa do Mundo 2018

Sexta-Feira, 6 de julho

Odds em 3 de julho, segundo o Bumbet

  • 11:00 – (R$ 4,55) Uruguai x França (R$ 2,00); empate (R$ 3,15) – Palpite: Uruguai
  • 15:00 – (R$ 2,10) Brasil x Bélgica (R$ 3,65); empate (R$ 3,40) – Palpite: Brasil
Sábado, 7 de julho
  • 11:00 – (R$ 4,75) Suécia x Inglaterra (R$ 1,83); empate (R$ 3,40) – Palpite: Inglaterra
  • 15:00 – (R$ 3,85) Rússia x Croácia (R$ 2,25); empate (R$ 3,05) – Palpite: Croácia

as melhores casas de apostas

 

Suécia na Copa do Mundo

24/05/2018, por Miguel Gonzalez 

A tradicional Suécia tem uma longa e rica história na Copa do Mundo da FIFA. Apesar de nunca ter se sagrado campeã mundial, ela sentiu o cheirinho da taça em algumas oportunidades, tendo terminado em terceiro lugar em 1950 e em 1994 e com o vice-campeonato em 1958. Mais recentemente, nas suas últimas duas participações, os Vikings passaram da etapa de grupos, mas caíram nas oitavas de final de 2002 e 2006.

Os de amarelo e azul não conseguiram se classificar para as edições de 2010 e 2014, mas chegam bem ao Mundial da Rússia deste ano.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Odds para a Suécia ganhar a Copa do Mundo: R$ 101 para um

Suécia e Suíça estão exatamente no meio dos 32 finalistas da Copa do Mundo da FIFA no ranking de favoritos ao título da competição. Ambas as seleções aparecem cotadas a R$ 101 para um. Há quinze times melhor avaliados e outros quinze abaixo na cotação.

Companheiro de chave, o México está bem na frente da Suécia nas estatísticas. Oferece-se R$ 9,00 para um em caso de título Tricolor. Outra rival de grupo é a Alemanha, que também é a favorita para conquistar o bicampeonato mundial: R$ 5,50 para um.

Odds da Suécia para vencer o Grupo F: R$ 7,00 para um

Apesar de ser um grupo bastante complicado, a Alemanha ainda tem disparado as melhoras cotas para sair do quadrangular como primeira colocada: R$ 1,32 para um. México e Suécia são adversários de respeito, competentes e com muito potencial, mas o domínio germânico nos últimos anos impede que alguém enxergue outro que não a Alemanha no primeiro lugar.

Assim como os astecas estão melhores avaliados que os escandinavos para vencer a Copa do Mundo da FIFA, paga-se R$ 6,00 para um para os tricolores vencerem o Grupo F, um pouco menos do que se oferece para os suecos terminarem na frente: R$ 7,00 / um. A Coreia do Sul é carta fora do baralho, mas quem acreditar nos asiáticos pode levar uma bolada de R$ 21,00 para um, caso eles desbanquem alemãs, mexicanos e suecos.

Como praticamente uma das vagas é da Alemanha, resta saber se passa o México ou se avança a Suécia. Os europeus estão em desvantagem nestes números: R$ 2,25 para um para se classificarem e R$ 1,61 para um para voltarem para casa.

As melhores apostas na Suécia

A maioria dos cenários que coloca a Suécia pelo menos nas oitavas de final envolve uma vitória sobre a Coreia do Sul e um resultado favorável contra o México. Sendo assim, não há investimento melhor que o triunfo sobre os sul-coreanos, que gera R$ 2,15 para um, contra R$ 3,60 para um dos asiáticos e R$ 3,25 para um, caso cada quadro some um ponto.

Outro investimento interessante nos vikings é o de prever em que fase eles serão eliminados. Apostar que eles pegam o caminho do aeroporto após sua apresentação nas oitavas de final, vale R$ 3,25 para um, de acordo com o Bodog. É bem provável que isso aconteça, desde que os europeus se classifiquem na segunda posição – a Alemanha já é favorita para vencer a chave. Como segundo de F, a Suécia teria de encarar o peso pesado Brasil, muito provavelmente, o líder do Grupo E.

Outra forma de ganhar dinheiro com a Suécia é apostar sempre em UNDER, pois os futebolistas deste país têm marcado poucos gols e precisam colocar os pés nas formas. Chegando ao mês de junho, os vikings balançaram as redes uma vez ou menos em todas as suas últimas sete exibições. O total de gols nestas pelejas foi de dois apenas uma vez e em quatro deles o somatório de tentos não passou de um. Apesar do ataque ruim, parece que a Suécia tem uma defesa forte.

Jogador da Suécia a ser observado: Marcus Berg

Quem não acompanha futebol no dia-a-dia ficará desapontado quando notar a ausência de Zlatan Ibrahimovic quando a Suécia entrar em campo. Ele foi a referência da esquadra nos últimos quinze anos e não estará presente, pois decidiu se aposentar da equipe nacional em 2016.

Nem tudo está perdido para quem torce pela Suécia. O atual atacante Marcus Berg tem agradado. Ele teve excelente desempenho atuando pelo Al Ain e marcou 25 gols em 21 compromissos. Com a camisa sueca, fez sete tentos nos últimos dez jogos. No grupo A das eliminatórias da UEFA, ele desbancou o francês Antoine Griezmann e o holandês Arjen Robben para se tornar o artilheiro da chave.

O caminho até a Rússia

Marcus Berg superando Arjen Robben durante as eliminatórias acabou valendo muito mais do que um simples capricho. Com a França conseguindo a vaga direta para a Copa no Grupo A, Suécia e Holanda precisaram decidir quem iria para a Repescagem. Vale lembrar que ambas terminaram com 19 pontos. O saldo de gols foi favorável aos escandinavos, que terminaram com +17 e tiraram do Mundial a atual terceira colocada.

Para chegar à festa do velho esporte bretão, a Suécia precisou se digladiar com a Itália na Repescagem. O placar agregado de 1 a 0 marcou o início da festa em Estocolmo e deixou os italianos pela primeira vez desde 1958 fora de uma fase final.

Aposte na Copa do Mundo aqui

Comments